Cobertura Colaborativa – Abertura do 4° Encontro Estudantil

Estudante-repórter: Tayline Alves

Olá, pessoal!

Na reportagem de hoje, falamos sobre a participação dos 10 jovens dentro da Cobertura Colaborativa do 4º Encontro Estudantil. Eles expressaram suas expectativas sobre a participação no Encontro e o que estão achando de tudo que está acontecendo neste primeiro dia.

Apertem o play e confiram:

 

SAM_3284
A estudante-repórter Tayline Alves. Foto: Raulino Júnior

Tayline Alves tem 17 anos, é estudante do Colégio Estadual Polivalente do Cabula, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil.

 

Anúncios

Radiola PW – Herdeiros do Futuro

PW-Radiola

 

Olá, galera esperta!

A Radiola PW, inspirada no Dia do Estudante, vai indicar a música “Herdeiros do Futuro”, de Toquinho e Elifas Andreato. A canção foi composta para o disco “Toquinho e convidados”, de 1997, e que trata de um assunto muito importante: o futuro do nosso país.

A letra provoca a reflexão sobre o cuidado que devemos ter para que o avanço ou melhoramento do país usando elementos da natureza, como: “Será que no futuro haverá flores?/Será que os peixes vão estar no mar?/Será que os arco-íris terão cores”.

Mas também podemos enxergar esses mesmos aspectos de forma metafórica, trazendo para outras esferas de nossa sociedade, como educação e saúde. A letra da canção diz:“Vamos ter que cuidar bem desse país”. Ou seja, podemos perceber que a missão que os estudantes e professores têm em mãos é bastante árdua e importante, já que construir uma nação melhor não é uma tarefa simples, mas não é impossível.

HERDEIROS DO FUTURO
Toquinho – Elifas Andreato

A vida é uma grande amiga da gente,
Nos dá tudo de graça pra viver:
Sol e céu, luz e ar,
Rios e fontes, terra e mar.

Somos os herdeiros do futuro
E pra esse futuro ser feliz
Vamos ter que cuidar
Bem desse país.

Será que no futuro haverá flores?
Será que os peixes vão estar no mar?
Será que os arco-íris terão cores,
E os passarinhos vão poder voar?

Será que a terra vai seguir nos dando
O fruto, a folha, o caule e a raiz?
Será que a vida acaba encontrando
Um jeito bom da gente ser feliz?

Vamos ter que cuidar
Bem desse país.

 

 

 

UNEB inicia inscrições para Vestibular 2014; são 4.451 vagas em 24 campi

Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação


Os interessados em concorrer a uma das
4.451 vagas que serão ofertadas no Vestibular 2014 já podem se inscrever — exclusivamente pela internet — no endereço www.vestibular.uneb.br.

As vagas disponibilizadas estão distribuídas em mais de 100 opções curriculares de graduações presenciais, oferecidas nos campi de Salvador e outras 23 cidades baianas.

Os candidatos terão até o dia 13 de outubro para garantir participação no certame, que tem taxa de inscrição de R$ 98.

Os interessados em pleitear isenção do pagamento da taxa de inscrição do Vestibular 2014 têm até o dia 15 deste mês para se inscrever no mesmo site. O período de solicitação também começa hoje.

Pioneira no país na implantação do sistema de cotas, a UNEB reserva 40% das vagas para candidatos negros da rede pública de ensino e 5% para indígenas.

Segundo Romilda Almeida, coordenadora-geral do Centro de Processo Seletivo (CPS), as provas do certame estão previstas para serem aplicadas nos dias 24 e 25 de novembro.

A partir desta seleção, a universidade vai oferecer os cursos de Filosofia (Salvador), Engenharia Sanitária e Ambiental (Alagoinhas e Xique-Xique), Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia (Juazeiro) e Arqueologia (Paulo Afonso).

A relação de cursos, quadro de vagas, provas, normas e cronograma da seleção constam no edital da seleção.

Campanha A UNEB transforma. Você também

A campanha de divulgação do Vestibular 2014 traz como tema A UNEB transforma. Você também.

