Dia da Internet Segura

logo

 

Olá, turma!

Já parou para pensar o quanto a internet é presente em nossas vidas atualmente? Ela está em diversas esferas da nossa vida, mostrando que é uma ferramenta poderosa, capaz de nos auxiliar em inúmeras tarefas diárias.

Um aspecto muito interessante sobre a internet é o avanço que as tecnologias da comunicação e da informação tiveram. Por exemplo, hoje é muito fácil ter notícias de um amigo que mora longe; de fazer novas amizades em países que você nunca visitou; ou até mesmo ter acesso a informações que antes pareciam impossíveis de alcançar. A rede mundial de computadores é realmente uma das maiores criações do século passado.

Mas como toda ferramenta, o uso da internet deve ser consciente e de forma crítica. Existem pessoas que estão dedicadas a cometer crimes na rede e é importante estar atento a essas ações. Mas talvez você esteja se perguntando como se preparar para essas situações. Alguns cuidados são bem simples, como: não fornecer informações pessoais para desconhecidos; não criar senhas óbvias como a data de aniverśario; e não preencher formulários de sites duvidosos.

Para discutir essas questões, a SaferNet criou uma campanha que vai dialogar sobre o uso responsável da internet.

Confira: http://www.diadainternetsegura.org.br/site/sid2016

“O Desabafo é plural em suas singularidades”

Foto: Autorretrato

Foto: Autorretrato

A soteropolitana Monique Evelle Nascimento Costa tem 20 anos, está no 4º semestre do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades com ênfase em Política e Gestão da Cultura, na Universidade Federal da Bahia (UFBA), e é moradora do Nordeste de Amaralina, em Salvador. Em 2011, fundou o Desabafo Social, uma rede que atua promovendo ações de direitos humanos. Desde agosto do ano passado, é Secretária Geral da Rede de Participação Juvenil da Associação Brasileira de Magistrados, Promotores de Justiça e Defensores Públicos da Infância e da Adolescência (ABMP) e também foi escolhida para ser uma jovem multiplicadora da SaferNet Brasil, entidade referência no enfrentamento aos crimes e violações aos Direitos Humanos na Internet. Além disso, é a representante da região Nordeste da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadores, cujo trabalho é facilitar a troca de conhecimentos e experiências de grupos de comunicação da Região Nordeste. Nesta entrevista, feita por e-mail, Monique explica como se dá o trabalho desenvolvido no Desabafo Social, como uma pessoa pode se tornar colaboradora, o reconhecimento recebido e a perspectiva do projeto para o futuro. Confira!

Blog do Professor Web: O que motivou a criação da rede Desabafo Social?

Monique Evelle: O que motivou foram as referências que fui tendo no caminho, como, por exemplo, o livro Por uma semente de Paz [de Ganymédes José], que li quando estava na terceira série. O livro conta a história de uma professora que foi lecionar numa periferia e conseguiu mudar a realidade dos alunos e da comunidade. Eu sempre quis ser aquela professora.

BPW: Quais são as ações da iniciativa?

ME: Realizamos oficinas, rodas de conversas relacionadas aos temas voltados para Direitos Humanos da Infância e da Juventude, Comunicação e Educação. Temos um programa de rádio online, um blog totalmente colaborativo e, agora, começamos a fazer cobertura e assessoria educomunicativa.

BPW: Como uma pessoa pode entrar nessa rede?

ME: Apesar de termos colaboradores espalhados por seis estados, costumamos dizer que o Desabafo possui uma infinidade de

Monique, no Nordeste de Amaralina, numa das ações do Desabafo Social

Monique, no Nordeste de Amaralina, numa das ações do Desabafo Social. Foto: Tâmara Brito

pessoas, porque encontramos sempre alguém na rua, nas atividades, que diz: “Eu também sou Desabafo Social.” Isso é demais! Para facilitar essa participação na rede, disponibilizamos materiais de apoio e oferecemos suporte para que atividades sejam consistentes e interativas. Quem quiser participar do Desabafo, é só articular conosco as oficinas nas escolas, comunidades e organizações; debates, divulgar em redes sociais, escrever para o nosso blog e etc. E também, suas ideias e ações devem, com certeza, não violar os direitos humanos.

