Você é o que você compartilha

Sete de fevereiro consta no calendário como o Dia da Internet Segura. De acordo com o site da Safernet, o dia foi criado pela Rede Insafe na Europa a fim de promover “atividades de conscientização em torno do uso seguro, ético e responsável das TICs, nas escolas, universidades, ONG’s e na própria rede” [sic]. A ação é importante para fazer com que as pessoas reflitam sobre como as Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) podem ser usadas para o bem e para o mal.

Um exemplo evidente dessa dicotomia está presente na internet. Ao mesmo tempo em que ela é uma ferramenta de democratização do conhecimento, que contribui para a transformação social (muitos movimentos políticos ganharam vida por causa de mobilizações organizadas através da rede) e gera novos empregos, é usada para a disseminação de mentiras que podem causar prejuízos. Quem ganha com isso, quase sempre, é uma indústria que está interessada em transformar cliques em cifras.

Fig. 1: Andressa Falcão: "A gente precisa pesquisar e analisar os fatos". Veja enquete no final desta postagem.

Fig. 1: Andressa Falcão: “A gente precisa pesquisar e analisar os fatos”. Foto: Raulino Júnior.  Veja a enquete no final desta postagem.

Notícias mentirosas são divulgadas e compartilhadas nas redes sociais sem nenhuma preocupação sobre a veracidade delas. Quem compartilha deve saber que, de alguma forma, se compromete com aquele conteúdo que passa adiante. A pessoa está dando o aval para algo que foi noticiado sem nenhuma apuração, de forma irresponsável, descabida e tendenciosa.

Fig. 2: Denilson da Silva: "Você tem que pesquisar mais para ver se é verdadeiro ou se é mentira". Veja enquete no final desta postagem.:

Fig. 2: Denilson da Silva: “Você tem que pesquisar mais para ver se é verdadeiro ou se é mentira”. Foto: Raulino Júnior.  Veja a enquete no final desta postagem.

No início de janeiro, a atriz Suzy Rêgo publicou um vídeo no seu Instagram em que problematizava isso. De forma bastante lúdica, crítica e cheia de ironia, Suzy usou a sua própria arte – a de interpretar – para chamar a atenção do público sobre as mentiras que estão na internet, e que muita gente acredita. No final do vídeo, uma mensagem necessária: “Deixe de acreditar em tudo que você vê na internet. A internet é um palco perfeito pra mentira, pra boato… Então, procure saber, certifique-se, comprove, pesquise”.

O recado está dado. Antes de compartilhar qualquer conteúdo, procure saber mais sobre ele. Nessa era de muita informação, você é o que você compartilha. Fique atento(a)!

Raulino Júnior

Professor da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia

Anúncios

Segurança a todo instante – Helpline BR

Olá, pessoal!

Hoje falaremos de um assunto que necessita ser discutido na escola, no ambiente de trabalho, em família e nos mais diversos setores da sociedade – a segurança na internet.

A cada dia estamos mais envoltos no mundo digital, que trouxe muitos benefícios e praticidade para o nosso cotidiano, porém em meio a tamanho avanço tecnológico, temos que ter os mesmos cuidados que adotamos no “mundo real”, visto que através deste meio de comunicação acontecem crimes e situações que podem ser danosas para nós.

É preciso que exploremos esse tema com uma discussão focada, pois muitos ainda não sabem dos perigos que permeiam a rede mundial de computadores, como agir quando vitimados, bem como qual postura adotar na web. Pensando nisto, uma equipe formada por psicólogos(as) do estado da Bahia, criou um canal de orientação e ajuda para os internautas, a Helpline BR, iniciativa mantida pela SaferNet Brasil.

Oferecido gratuitamente, o serviço tem por finalidade a informação pontual, visando esclarecer e ensinar “formas seguras de uso da Internet e também orientar crianças e adolescentes e/ou seus próximos que vivenciaram situações de violência on-line como humilhações, intimidações, chantagem, tentativa de violência sexual”.

– Como ter acesso à orientação online?

É muito simples! No site oficial, os(as) usuários(as) encontrarão links direcionados para o e-mail e chat (figura 1), onde após a escolha de perfil, poderão fazer uso, através de mensagens.

Vale salientar que, toda e qualquer informação fornecida é mantida em sigilo e só é acessada pela equipe responsável envolvida no processo.

Orientação, informações e cadastro

Acessem: http://www.safernet.org.br/site/webline

(Figura 1)

Com esse importante recurso torna-se cada dia mais confortável e cautelosa a maneira como navegamos, não é mesmo?!

É isso galera! Compartilhem essa informação com seus familiares e amigos(as), para que juntos fortaleçamos as nossas ações contra a violência e crimes virtuais.

Abraços!

Cine PW: “Confiar”

Olá, turma!

O Cine PW de hoje traz um alerta sobre o uso seguro da internet, a fim de prevenir possíveis crimes virtuais como chantagem, aliciamento, roubo de dados, cyberbullying e outros.

Indicamos o filme “Confiar“, que conta a historia do casal Will (Clive Owen) e Lynn (Catherine Keener) que resolve presentear sua filha Annie (Liana Liberato) com um computador. O casal está convencido de que havia criado seus três filhos em um ambiente aberto e saudável e que já poderia confiar em Annie. Quando Annie faz um novo amigo pela internet – um garoto de 16 anos chamado Charlie que ela conheceu num chat de relacionamento, Will e Lynn deram toda a atenção. Sentaram com a filha, conversaram sobre o assunto e viram as fotos que o menino tinha enviado. Quando Annie e Charlie marcam um encontro, sem que os pais dela saibam, o que acontecerá em apenas 24 horas irá mudar a família para sempre.

SaferNet e o uso seguro da internet


Para saber mais sobre o assunto e conhecer a SaferNet cliquem aqui.

Para fazer o download da cartilha com dicas do uso seguro da internet cliquem aqui.

Conheçam aqui as SaferDicas em quadrinhos.

Um abraço, pessoal!

Semana da Internet Segura – Cyberbullying

Olá! Dando continuidade à semana da Internet Segura, hoje falaremos sobre um assunto que você, algum parente ou amigo podem ter sido vítimas: cyberbullying. O cyberbullying ocorre quando alguém constrange, humilha, usa rótulos pejorativos ou imagens que ridicularizam os outros, por meio das tecnologias da informação e comunicação, tais como: internet, celular, etc. Se você conhece alguém que, por e-mail ou em recados nas redes sociais se comporta de tal maneira, fique atento, essa pessoa tem que ser denunciada.

 

Essas atitudes não são engraçadas e ao menor sinal de abuso na web, denuncie.

Acesse http://www.safernet.org.br/site/ e saiba mais.

Abraços!