Escola viva

Que tal fazermos o exercício de pensar cada escola como um organismo, tipo o conceito que aprendemos nas aulas de Ciências? Mas vamos fazer isso a partir de um poema, combinado?

Escola viva

A escola é viva?

Ela respira, transpira, inspira,  excreta?
Ela se nutre, demanda energia?
De que forma? Com que meios?
Ela se reproduz, produz, cerceia?
Escasseia, esperneia, executa?
Ela é sinônimo de avanço? De luta?

Fig 1. Homem vitruviano. Leonardo da Vincci

Labuta, acorda, adormece
Empobrece, enriquece, esquece…
Ela reage, interage, disciplina?
Ou ela se esquiva, se esvai e discrimina?

Ela mantém a homeostase?
É laica, é ímpar?
Ou ela é arcaica, tradicional e simplista?
A escola é viva?
É núcleo, é sítio, é plasma?
É recreio, intervalo e adrenalina?

E o que somos? Célula?
Ser, cidadão ou o tijolo da construção?

Juntos somos saberes, sabidos e aprendentes

E essa engrenagem em plena harmonia
Funciona e fomenta

O conhecimento, o discernimento

E o cimento da democracia…

Creio que já temos elementos suficientes pra pensarmos sobre esse organismo que nos abriga. Anos e anos a fio. Lá temos uma coisa que muitas vezes nem nos damos conta: a oportunidade! A oportunidade de conhecer, explorar, reconhecer, compreender e, acima de tudo, transformar.
A escola é poder! A educação é um meio eficaz de mobilidade social, de revolução e de intervenção! Mas, você, estudante, professor, gestor e funcionário, como se sente dentro desse organismo vivo, pulsante e real?

Conheça os episódios da série “Minha Escola, meu lugar” e saiba mais sobre os projetos desenvolvidos em escolas públicas baianas

 

 

Guel Pinna

Professora da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia

Tenda Digital – Protagonismo juvenil no 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual

Estudante-repórter: Tayline Alves

Olá, pessoal!

Nesta reportagem, mostramos alguns detalhes da Tenda Digital, como a Mostra Fotográfica Faces da Escola, a Culminância Memórias e Identidades: Produção Formativa de Vídeos Educacionais, o Palco Livre, o Espaço Conectados. Ainda tem uma breve entrevista com o professor da Faculdade de Educação da UFBA, Nelson Pretto.

Confiram o vídeo:

 

 

SAM_3284

A estudante-repórter Tayline Alves. Foto: Raulino Júnior

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tayline Alves tem 17 anos, é estudante do Colégio Estadual Polivalente do Cabula, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil.

Ser Professor: Urânia Viana

Fala, galerinha!

Foto: Peterson Azevedo

Foto: Peterson Azevedo

O episódio em destaque de hoje, do quadro Ser professor, do programa Intervalo, fala de literatura e música. Apresentaremos o projeto da Professora Urânia Vianna – De onde vêm…Grandes Ideias? As muitas faces de Vinícius de Moraes.

A professora Urânia é uma inovadora no que se refere à metodologia de projetos. Professora do Colégio Estadual Rotary, localizado no bairro artístico de Itapuã, Urânia propõe a prática de leitura e criação de trovas e cordéis, com o objetivo de familiarizar o aluno do 1º. Ano do Ensino Médio com a arte da poesia, bem como estabelecer ligação com a poesia medieval portuguesa.

Foto: Peterson Azevedo

Foto: Peterson Azevedo

O projeto tem como foco a criação de trovas e cordéis a partir da leitura e estudo dos poemas e crônicas de Vinícius de Moraes, bem como a audição de suas músicas e a abertura de uma exposição com a produção dos alunos, numa forma criativa, lúdica e divertida de homenagear esse grande poeta brasileiro.

 

 

 

Foto: Peterson Azevedo

Foto: Peterson Azevedo

“Ser professor, pra mim, é ser capaz de encantar o aluno em sala de aula, através de novas ideias (…)”

Fui!

 

 

 

 

 

 

Clique na imagem abaixo para assistir ao vídeo.

Imagem: captura de tela

Imagem: captura de tela

 

Texto e Fotos: Professor Peterson Azevedo

Oficina Gestão de Blogs Livres

oficna-blog

Imagem: Josymar Alves

A fim de colocar em prática algumas de suas premissas básicas (divulgar, realizar formação de docentes e estudantes e dá apoio técnico e pedagógico ao uso de tecnologias da informação e da comunicação), o Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais – Rede Anísio Teixeira, em parceria com o Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), promove a oficina Gestão de Blogs Livres.

Com carga horária de 8h, a oficina é voltada para docentes e estudantes de escolas públicas, tem como objetivos apresentar os conceitos de criação de blogs, a partir de um desenho pedagógico minucioso, que apontará quais estratégias serão aplicadas às necessidades do(a) publicador(a), a fim de divulgar informações e conteúdos pertinentes para alcançar o público-alvo. Serão discutidos temas relevantes relacionados ao uso das TCI no contexto educacional, assim como o foco da oficina também será a gestão das funções administrativas da plataforma, busca e publicação de conteúdos multimídia livres, produção textual para blogs, além da experiência dos(as) editores(as) do blog educacional Professor Web e Professora Online.

A oficina ocorrerá na unidade do Centro Juvenil de Ciência e Cultura, em Salvador (Avenida Joana Angélica – Nazaré), nos dias 26/05 e 28/05, das 13h às 17h. Interessados(as) em participar podem enviar email(constando nome completo, unidade escolar e telefone) para o endereço: professorweb2010@gmail.com.

