O coração do IAT

Estudante-repórter: João Pedro Santos

Ana Moreira, funcionária do Instituto Anísio Teixeira (IAT), foi entrevistada com o objetivo de falar sobre a importância do trabalho que ela realiza. A sua função é acompanhar os eventos e dar suporte logístico aos participantes do cursos. O setor no qual ela trabalha, a Coordenação de Logística de Cursos e Eventos (CLC), tem que comprovar perante o Tribunal de Contas todas as despesas do evento.

Fig.1: Coordenação de Logística de Cursos e Eventos. Foto: Marcos Valerio.

Ela cadastra os participantes e também é responsável pela lista de presença. O seu setor é constituído por quatro pessoas (um coordenador e três técnicos). O trabalho é dividido igualitariamente, tanto para o coordenador quanto para os técnicos, que acompanham todos os eventos.

Fig.2: Ana Moreira responde as perguntas do repórter. Foto: Marcos Valerio.

Quando questionada como se sente trabalhando com estudantes, ela responde: “É bom. É um público que sempre está aqui a fim de aprender coisas novas. Eu vejo que vocês têm o interesse de aprender coisas novas. Isso é bom pra gente também, porque o Instituto sempre está aberto para receber os estudantes da rede estadual de ensino”.

Anúncios

UNEB oferece 984 vagas pelo sistema de seleção do MEC

A Universidade Estadual da Bahia (UNEB) está oferecendo, através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), do Ministério da Educação (MEC), que utiliza o desempenho do candidato no Enem para ingresso em instituições de ensino superior,  984 vagas distribuídas entre 92 opções de cursos nos 24 campis da universidade. Desse total, a instituição reserva 350 oportunidades para candidatos negros oriundos da rede pública de ensino e 94 para indígenas em caráter de sobrevagas, de acordo com o edital do processo seletivo.

uneb

Os interessados em concorrer às vagas do certame devem se inscrever até o dia 11 de janeiro exclusivamente pelo site http://sisu.mec.gov.br, podendo escolher até duas opções de cursos oferecidos pela UNEB. As inscrições são gratuitas.

O Sistema do MEC fará a seleção dos inscritos de acordo com o desempenho que obtiveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012.

Democratizar acesso ao ensino superior

De acordo com Jairo Sá, gerente de seleção discente da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) da UNEB, o SiSU é mais uma opção para os interessados em ingressar na instituição, que é pioneira entre as universidades estaduais baianas na adesão ao sistema do MEC.

“Esse programa promove uma democratização do acesso ao ensino superior, é uma alternativa inclusiva e gratuita”, ressalta Jairo.

A primeira chamada de candidatos selecionados será divulgada no dia 14 de janeiro e a matrícula na universidade irá acontecer nos dias 18, 21 e 22.

Os interessados podem consultar as vagas disponíveis, o termo de participação da UNEB no SISU, informações sobre os cursos e turnos das aulas, além dos documentos necessários para matrícula, no site www.uneb.br/sisu.

A UNEB participa pela quinta vez do sistema de seleção do MEC. Em 2011, a universidade ofertou 684 vagas no SiSU, e em 2012 foram disponibilizadas 1.069 vagas.

Já este ano, a instituição ocupa o terceiro lugar em oferta de vagas pelo SiSU na Bahia, com 984 vagas, de um total de 5.496 vagas oferecidas no estado.

Informações: Prograd/Campus I – tel. 0800 071 5000.

Fonte: Ascom/Uneb

Fonte: http://www.educacao.estudantes.ba.gov.br/node/4119

Jovem embaixador da Bahia embarca para os EUA

O Jovem embaixador brasileiro Nil Everton dos Santos, 18, estudante do Colégio Estadual Thales de Azevedo embarcou, nesta terça-feira (08/01), rumo aos Estados Unidos. A primeira parada do adolescente é em Brasília, onde permanece até o dia 11. Depois, segue para Washington. A estadia nos Estados Unidos irá durar três semanas. Nil Everton é o único representante da Bahia na 10ª edição do Programa de Intercâmbio Cultural Jovens Embaixadores 2013, promovido pelas Embaixadas dos Estados Unidos da América (EUA), localizadas em vários estados do Brasil.

jovem_embaixador

Ao todo, 37 jovens brasileiros foram selecionados para participar do Jovens Embaixadores 2013. Eles passarão uma semana na capital americana onde visitarão escolas públicas, monumentos históricos, museus e outras organizações. Nas duas semanas seguintes, o grupo será dividido e cada subgrupo irá para uma cidade norte-americana para conviver com uma família que os hospedará voluntariamente.

A programação traz para Nil Everton as melhores expectativas. “Eu quero conhecer bastante a vida e a cultura americana. Tenho certeza de que vou aprender coisas que vou levar para a minha vida toda, que vão me ajudar profissionalmente e pessoalmente. Lá, vou trabalhar com valores, trabalhar em grupo um perfil melhor de liderança. Vou me tornar uma pessoa melhor para a comunidade”.

Para Nil Everton, a redação sobre o seu perfil e a carta de recomendação dos professores ajudaram bastante na seleção. “’Falei que sou uma pessoa que respeita o próximo, sempre procuro me esforçar e me dedicar para fazer o melhor. Também realizo trabalhos voluntários”, lembra o estudante. Além disso, o candidato a Jovem Embaixador tem que saber a língua inglesa e ser um bom aluno.

Exemplos na comunidade – O Programa Jovens Embaixadores busca beneficiar alunos brasileiros da rede pública de ensino que são exemplos em suas comunidades por meio de sua liderança, atitude positiva, consciência cidadã, excelência acadêmica, e conhecimento da língua inglesa. O Jovens Embaixadores é uma iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, desenvolvida em parceria com o Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), o Ministério da Educação (MEC) e a rede de centros binacionais Brasil-Estados Unidos.

Para saber como se tornar um Jovem Embaixador consulte o endereço eletrônico www.embaixadaamericana.org.br

Fonte: http://www.educacao.estudantes.ba.gov.br/node/4125