BPW: Qual é o seu objetivo com o Desabafo Social?

ME: É continuar inspirando pessoas. Inspirar para transformar. Comunicar para transformar.

BPW: Como você falou, o Desabafo Social tem colaboradores em mais seis estados do país. Como essa expansão acontecceu?

ME: Em dezembro de 2012, quando lançamos a primeira edição da nossa revista online [a Desabafo Social], as pessoas começaram a procurar o Desabafo para poder realizar as ações. Tive que pensar em estratégias para formar uma rede de adolescentes e jovens. Além disso, como o Desabafo utiliza uma linguagem adaptada para cada público, isso faz com que as pessoas se sintam parte de toda construção, se sintam parte do Desabafo.

BPW: Em termos educacionais, quais são os impactos que projeto traz para a sociedade?

ME: Todas as crianças, adolescentes e jovens que participaram do Desabafo, conseguem, hoje, aguçar o olhar crítico em relação às questões sociais. Não são mais omissos às informações transmitidas pelos meios de comunicação de massa. Um exemplo claro disso é uma menina de nove anos, que articula com seus colegas e professores ações que, geralmente, não são discutidas na escola, como direitos humanos na internet, racismo e intolerância religiosa.

BPW: Como as tecnologias digitais auxiliam no desenvolvimento do projeto?

ME: Apesar de grande parte dos brasileiros ainda não ter acesso a internet, se não fossem as TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação), não haveria expansão e continuidade do Desabafo. Não temos nenhum apoio financeiro para impressão da nossa revista, logo, publicamos online. Não temos como ter um espaço numa rádio FM de grande porte, logo, é preciso ser online.

Fotografia de Julianne Gabillaud

As crianças do Nordeste de Amaralina vão em direção a Monique: reconhecimento. Foto: Julianne Gabillaud

BPW: O seu trabalho já foi reconhecido por algumas instituições, uma vez que você já recebeu vários prêmios. Como você encara isso?

ME: É muito bom ver um trabalho de formiga sendo reconhecido. Os reconhecimentos vêm com tempo, mas a gente nunca espera. Sempre é um surpresa.

BPW: Quais são as perspectivas de futuro para o Desabafo Social?

ME: Espero que o Desabafo continue crescendo e que, com o tempo, possamos ter nosso espaço físico e conseguir apoio logístico para continuar fazendo bem o que a gente faz.

BPW: Tem algo que não foi perguntado e que você gostaria de falar?

ME: Costumamos dizer, no Desabafo, que “eu sou porque nós somos.” A ideia é mostrar que o Desabafo é plural em suas singularidades.

 

Monique Evelle: http://moniqueevelle.wordpress.com/.

Desabafo Social: http://desabafosocial.com.br/blog/.

Semana da Internet Segura 2014

Olá, amig@s!

Entre os dias 10/02 e 14/02/2014, temos um encontro marcado para discutir e promover o uso da internet de forma segura e divertida. Com o tema “Construindo juntos uma internet melhor”, a iniciativa visa mobilizar os jovens para que eles participem e opinem a respeito da construção de alternativas que estimulem reflexões éticas a respeito do uso da internet.

Para os idealizadores do projeto “a proposta desta iniciativa anual é estimular que diferentes atores realizem atividades de promoção do uso responsável e seguro da internet nas principais regiões do país e do mundo”.

Mobilize a sua turma e compartilhe essa ideia de utilizar o ciberespaço de forma segura e consciente.

PW-dia-internet-2014-POST

Então, anote na sua agenda o nosso encontro!

Abraços e até lá! 

 

Fonte: http://www.safernet.org.br/site/

http://www.diadainternetsegura.org.br/site/sid2014

 

Cine PW: “Confiar”

Olá, turma!

O Cine PW de hoje traz um alerta sobre o uso seguro da internet, a fim de prevenir possíveis crimes virtuais como chantagem, aliciamento, roubo de dados, cyberbullying e outros.