De acordo com Josenildes Oliveira, coordenadora do Núcleo de Relações Públicas (NuRP) da Assessoria de Comunicação (Ascom) da UNEB — setor responsável, junto com o CPS, pela divulgação do vestibular —,a proposta é demonstrar que a universidade está ajudando a transformar a realidade em todos os territórios onde atua.

Queremos mostrar que esse estudante que chega após a aprovação também tem essa capacidade transformadora”, esclarece Josenildes.

Em julho, o CPS e o Gabinete da Reitoria (Chegab), com o apoio da Assessoria de Comunicação Social (Ascom), por meio do Núcleo de Relações Públicas (NuRP), selecionaram 120 discentes dos cursos de graduação da UNEB para atuarem como divulgadores do Vestibular 2014, na capital e no interior.

Para Josenildes, o trabalho do divulgador é importante por esclarecer para os pré-vestibulandos sobre o funcionamento e os benefícios de se cursar uma universidade pública.

É importantíssimo que o próprio discente da UNEB participe do processo seletivo. Os divulgadores, além de nos representar e sanar as possíveis dúvidas dos estudantes das instituições visitadas, acabam se tornando exemplo, principalmente para os alunos de escola pública, pois muitos vieram também das redes públicas de ensino e mostram, com suas experiências, que é possível ingressar em uma instituição gratuita e de qualidade reconhecida. A atuação desses discentes reforça e consolida e identidade visual da instituição junto aos vestibulandos e ainda serve de incentivo para que os jovens participem do nosso vestibular”, ressalta Josenildes.

Ainda de acordo com a coordenadora, 831 instituições de ensino – de 184 municípios, distritos e povoados dos estados da Bahia, de Alagoas e de Pernambuco – foram visitadas durante a divulgação do último vestibular da UNEB .

Para o assessor de Comunicação (Ascom), Toni Vasconcelos, além de ser uma universidade que vai dar uma futura profissão ao estudante, “a UNEB proporciona ao seu discente muitas oportunidades de atuar em projetos sociais que beneficiam comunidades historicamente excluídas”.

Informações: tel. 0800 071 3000 e site www.vestibular.uneb.br.

Entre em contato também pelo Facebook do Vestibular 2014: www.facebook.com/ascom.uneb

Estudante é sinônimo de sucesso!

Nesta semana, o Blog do Professor Web destina todas as postagens em comemoração ao Dia d@ Estudante, 11 de agosto, ocasião em que homenagearemos este que é um dos integrantes mais importantes da sociedade. Quem estuda, demonstra uma série de qualidades: está em busca de aprimoramento; é uma pessoa preocupada com a melhoria do mundo; ultrapassa os obstáculos; acredita que estudar é garantia de sucesso; sabe que a busca pelo conhecimento contribui para modificar a realidade na qual está inserid@; e, além de tudo, tem consciência de que estudar é abrir portas para o mundo.

 É muito comum, hoje em dia, ouvir as pessoas dizerem que estudar está na moda. Contudo, na verdade, estudar sempre esteve e sempre estará na moda. É uma tendência que não passa. A gente não estuda apenas indo para a escola, o estudo está em todas os nossos momentos de curiosidade e nos de sede por informação. Se você é estudante, sinta-se privilegiad@ por isso.

 Tod@ estudante deve se orgulhar pelo seu dia e comemorar com entusiasmo, mesmo sabendo que muitas conquistas ainda estão por vir. Com passos pequenos e firmes, chega-se a qualquer lugar. O importante não é abraçar o mundo e, sim, criar oportunidades para viver nele de forma feliz, consciente e respeitosa. A tod@s @s estudantes, nossos aplausos!

Estudantes têm até 31 para revalidar SalvadorCard

Os estudantes têm até o dia 31 deste mês para revalidar o SalvadorCard, cartão de meia passagem estudantil. Com isso, os cartões que ainda não foram regularizados em 2013 não poderão receber novos créditos. A revalidação foi iniciada em 1º de fevereiro e pode ser feita durante todo o ano, em qualquer um dos postos.

salvadorcard

De acordo com a gerente de Comercialização e Atendimento do SalvadorCard, Kátia Azevedo, de um total esperado de 300 mil alunos, apenas 30 mil fizeram a sua revalidação até o momento. Embora praticamente todas as escolas e faculdades já tenham enviado o cadastro atualizado de estudantes, antes de ir ao posto revalidar o benefício, o estudante deve consultar o site do SalvadorCard para se certificar de que está apto. Caso não esteja, deve procurar a secretaria da instituição em que está matriculado e solicitar a regularização.

