Ética e Cidadania no cotidiano do estudante: exercícios educativos em processos de construção a partir da Escola

Ética é uma expressão complexa. Vem sendo tratada cotidianamente como um atributo, uma coisa que se tem ou não tem. Observando sua história no planeta e seus significados em diversas culturas, percebe-se o quanto é necessário entender melhor sua pertinência.

Segundo Desmond Tutu, arcebispo anglicano emérito da Cidade do Cabo, na África do Sul, e prêmio Nobel da Paz o conceito “Ubuntu” sustenta a noção de Ética numa visão global no continente africano. Nas suas palavras,  falando sobre o tema no evento Global Ethic Lectures na Alemanha em 2009, “`Ubuntu trata do “valor das pessoas, sua dignidade, sobre o seu valor. `Ubuntu` fala sobre o fato de que pertencemos a uma mesma família; à família humana, à família de Deus`”.

teamwork-454884_960_720

Cooperação. Imagem disponível em http://www.pixabay.com

Para os gregos antigos (século V a.C.), a Ética consiste numa forma de saber que se refere à moral enquanto orientação das condutas do ser humano em diversas instâncias; no Estado, num grupo social-religioso e/ou no Cosmo.

Nas civilizações orientais (de maneira geral), a Ética está associada de forma profunda à compreensão das relações estabelecidas entre os seres humanos e a natureza, onde o equilíbrio parece ser o objetivo buscado como forma de guiar filosoficamente os modos de ser e existir.

Atualmente e mais precisamente na sociedade brasileira, o conceito de Ética vem passando por algumas crises ora benéficas, ora prejudiciais. As crises são benéficas quando nos fazem pensar sobre a Ética problematizando nossas ações em prol de melhorias possíveis em atitudes e visões de mundo. A crise é prejudicial quando relativiza ações humanas que devem ser superadas, como o autoritarismo e a falta de autonomia, por exemplo.

A Escola cumpre um papel fundamental como formadora de sujeitos que possam ler o mundo de maneira crítica e autoral. A Ética – em diversas perspectivas – precisa estar presente na comunidade escolar como orientação para as formas de produzir conhecimento e para formação dos estudantes na interação com seus professores, promovendo exercícios constantes de ações éticas em construção.

fresco-67667_960_720

Afresco “Escola de Atenas”, por Rafael Sanzio, 1509-1511

Neste sentido, é preciso garantir que a Ética seja um saber a permear o cotidiano dos estudantes de modo fluido e concreto, desde o cultivo do respeito às diversas vozes que estão em cena na Escola até o debate constante sobre o ser no mundo com noção de pertença à comunidade humana, aliás, como preconiza o conceito africano de Ubuntu.

Partindo dessas premissas, existir no mundo em coletividade leva ao entendimento do que chamamos Cidadania, que desde a antiguidade clássica grega está associada ao exercício da compreensão das funções que cada um de nós possui em sociedade.

De forma prática, a Ética no cotidiano estudantil se faz com plena participação dos estudantes enquanto sujeitos que – no processo de formação – dialogam entre si e com os seus professores construindo sentidos sobre a vida e exercendo cidadania.

Assim, se faz Educação.

Para refletir sobre essa discussão, que tal assistir ao material com a temática “Cidadania e direitos humanos”, disponível no Ambiente Educacional WEB?

Segue o link:

http://ambiente.educacao.ba.gov.br/tv-anisio-teixeira/programas/exibir/id/1554

Carlos Barros

Professor da rede estadual de ensino.

Inscrições abertas – Oficinas de Interpretação e Produção de Vídeos

O Instituto Anísio Teixeira, através do programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais – Rede Anísio Teixeira, inscreve, até o dia 07/07, estudantes e professores da rede estadual de ensino nas oficinas de Interpretação e Produção de Vídeos Estudantis.

interp-prod-video-est

Fig.1: Banner de divulgação. Arte: Josymar Alves

Com carga horária de 40h e objetivando a preparação adequada ao exercício da interpretação e da produção audiovisual nas escolas, a programação conta com conteúdos que contribuem para atividades de apreciação fílmica, produção cinematográfica e audiovisual, assim como o teatro.

