Como Driblar o Desemprego?

Os dados apresentados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) validam a ideia de que o índice de desemprego vem crescendo a “olhos vistos”. Os nordestinos são os mais atingidos pela alta taxa de desemprego e a Bahia registra o maior  índice . O que temos ? Um país com  11,1 milhões de pessoas sem ocupação.

A  atual crise econômica é apontada como a responsável pelo desemprego que assola o país e, por conseguinte, queda de qualidade e padrão de vida das pessoas , um agravante para as questões sociais.

Para muitos empresários, diante da recessão a solução é demitir para cortar despesas; ou fechar as suas empresas,  engrossando a fileira daqueles que buscam, incessantemente, uma ocupação.

Como driblar a situação? De um lado a carência de empregos; do outro, a falta de profissionais qualificados. Além da crise econômica, o desocupado, às vezes, está aquém da qualificação profissional exigida.

Portar um diploma de faculdade nem sempre é a solução. O mercado de trabalho atual, além de competitivo, seletivo, excludente e de difícil acesso, também é detentor de uma grande volatibilidade. Cabe a você preparar-se para tamanha mudança. É interessante conhecer os tipos de desemprego, veja em qual deles você se encaixa e o que fazer para enfrentá-lo.

Quando o emprego se torna escasso e a procura é maior que a oferta , a tendência é que se priorize o profissional altamente qualificado,  portador de certificados de cursos diversos e que apresente um diferencial, como, por exemplo, a criatividade! Hoje, o profissional criativo , capaz de interagir com os colegas, ser  proativo e portador de inteligência emocional , vale ouro !

Enfim, o que fazer para conseguir um emprego e vencer a crise do mercado de trabalho ? Estudar, qualificar-se, estar atento às oportunidades, ser proativo e versátil? Ou, talvez,  o seu perfil seja de um empreendedor e a solução esteja em empreender o seu próprio negócio? Assista ao vídeo e veja as dicas de como empreender.

Então, decida-se ! Só não dá para ficar parado. Boa sorte !

Até o próximo!

Ana Rita Esteves Medrado

Professora da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia

 

Anúncios

Juventude e Mundo do Trabalho – 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual

Estudante-repórter: Tayline Alves

E aí, pessoal!

Nesta reportagem, conhecemos alguns detalhes das Mesas de Interesse Juventude e Mundo do Trabalho. Temas contemporâneos e a  inserção do jovem no mercado de trabalho foram alguns assuntos abordados.

Confiram o vídeo:
A estudante-repórter Tayline Alves. Foto: Raulino Júnior

A estudante-repórter Tayline Alves. Foto: Raulino Júnior

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tayline Alves tem 17 anos, é estudante do Colégio Estadual Polivalente do Cabula, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil

Novos desafios e exigências no mercado de trabalho

Olá!

Conforme a Constituição Federal de 1988, o direito ao trabalho é assegurado como direito social fundamental. Lívia Mendes Moreira Miraglia, mestre em Direito do Trabalho,pela PUC de Minas, no seu trabalho “Em O Direito do Trabalho Como Instrumento de Efetivação da Dignidade Social da Pessoa Humana no Capitalismo”, diz que: “No que cinge ao direito ao trabalho, tem-se o direito individual subjetivo de todo homem de acesso ao mercado de trabalho e à capacidade de prover a si mesmo e à sua família,mediante seu próprio trabalho, que deve ser digno.”

Fotos: Ana Rita Medrado

Fotos: Ana Rita Medrado

Recepcionista

 

Então?Acredito que você conheça a frase :“o trabalho dignifica o homem”. Mas, não seria o homem que dignifica o trabalho? O próprio trabalhador, através de sua postura ética , participa, constrói e transforma a sociedade que ele pertence. E você, como cidadão, tem feito sua parte?

Fotos: Ana Rita Medrado

Fotos: Ana Rita Medrado

Recep_entrada

Em tempos de crise, é necessário estar atento às possibilidades de trabalho que podem “pintar”. Inserir-se no mercado de trabalho não é coisa fácil. Prepare-se! Estamos passando por um momento difícil, muitos postos de trabalho estão fechando no país e o índice de desemprego vem aumentando, visivelmente, conforme dados publicados pelo IBGE. No entanto, é possível preparar-se para a busca de oportunidade no mercado de trabalho.

Transforme o momento de crise em possibilidades e oportunidades. Torne-se competitivo! Aproveite o tempo livre para se qualificar. Faça cursos ligados a sua área de atuação e/ ou aos seus interesse profissionais.Prepare seu currículo .Em uma entrevista de emprego, seja objetivo e sincero. Através dela as informações contidas em seu currículo serão testadas e avaliadas pelo entrevistador. Evite constrangimentos.

Como anda a sua empregabilidade? Sua capacidade de conquistar e manter-se no mercado de trabalho? Hoje em dia, apenas o capital intelectual já não basta, é necessário ter capital emocional e capital ético. Lembre-se: “Você não vale apenas o quanto sabe”,mas vale o quanto “é”.

O desafio do momento é o que chamamos de trabalhabilidade.Capacite-se para trabalhar e gerar renda, assim ,você estará apto no tocante à trabalhabilidade.A maneira como se relaciona com o mundo do trabalho é muito importante. Enxergue-se produzindo e não apenas como um trabalhador. .

Ser dotado de inteligência emocional no trabalho, lhe deixa em vantagem na disputa de um vaga de trabalho. Já pensou nisso? Aprenda a gerir suas emoções, assim você será capaz de superar concorrentes, até mesmo, de maior intelecto.

Se você nasceu entre 1981 e 1994, período de relativa prosperidade econômica, Alfredo Motta, coautor do Livro “Código Y – Decifrando a geração que está mudando o país” diz que , “ certamente, você faz parte de uma geração bem educada e bem informada,a geração Y; é mais tolerante do que seus pais e avós e abraça conceitos como sustentabilidade e diversidade”. No entanto, “traz desvantagem no ponto de vista comportamental”.Tal fato o deixa em desigualdade na acirrada conquista por uma vaga de trabalho. Não investir em inteligência emocional pode ser uma barreira para o seu acesso e permanência no mercado de trabalho.Pense nisso!

Essas são algumas dicas! Busque outras e esteja preparado para ingressar e manter-se no mercado de trabalho.

Até a próxima!

Ana Rita Medrado.

Professora de Sociologia da Rede Pública de Ensino da Bahia.

Referências:

http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/o-que-e-empregabilidade/31256/ .Acessado em 25/08/2015.
http://www.trt3.jus.br/escola/download/revista/rev_79/livia_mendes_moreira_miraglia.pdf . Acessado em 25/08/2015.
http://exame.abril.com.br/economia/noticias/desemprego-salta-a-7-5-maior-nivel-em-mais-de-5-anos .Acessado em 25/08/2015.
http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/as-piores-armadilhas-de-carreira-para-quem-e-da-geracao-y . Acessado em 25/08/2015.