Para revalidar basta comparecer a um posto levando o RG (carteira de identidade) e o comprovante de matrícula. A taxa cobrada é de R$5,60, o equivalente a duas tarifas de ônibus.

Fonte: Redação do Itapoan On Line

Fonte: http://estudantes.educacao.ba.gov.br/noticias/estudantes-tem-ate-31-para-revalidar-salvadorcard

Estudantes baianos são premiados na Febrace 2013

A produção científica está consolidada nas escolas da rede estadual da Bahia. Em 2013, quatro projetos foram premiados durante a 11ª Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), dos cinco que participaram do evento, entre os dias 12 e 16 de março, em São Paulo.  “A produção e investigação científica nas escolas estaduais é estimulada pelo projeto Ciência na Escola, que chega a todos os estudantes da rede”, afirma o Secretário da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto, explicando que o projeto inclui a formação de professores, realização anual da Feira de Ciências e, também, a edição de livros e matérias didáticos focados na realidade baiana.

Um dos destaques da Febrace 2013 foi o projeto “Ciência Virtual: modelagem de laboratórios didáticos através da realidade aumentada, sensores de movimento (kinect) e comandos por voz”, do estudante Igor Gomes da Costa dos Santos (Colégio Estadual Odorico Tavares – Salvador), vencedor de três prêmios: Milset Internacional; 2º lugar em Ciências Humanas (Individual) e Inovação em Acessibilidade e Inclusão da Pessoa com Deficiência.

Confira aqui a relação dos projetos baianos premiados na Febrace 2013

Em setembro, Igor Gomes, 19 anos, e o seu professor orientador, Jorge Lúcio Rodrigues, irão representar a Bahia no Milset Internacional (Expo-Sciences International), em Abu Dhabi – United Arab Emirates.  O estudante desenvolveu o projeto Ciência Virtual, durante o ensino médio. Atualmente, ele cursa engenharia elétrica e garante não ter dúvidas quanto ao sucesso da experiência também no exterior. “Nosso projeto vai ajudar muito na educação. Colégios que não têm laboratórios de ciências agora poderão realizar experimentos na sala de aula”.

O Colégio da Policia Militar, no bairro do Lobato, em Salvador, também foi contemplado com o prêmio American Psychological Association Outstanding for Behavioral Sciences, pelo projeto A Rádio na Escola: como a educação pode atuar na transformação e integração da Sociedade”dos alunos Luiza Vitória dos Santos Souza e Danilo Rodrigues Brito.

Escolas do InteriorDa Escola Estadual Coronel Jerônimo Rodrigues Ribeiro, do município de Uauá (438 Km de Salvador), saiu o ganhador do 3ª lugar na categoria Ciências da Saúde. Os estudantes Ana Karolina de Morais, David Gabriel de Morais e Denis dos Santos, orientados pela professora Edna dos Santos, desenvolveram o projeto A cura da gastrite através de plantas da caatinga”.

FEBRACE 2013

Para David Gabriel de Morais, que integra a equipe do projeto, o resultado vai servir de estímulo. “Vamos continuar a trabalhar com este projeto. Sempre gostei de trabalhos científicos, e uma oportunidade como esta só faz com que a gente procure,   ainda mais, esse caminho”, considera o estudante.

Já o estudante Arismário de Araújo Lima Júnior, do Colégio Estadual César Borges, no município Valente (a 238 km de Salvador), recebeu o prêmio Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, com o projeto “Guitar Control: uma alternativa lúdica para incentivar a prática de instrumentos”.

Tramontina aproveita projeto – Em 2012, os projetos científicos elaborados por estudantes da rede estadual também foram premiados na Febrace. Entre eles, o Sistema de Segurança para Fogões contra Acidentes Domésticos”, desenvolvido pelo estudante Lucas Borges, do Colégio Nossa Senhora de Fátima, no município baiano de Fátima (a 319 km de Salvador). Hoje, o projeto está no setor de desenvolvimento da empresa Tramontina.