Vagas e Inscrições

Estão sendo ofertadas 60 vagas. Sendo 30 vagas para a oficina de Interpretação Cênica e 30 vagas para a oficina de Produção de Vídeos Ficcionais. Para realizar a inscrição o candidato deve ler na íntegra a chamada pública e preencher a ficha de inscrição da oficina de interesse, respondendo atentamente a cada item.

Clique no link para acessar a ficha de inscrição:

Oficina interpretação cênica: http://bit.ly/290CfAB

Oficina produção de vídeos ficcionais: http://bit.ly/292YYwn

Resultado

O resultado da seleção será divulgado no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), no Blog Professor Web (www.oprofessorweb.wordpress.com) e também através de contato via e-mail e/ou telefone, até o dia 8 de julho.

Local e período da formação

A formação ocorrerá no Colégio Estadual Luiz Pinto de Carvalho, localizado R. Ana Mariani Bitencourt, S/N – São Caetano (final de linha), Salvador – BA.

Os encontros acontecerão de 11 a 22 de julho de 2016 (segunda a sexta-feira, no turno vespertino).

Maiores informações pelo e-mail: rede.anisio@educacao.ba.gov.br ou pelo telefone 71 3116-9061.

Instituto Anísio Teixeira abre inscrições para Oficina de Produção de Mídias Estudantis

O Instituto Anísio Teixeira, por meio do Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino, Rede Anísio Teixeira – Rede AT, abre inscrições para a Oficina de Produção de Mídias Estudantis. O objetivo da oficina é formar estudantes e professores da rede pública de ensino para atuarem como produtores e gestores multimídia, além de estimular o uso de softwares livres nas unidades escolares.

Fig. 1: banner de divulgação

Fig. 1: banner de divulgação

Inscrição

Professores e estudantes do ensino médio da rede pública de ensino da Bahia têm até o dia 01 de julho para se inscrever na atividade de formação. O curso tem carga horária de 56 horas e disponibilizará 20 vagas, sendo 4 para professores e 16 para estudantes.

Para participar da seleção, é muito fácil:

1ª fase: basta ler na íntegra a chamada pública e preencher a ficha de inscrição, respondendo atentamente a cada item.

2ª fase: após análise de ficha de inscrição, serão convocados 40 candidatos para uma entrevista presencial. Essa etapa é classificatória e, através dela, serão selecionados os 20 candidatos que participarão do curso.

Resultado

O resultado da primeira fase será divulgado no dia 08 de julho (análise do formulário de inscrição). Já o resultado final será informado após a segunda fase (entrevista), no dia 15 de julho 2016, no Portal da Educação, aqui no Blog do Professor Web e também através de contato via e-mail e/ou telefone.

Local e período da formação

A formação ocorrerá no Instituto Anísio Teixeira (IAT), instituição situada na Estrada da Muriçoca, Avenida Paralela, Salvador – BA. (Próximo ao Colégio de Aplicação Anísio Teixeira) . A oficina vai acontecer no período de 18 de julho a 01 de agosto de 2016 (exclusivamente no turno vespertino, das 14h às 18h ).

Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail rede.anisio@educacao.ba.gov.br ou pelo telefone (71) 3116- 9061.

Vem compartilhar o seu mundo com a gente!

Caravana Digital – A comunidade escolar em destaque!

Olá, amig@s!

Em mais uma edição da Caravana Digital, evento promovido pela Rede Anísio Teixeira – Rede AT em parceria com as escolas estaduais da Bahia, pudemos conferir no Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira – CEAAT (São Marcos) e Colégio Estadual Mestre Paulo dos Anjos – CEMPA (Bairro da Paz) o quão participativos/as e engajados/as são os/as estudantes da rede pública de ensino.