Indicamos o filme “Confiar“, que conta a historia do casal Will (Clive Owen) e Lynn (Catherine Keener) que resolve presentear sua filha Annie (Liana Liberato) com um computador. O casal está convencido de que havia criado seus três filhos em um ambiente aberto e saudável e que já poderia confiar em Annie. Quando Annie faz um novo amigo pela internet – um garoto de 16 anos chamado Charlie que ela conheceu num chat de relacionamento, Will e Lynn deram toda a atenção. Sentaram com a filha, conversaram sobre o assunto e viram as fotos que o menino tinha enviado. Quando Annie e Charlie marcam um encontro, sem que os pais dela saibam, o que acontecerá em apenas 24 horas irá mudar a família para sempre.

SaferNet e o uso seguro da internet


Para saber mais sobre o assunto e conhecer a SaferNet cliquem aqui.

Para fazer o download da cartilha com dicas do uso seguro da internet cliquem aqui.

Conheçam aqui as SaferDicas em quadrinhos.

Um abraço, pessoal!

Mídias, Tecnologias e internet segura

Olá, pessoal!

Hoje trazemos uma dica que vai orientar professores(as) bem como estudantes, sobre o uso de mídias e Tecnologias na Educação.

A Secretaria de Educação da Bahia elaborou uma cartilha que apresenta os materiais disponíveis na Internet e em outras mídias. A cartilha faz referência também sobre o Professor Web e fornece dicas de segurança na internet disponibilizadas pela Safernet.

Vocês podem baixar a cartilha e compartilhar com quem quiser, pois está licenciada pela Creative Commons

Clique na imagem e baixe a cartilha.

Acessem também o site da Safernet e conheçam os conteúdos educativos como jogos, vídeos e sugestão de atividades sobre o Dia Mundial da Internet Segura.

Abraços e excelente leitura!

Por Mariana Machado – Relações Publicas Rede Anísio Teixeira

 

Semana da Internet Segura – Cyberbullying

Olá! Dando continuidade à semana da Internet Segura, hoje falaremos sobre um assunto que você, algum parente ou amigo podem ter sido vítimas: cyberbullying. O cyberbullying ocorre quando alguém constrange, humilha, usa rótulos pejorativos ou imagens que ridicularizam os outros, por meio das tecnologias da informação e comunicação, tais como: internet, celular, etc. Se você conhece alguém que, por e-mail ou em recados nas redes sociais se comporta de tal maneira, fique atento, essa pessoa tem que ser denunciada.

 

Essas atitudes não são engraçadas e ao menor sinal de abuso na web, denuncie.

Acesse http://www.safernet.org.br/site/ e saiba mais.

Abraços!

SEMANA DA INTERNET SEGURA – NAVEGANDO COM CONSCIÊNCIA.

Olá, galera!

Vocês concordam que a Internet nos propicia diversas informações e facilidades na comunicação, não é mesmo?

Mas em meio a todos esses benefícios, no mundo virtual também acontecem crimes e situações que podem nos deixar em riscos.

Nesse sentido, a ONG baiana SaferNet em uma iniciativa pioneira no Brasil, nos orienta a reconhecermos o perigo na web e como utilizarmos essa excelente ferramenta com consciência e segurança. No último dia 07, comemoramos o Dia da Mundial da Internet Segura e durante essa semana estaremos divulgando as dicas e orientações dos nossos parceiros aqui no blog.

E hoje, sugiro um passeio especial nos jogos do hotsite da campanha e cartilhas educativas, que vão tornar o seu processo de aprendizagem e conscientização ainda mais divertido.

Lá, estão disponíveis várias opções de jogos, como: Alfabeto de Sabão Calendário Mágico, Direito da Criança, jogo do plural e cartilha com saferfDic@s, elaborada especialmente para potencializar o uso saudável e responsável da Internet.

Não deixem de conferir essa importante iniciativa da SaferNet!

Cartilha: Clique aqui e Jogos Clique aqui

Então, se amarraram nessa dica, hein?!

Não pecam tempo, chamem sua turma, compartilhem essa ideia e divirtam-se.

Abraços e até a próxima dica!!!