*Vagas limitadas

Radiola PW -Baculejo

Olá, amig@s!

O Radiola PW, estreou no blog com o intuito de analisar músicas que podem ter uso pedagógico, trazendo sempre as temáticas e discussão destas letras. No 2º Encontro Estudantil tivemos a oportunidade de interagir e conversar com diversos estudantes, sendo um desses o Arthur César estudante da rede pública de Vitória da Conquista que participou do FACE em 2013.

Por valorizarmos o fomento e o compartilhamento de produções livres e independentes por parte dos autores inseridos nas escolas públicas baianas, a equipe inicia o Radiola PW de 2014 com uma contribuição escrita por Arthur com uma análise da música “Baculejo”, que compôs para participar do FACE 2013. Participe você também e fique a vontade para sugerir músicas, em especial as de sua autoria, para compartilharmos ao longo do ano por meio do Radiola PW. E agora, confiram o texto de Arthur.

Meu nome é Arthur César, sou músico e compositor, resolvi ser blogueiro há pouco tempo no endereço http://cafecomcordas.wordpress.com e atualmente vocalista e guitarrista da banda Margô , pouco divulgada por ser um projeto recente. Baculejo é um projeto que inicialmente foi desenvolvido para o FACE (Festival Anual da Canção Estudantil.) e surgiu na cidade de Vitória da Conquista. Na sombra de uma árvore do Colégio da Policia Militar Eraldo Tinoco pensava sobre o que escreveria para compor a música do festival, e impulsionado pelas manifestações que inundaram o Brasil, resolvi pegar a mesma “vibe”. Enfim, a meta era usar a música urbana e combinar ritmos, protestar e evidenciar as mazelas brasileiras, um protesto legítimo e com um objetivo, um Brasil melhor. A construção da música foi muito divertida, depois de pronta recebi o apoio de meus colegas e amigos, e principalmente de duas figuras ilustres, Jaciara Souto (que fez toda revisão gramatical) e Jonatan dos Santos (que me ajudou muito, dos back vocals a interpretação), ambos professores do CPM , lotados na DIREC 20 .

img_0023

O titulo da música, “Baculejo” gerou curiosidade e um pouco de polêmica. Será que tal ousadia de trazer a linguagem popular do povo baiano para música daria certo? Mas aos poucos, as pessoas foram se familiarizando, e ao mesmo tempo entendendo que o Brasil precisa sim de um Baculejo, precisa ser revistado, a fim de desmascarar os verdadeiros vilões e problemas que o assolam. A música em si passa uma mensagem de indignação, abordando temas como corrupção, preconceitos raciais, alienação e subordinação de classes, democracia ilusória, entre outros…

A importância de Baculejo para as escolas públicas é mostrar a cara do estudante, desmascarar o preconceito de que os jovens provenientes da rede pública não tem capacidade de exercer o senso crítico adormecido dentro de si. Mostrar que nós jovens temos sede de revolução, de mudança, de melhoras em nosso país, é com esse intuito que componho e tenho orgulho de dizer o nome do meu colégio, mesmo sabendo que não recebi o apoio de todos nessa jornada.

Finalizando, agradeço a Secretaria de Educação do Estado da Bahia , a SEC , por promover eventos como o FACE , TAL, AVE, JERP, que me ajudaram muito a ser o que sou hoje, desde o ano de 2011 participo ativamente, e sei que assim como eu , diversos jovens tiveram e terão a oportunidade de mostrar seus talentos, sua cultura, sua arte.

E ai que tal curtir o som do Baculejo? Confira o link abaixo:

http://www.4shared.com/mp3/cqjEFFI-/Baculejo-BandaPerfil.html

Abraços!

Colégio da Polícia Militar abre inscrições para o ano letivo de 2014

Olá, pessoal!!

Foi divulgado o edital para o processo seletivo do Colégio da Polícia Militar (CPM) e Creche da Polícia Militar. As inscrições podem ser feitas pela internet a partir do dia 06/01/2014 até às 18 horas do dia 12/01/2014.

Vejam os links abaixo e sucesso.

Inscrições para Creche

Inscrições para o Colégio

Fonte: http://escolas.educacao.ba.gov.br/noticias/inscricoes-para-colegio-e-creche-da-policia-militar-estao-abertas

Cine PW: Muito Além do Peso

Salve, salve, turma!

 Vocês já pensaram sobre a qualidade dos alimentos que consumimos e de que forma eles ajudam ou prejudicam a nossa saúde?

Para refletir sobre o assunto, o Cine PW indica o documentário Muito Além do Peso.

O documentário Muito Além do Peso foi lançado em novembro de 2012, em um contexto de amplo debate sobre a qualidade da alimentação das nossas crianças e os efeitos da comunicação mercadológica de alimentos dirigida a elas. O filme é fruto de uma longa trajetória da Maria Farinha e do Instituto Alana na sensibilização e mobilização da sociedade sobre os problemas decorrentes do consumismo na infância.

Em 2008, o documentário Criança, a alma do negócio alertou para o resultado devastador dos apelos de mercado voltados ao público infantil e propôs uma reflexão sobre questões como ética e responsabilidade de cada ator social na proteção da criança frente às relações de consumo. Muito Além do Peso mergulha no tema da obesidade infantil ao discutir por que 33% das crianças brasileiras pesam mais do que deviam. As respostas envolvem a indústria, a publicidade, o governo e a sociedade de modo geral. Com histórias reais e alarmantes, o filme promove uma discussão sobre a obesidade infantil no Brasil e no mundo.

Fonte: Muito Além do Peso.