As mídias e tecnologias educacionais produzidas/difundidas pela Rede AT -Ambiente Educacional Web, TV Anísio Teixeira e Blog do Professor Web e Professora OnLine – foram apresentadas por meio de jogos e dinâmicas que agregam ludicidade aos conhecimentos dos estudantes e favorecem o fortalecimento de iniciativas que integram a ciência e a cultura na formação educacional.

rect134010

Durante a Caravana Digital, os/as professores/as participaram da formação em apropriações tecnológicas no ensino e aprendizagem, com os/as educadores/as da Rede AT e, no palco, os talentos artísticos dos/as educandos/as – potencializados no ambiente escolar – eram compartilhados por meio da música, teatro, apresentações de dança, capoeira. A cada performance, pudemos perceber que a valorização das produções colaborativas/criativas pela escola pode fazer a diferença no contexto da comunidade, onde as demonstrações plurais de saberes, mais uma vez, afirmaram que os/as que aprendem também têm muito a ensinar.

Confiram a galeria de fotos: cliquem aqui!

“Na escola pública, estudante é capaz, não dá mole, não vacila e nem vai ficar para trás.” (Rap do Professor Web)

 

Que tal levar a Caravana Digital para a sua escola? Deixe o seu comentário para saber como!

Abraços!

Tenda Digital: você viu?

Oi, pessoal! Tudo bem?

Na semana passada, durante o 2º Encontro Estudantil Todos pela Escola, o Professor Web (PW) interagiu com professores e estudantes na Tenda Digital, um espaço que unia arte, ciência e tecnologia.

foto-encontro

Na Tenda Digital a interação com os estudantes foi intensa e muito dinâmica, com computadores disponíveis para a equipe da Rede Anísio Teixeira apresentar diversas mídias e tecnologias livres, oficinas de produção audiovisual e o espaço mais agitado da Tenda, o Palco Livre, em que estudantes, professores e artistas das mais diversas áreas se apresentaram cantando suas músicas de preferência, recitando poesias, cordéis e até mesmo improvisando um rap ou beat box. O rap do Professor Web também teve seus momentos no Palco Livre, e até algumas variações com outros ritmos foram feitas pelos visitantes. Veja uma das improvisações:

Um dos estudantes que estiveram conosco, Bruno Stronda, 21 anos, do Colégio Estadual Liberdade, localizado em Itaberaba, elogiou a iniciativa. “Eu achei esse espaço bacana, interativo e cheio de coisas interessantes. Nunca tinha vindo a Salvador e achei que o 2º Encontro Estudantil foi nota dez”. A Tenda Digital reuniu os trabalhos dos três projetos realizados pela Rede Anísio Teixeira, que são desenvolvidos em parceria com professores e estudantes das escolas públicas baianas: Ambiente Educacional Web, Blog do Professor Web e a TV Anísio Teixeira.

Edilson Barreto, 24 anos, estudante da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Colégio Estadual Centenário, que também fica em Itaberaba, falou com entusiasmo sobre o Palco Livre da Tenda Digital, um local em que os estudantes mostraram vários talentos artísticos: “No Palco Livre, a gente teve a oportunidade de conhecer e interagir com outros músicos e outros artistas, isso é excelente. Foi uma das grandes ideias que a organização do evento teve”, concluiu.

Bianca Almeida

Bianca Almeida e Raulino Júnior, da equipe do PW. Foto: Gabriel Luhan

A estudante Laís Santiago, 17 anos, do Centro Educacional 30 de Junho, que fica em Serrinha, avaliou o 2º Encontro Estudantil e foi taxativa: “Achei muito mais organizado neste ano. Eu participei do AVE e acho que é um ótimo projeto, porque você expõe todas as suas ideias; o que você sente, você pode expressar na arte”. Já Bianca Almeida, 15 anos, do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira, sediado em Salvador, foi apenas prestigiar o evento, sem ter participação efetiva nos projetos, mas também não deixou de elogiar.  “Eu achei bem interessante, porque você acaba conhecendo outras ideias e tendo novas ideias para futuros projetos. E, na Tenda Digital, você podia se expressar e se divertir. Eu achei muito criativo e bem legal!”. Na nossa galeria no Flickr, vocês poderão ver mais registros do evento, assim como na TV Professor Web, nosso canal no YouTube. Cometem! Compartilhem! Interajam! E você? O que achou da Tenda Digital? Caso tenham filmado ou fotografado esse espaço é só deixar os links aqui nos comentários.