Veja o video sobre a experiência de Lucas Borges

O estudante Lucas, filho de mecânico, afirma que desde criança teve a criatividade aguçada. “Eu sempre tive esse desejo de inventar, descobrir soluções para os problemas. Só que eu nunca tive incentivo por parte de determinado evento, quando surgiu a proposta da I Feira de Ciências da Bahia, do Ciência na Escola, eu pude colocar as idéias em prática”.

Fonte: http://estudantes.educacao.ba.gov.br/noticias/estudantes-baianos-sao-premiados-na-febrace-2013

Dia Nacional do Livro Didático

Salve, galera!

Hoje, 27/02, é celebrada no Brasil uma data muito especial para educandos(as), educadores(as) e todas as pessoas que acreditam no papel transformador da leitura e da Educação: o Dia Nacional do Livro Didático.

pw_estudante

A data remonta ao surgimento, em 1929, do Instituto Nacional do Livro (INL), órgão concebido na chamada Era Vargas – período do primeiro governo do presidente Getúlio Vargas, que durou de 1930 a 1945 – e destinado inicialmente a elaborar uma enciclopédia e um dicionário da língua portuguesa falada no Brasil, retratando a identidade e a memória nacional, além de apoiar a implantação de bibliotecas públicas em todo o país. Desde então a política oficial do Estado brasileiro para o livro didático passou por várias transformações, até chegar ao Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), instituído em 1985 e vigente ainda hoje. A partir daí o(a) professor(a) passou a escolher o livro mais adequado aos(às) educandos(as) e ao projeto pedagógico da escola. A reutilização do livro e a introdução de critérios de produção seguindo normas técnicas, com o objetivo de garantir maior durabilidade e qualidade do material, também foram importantes avanços.

A distribuição dos livros didáticos nas escolas brasileiras obedece ao seguinte ordenamento:

– 1º e 2º ano: alfabetização linguística, alfabetização matemática e obras complementares (ciências da natureza e matemática, ciências humanas, linguagens e códigos);

– 3º ao 5º ano: língua portuguesa, matemática, história, geografia, ciências, história regional e geografia regional;

– Anos finais do ensino fundamental (do 6º ao 9º ano): ciências, matemática, língua portuguesa, história, geografia e língua estrangeira moderna (inglês e espanhol);

– Ensino médio: língua portuguesa, matemática, geografia, história, física, química, biologia, sociologia, filosofia e de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

É isso aí, turma: fica a dica para reconhecermos a importância dos livros didáticos, cuidando da conservação destas obras que tanto auxiliam educadores(as) e educandos(as) a abrirem, como em todo livro, janelas para o mundo!

Até a próxima!

 

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Instituto_Nacional_do_Livro; http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=1843; http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12373%3Apnld-e-pnlem-saiba-mais&catid=311%3Apnlem&Itemid=668

Estudante de Valente conquista 1º lugar na Feira de Matemática

A estudante do 2º ano magistério Joyce Ferreira do Colégio Estadual Wilson Lins, no município de Valente (238 km de Salvador) vence, em primeiro lugar, a 7ª Feira Baiana de Matemática. O projeto que levou a aluna à vitória agora será apresentado na 1ª Feira Nacional de Matemática que acontecerá em julho 2013, na cidade de Blumenau, em Santa Catarina.

JoyceA Estudante foi campeã da categoria ensino médio e disputou a premiação com a exposição do projeto Tecendo Fios da Matemática e da Literatura de Cordel através da Modelagem Matemática. “Eu espera que o meu projeto tivesse algum destaque, mas não imaginava ganhar em primeiro lugar. Para mim, é muito gratificante receber o elogio das pessoas e ver o meu projeto sendo reconhecido”, afirma a estudante.

Joyce Ferreira foi orientado pela professora de matemática, Gilvani Macedo da Silva. “O projeto surgiu após uma visita a uma indústria de tapetes na região, e a partir daí a estudante começou a estudar sobre os preços de venda de alguns tapetes. É muito bom que este projeto seja levado adiante”, relata a professora Gilvani Macedo.

