Febre Amarela

Olá pessoal! Como vão vocês?

Hoje abordaremos um assunto de suma importância! Uma epidemia de febre amarela doença provocada por um vírus que começa a se espalhar pelo país. E já chegou aqui, pertinho de nós. Este fato tem  deixado  os órgãos de saúde em alerta máximo, pois é uma doença infecciosa aguda de curta duração e transmitida pela picada dos mosquitos infectados não ocorrendo,portanto,   a transmissão direta de pessoa para  pessoa.febre amarela 01Importante saber que a  vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença.

O vírus apresenta dois ciclos distintos  epidemiológicos  de transmissão : ciclo silvestre (espaço rural) e  e ciclo urbano, como podem ser claramente visualizados na imagem.(Fig.01) No ciclo silvestre da febre amarela, os primatas não humanos (macacos) são os principais hospedeiros e amplificadores do vírus e os vetores são mosquitos com hábitos estritamente silvestres, sendo os gêneros Haemagogus e Sabethes os mais importantes na América Latina. No ciclo urbano, o homem é o único hospedeiro com importância epidemiológica e a transmissão ocorre a partir de vetores urbanos (Aedes aegypti) infectados. Mosquito este, que é responsável não só pela transmissão da febre amarela urbana, mas também dos vírus da chikungunya, zika e dengue, cria-se na água e proliferam-se dentro dos domicílios e suas adjacências. Quaisquer recipientes como caixas d’água, latas e pneus contendo água limpa são ambientes ideais para que a fêmea do mosquito ponha seus ovos, de onde nascerão larvas que, após desenvolverem-se na água, tornar-se -ão novos mosquitos.

Portanto, devemos evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Para eliminar o mosquito adulto, em caso de epidemia de dengue ou febre amarela, deve-se fazer a aplicação de inseticida através do “fumacê”. Além dismapablogso, devem ser tomadas medidas de proteção individual, como a vacinação contra a febre amarela, especialmente, para aqueles que moram ou vão viajar para áreas Fig. 02 com indícios da doença. Outras medidas preventivas são o uso de repelente de insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo.

Espero que tenha ajudado! Saber das medidas profiláticas e cumpri-las são ações positivas para  combater a febre amarela.

 

Luciano Albuquerque

Professor da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia

 

REFERÊNCIAS

COSTA, Z. G. A. et al. Evolução histórica da vigilância epidemiológica e do controle da febre amarela no Brasil. Revista Pan-Amazônica de Saúde, Ananindeua, PA, v. 2, n. 1, mar. 2011

TAUIL, P. L. Aspectos críticos do controle da febre amarela no Brasil. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 44, n. 3, p. 555-558, 2010.

SESAB. [Mapa vacinação da Bahia] .2017. Disponível em :http://www.saude.ba.gov.br/novoportal/index.php?option=com_content&view=article&id=11595:perguntas-e-respostas-febre-amarela&catid=103:febre-amarela. Acesso em 23 de março de 2017.

Anúncios

Semana da Internet Segura 2013 – Vírus

Olá, pessoal!

Aproveitando a Semana da Internet Segura deste ano trazemos hoje um tema importante e para o qual devemos estar sempre atentos(as) ao navegar pela internet: os famosos e temíveis vírus de computador. Os vírus de computador são programas desenvolvidos por programadores mal-intencionados e que tem, como os vírus biológicos, a capacidade de infectar o sistema operacional, fazendo cópias de si mesmo e tentando se espalhar para outras máquinas através de e-mail, troca de arquivos e programas ou outros meios.

PW_DIA_INTERNET_SEGURA_2013

Sabemos que a maioria dos casos de contaminação por vírus de computador acontece por descuido do(a) usuário(a), quando este(a) executa o arquivo malicioso contido no anexo de uma comunicação, quando utiliza dispositivos infectados como pen drives, CDs ou outros, ou ainda por falha do sistema de segurança do computador – geralmente quando este está desatualizado.

Por isso a Safernet Brasil traz, em sua cartilha para o uso seguro do ciberespaço, uma série de informações sobre os cuidados a serem tomados para evitar os indesejados vírus, como não abrir e-mails nem arquivos de estranhos e sempre utilizar programas antivírus atualizados. Os Softwares Livres também são recomendados, pois costumam ser mais seguros contra os vírus e outras formas de ataque ao sistema operacional.

Acessem a cartilha da Safernet Brasil e confiram mais dicas sobre os vírus e de como evitá-los clicando aqui.

É isso aí, galera: “Navegar é preciso”, mas com segurança e responsabilidade, heim?!

Ótimos estudos!

Dia Mundial de Luta Contra a AIDS

Olá, pessoal!

O Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, foi criado pela Organização Mundial de Saúde em 1987 e, desde então, 1º de dezembro é marcado por uma série de ações que visam chamar a atenção da sociedade para a necessidade do tratamento adequado das pessoas infectadas pelo vírus HIV, causador da AIDS – erradicação do preconceito e uma forma de salientar sua prevenção.

As principais formas de contágio com o vírus HIV são: através de relações sexuais sem proteção(camisinha), objetos perfurocortantes contaminados ( seringas, alicates, lâminas de barbear), leite materno e transfusões sanguíneas.

É importante lembrarmos que ainda não existe cura para essa síndrome e que a reflexão e ação sobre esse tema faz-se necessária não apenas nesse dia, mas sim, em todo tempo.

Saibam um pouco mais sobre as DSTs e AIDS nos links abaixo:

Campanhas Educativas – Saúde e Sexualidade: 5- DST’s e AIDS

Educação Sexual – Informação, Conscientização e Saúde!

Síndrome da imunodeficiência adquirida

pw-DIA-MUNDIAL-COMBATE-AIDS-2012

Abraços!

Fonte: http://ambiente.educacao.ba.gov.br/conteudos-digitais/conteudo/exibir/id/1565; http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_da_imunodefici%C3%AAncia_adquirida; https://oprofessorweb.wordpress.com/2012/01/09/educacao-sexual-informacao-conscientizacao-e-saude

Bactérias – Temidas, porém essenciais!

Olá, galera!

Tudo legal?

Elas já causaram terror em muitas pessoas, e em outras deixaram “lembranças” nada agradáveis. Um dos organismos mais antigos já encontrado na terra, as bactérias são unicelulares, estão em toda parte e o que muitos não sabem é que elas são essenciais para a vida em nosso planeta, visto que muitas desempenham papel fundamental para o meio ambiente.

Já imaginaram o que seria de nós se elas não decompusessem as matérias orgânicas sem vida?

Para entendermos melhor sua importância, como elas podem afetar nossa saúde (cáries, chulé, furúnculo, sistema imunológico, etc) e muito mais, que tal imaginarmos se fossemos uma delas?

Parece estranho, não é? Mas podemos tentar!

É só acessarmos no Ambiente Educacional Web o conteúdo “Ah, se eu fosse uma bactéria“: Clique aqui! Para uma visão mais ampla desses seres e diferenças entre vírus, vale a pena conferir também “Vírus e bactérias“: Clique aqui!.

Perceberam que nem sempre quem parece ser vilão realmente é?

Por isso é necessário conhecermos de fato todos os processos que se passam em nosso redor, para tiramos conclusões baseados neles.

 

 

Estudar é realmente surpreendente!

Abraços e até a próxima!


Fonte:http://homologa.ambiente.educacao.ba.gov.br/conteudosdigitais/conteudos/listar/buscaurl/%20BACT%C3%89RIAS; http://pt.wikipedia.org/wiki/Bact%C3%A9ria