A equipe do PW parabeniza @s estudantes que participaram do 2º Encontro Estudantil! Até 2014, moçada!

Início do ano letivo 2013 – Mensagem do Professor Web

Olá, educadores/as e estudantes!

Iniciamos mais um ano letivo da rede estadual de ensino da Bahia.

Sabemos da importância da educação pública, gratuita e de qualidade para a nossa sociedade. Ideais defendidos fervorosamente por educadores/as ao longo dos anos em nosso país, a exemplo de Anísio Teixeira, Cosme de Farias, Paulo Freire, entre outros/as que lutam, ainda que, no anonimato.

O espaço escolar possibilita, além de interação social, acesso aos saberes científicos e construção desses, bem como os “saberes populares”, que influenciam e beneficiam diretamente o nosso cotidiano e os saberes escolares também.PW-Voltas-aulas-POST

No compromisso ético e profissional de professores(as) e funcionários(as), em laços afetivos e respeito mútuo entre educadores/as e estudantes, na alegria e esperança da consolidação de direitos, é em meio a essa atmosfera, que queremos estar ao longo desse ano com vocês, aprendendo a conviver, a ser e fazer da educação a ponte que nos transporta para o novo, sempre.

Convidamos a todos/as para interagirem em nossas mídias, que essas despertem e agucem criticamente, cada dia mais, a curiosidade inerente a cada um/a, pois acreditamos que um mundo de possibilidades se revela para aqueles/as que buscam, no direito de aprender, a base para transformação do meio em que estão inseridos/as e evolução pessoal.

Confiram, no vídeo abaixo, um pouco sobre nós e no que acreditamos e buscamos.

Abraços do professor web e equipe!

I Semana do Professor – As Tecnologias e a educação

Olá, pessoal!

Tudo bem?

Atualmente vivemos a chamada era das tecnologias, que mudou significativamente em diversos aspectos a forma com que nos relacionamos com o mundo. Visto que a maior parte de nossas ações está diretamente ligada a esses fatores, ainda que não que sejamos obrigados a dominar ou de alguma forma acompanhar essa frenética evolução, em muitos casos, ao não nos adaptarmos a essa nova realidade, acabamos sendo excluídos de alguns processos inerentes a esse fato.

Esse tema é de expressiva importância na área que é um pilar da sociedade: a educação. Muitos(as) professores(as) têm a tecnologia como uma grande aliada, pois esta auxilia, dinamiza e favorece a construção e aplicabilidade de diversos conteúdos. Visto que o número de informações que os(as) estudantes acessam é cada vez maior e como é comum vermos crianças com grande conhecimento em informática, os(as) educadores(as) que ainda não tem intimidade com essa prática vem buscando se aprimorar afim de não se distanciar dessa evolução, bem como atualizar a suas praticas pedagógicas.

Acerca deste assunto conversamos com Marta Cristina Dantas Durão Nunes, coordenadora do Curso Técnico de Informática do Colégio Estadual Bolívar Santana.

Equipe ProfessorWeb – Qual a sua relação, enquanto professora, com as tecnologias de informação e comunicação (TIC) em sala de aula?

Marta Cristina – Num mundo onde a informação e o conhecimento são, cada vez mais, a principal fonte de transformações da sociedade, torna-se obrigatório usar as novas tecnologias também na educação. Educar com novas tecnologias é um desafio que até agora não foi enfrentado com profundidade. Temos feito apenas adaptações, pequenas mudanças, estamos aprendendo, fazendo. Os modelos de educação tradicional não nos servem mais, por isso é importante experimentar algo novo em cada ano, pouco a pouco iremos avançando e mudando. O professor deste novo século não pode simplesmente deixar o tempo correr, sem observar as mudanças que lhe estão sendo impostas.

Continue lendo