Fonte: http://www.educacao.estudantes.ba.gov.br/node/4039

CAPITAL BAIANA SEDIA IMPORTANTES ENCONTROS NA ÁREA DO ENSINO DE QUÍMICA

Olá, turma!

Aconteceram em Salvador, entre os dias 17 e 20 deste mês, dois eventos importantes para o ensino e a educação em química: o XVI Encontro Nacional de Ensino de Química (ENEQ) e o Encontro de Educação Química da Bahia (EDUQUI), este em sua décima edição. Organizados por diversas instituições de Ensino de todo o Brasil, os encontros foram sediados no campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Durante quatro dias cerca de duas mil pessoas, entre docentes, universitári@s e profissionais da educação em química se reuniram para trocar ideias, trabalhos e experiências sobre a área de ensino de química no Brasil e na Bahia, fortalecendo o diálogo entre os diversos grupos e as linhas de pesquisa no tema e contribuindo para a melhoria da formação d@s educador@s.

Para o professor do Instituto de Química da UFBA e coordenador do XVI ENEQ e do X EDUQUI, José Luis Silva “o ensino de química creseu em quantidade de pessoas, em número de trabalhos realizados, em quantidade de cursos de pós-graduação – não só na área de química mas em ciências, como um todo – e a qualidade dos trabalhos também cresceu bastante com o aprimoramento das teorias desenvolvidas no Brasil”. Ainda segundo ele “a Bahia não está entre os maiores centros, que estão no sul e sudeste do país, bem como as universidades mais fortes, mas nós temos aqui um grupo relativamente numeroso, presente nas instituições universitárias de ensino e pesquisa, tanto nas federais quanto nas estaduais”.

O professor salienta também a importancia dos encontros para a Bahia: “Um evento como esse mostra para as pessoas daqui, que não tem podido viajar para participar de outras edições do encontro, o tamanho da comunidade do ensino de química, a diversidade de temas, e isso vai abrindo horizontes, despertando interesses”.

Conversamos também com um dos participantes deste verdadeiro intercâmbio de conhecimentos, o estudante José Elias dos Santos, que cursa licenciatura em química no Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) e que nos contou com entusiasmo o que achou dos encontros: “O ensino de química avançou, tem havido um bom desempenho na área, que se reflete no melhor aprendizado da disciplina. Participei de um mini-curso sobre química na cozinha onde pudemos aprender que a química não é, como a maioria das pessoas pensa, um bicho-de-sete-cabeças: ela é simples, e é possível demonstrá-la através dos alimentos”. Ainda segundo José Elias “nós estudantes vamos levando para Pernambuco ótimos resultados e o objetivo é de que tenhamos oportunidade de nos reunirmos novamente não só aqui, mas em outros estados que sediem novos encontros de química.”

A equipe do Professor Web marcou presença nos encontros realizando a cobertura das atividades, apresentando os conteúdos digitais educacionais produzidos pel@s educomunicador@s da Rede Anísio Teixeira e fortalecendo ainda mais a interação com a comunidade escolar baiana, nossa permanente inspiração.

Vejam aqui algumas fotos do evento

Abraços e até a próxima, pessoal!

VACILANDO NA ESCOLA!

Olá, pessoal!

Todos(as) vocês já devem saber da importância da educação para a transformação das pessoas e do mundo em que vivemos, não é mesmo?!

Por isso hoje gostaria de convidar vocês a “viajar” ao som do rap de Samuel Oliveira, então estudante da Escola Técnica Luiz Navarro de Brito, em Salvador, que venceu o 1º Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), em 2008, com o vídeo da música “Vacilando na Escola”, que faz uma inteligente reflexão sobre a importância da escola pública para a construção de uma sociedade mais justa e democrática, na qual cada um de nós tem um papel fundamental, adotando atitudes positivas no cuidado, na manutenção e valorização do que é de todos(as)!

Assistam ao vídeo clicando aqui.

Saibam mais sobre o FACE acessando a página da última edição do evento aqui e no nosso blog aqui.

Conheçam também o Rap do Professor Web.

Até a próxima, galera esperta!