Rede Anísio Teixeira seleciona estudantes para atuarem como produtores de mídia no Inovatec

Se você é estudante do ensino médio da rede pública estadual, mora em Salvador e tem vontade de participar da cobertura de um evento, chegou a sua vez! A Rede Anísio Teixeira (Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino) vai selecionar 14 estudantes para atuarem como produtores de mídia no I Congresso Baiano de Inovação e Tecnologia na Educação (Inovatec), que acontecerá no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, nos dias 29 e 30 de novembro de 2016. O Inovatec é uma realização do IAT, por meio da Diretoria de Educação a Distância (Dired), do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec) e da Rede Anísio Teixeira (Rede AT). A primeira edição do evento traz como tema Inovações e tecnologias na educação.

cobertura-colaborativa-estudantil-2016

Para participar, os interessados deverão ler, na íntegra, o texto do edital e preencher o formulário de inscrição, que encontra-se neste link: http://bit.ly/2auXo6D. As inscrições estarão abertas no período de 26 de setembro a 23 de outubro de 2016. Os selecionados passarão por um curso de formação, com conteúdos relacionados a softwares e licenças livres, produção textual para multimeios, produção audiovisual e fotográfica para mídias sociais. Para selecionar os 14 estudantes, haverá análise da ficha de inscrição e entrevista presencial (veja o coronograma abaixo).

Cobertura Colaborativa Estudantil 2016

Fig. 1: fomento à produção de mídias usando softwares livres. Crédito: Patricia Nascimento

Fig. 1: fomento à produção de mídias usando softwares livres. Crédito: Patricia Nascimento

Quem for selecionado, além de aprender sobre processos de produção e gestão de mídias, podendo seguir produzindo e difundido conteúdos dentro e fora da escola, participará da Cobertura Colaborativa Estudantil 2016, atividade que a Rede Anísio Teixeira realiza desde 2014. Na ocasião, os estudantes são organizados em grupos de trabalho e atuam como repórteres, fotógrafos, produtores audiovisuais e redatores para mídias digitais.

A formação

A formação acontecerá no Instituto Anísio Teixeira (IAT), que fica na Estrada da Muriçoca, s/n – Paralela (próximo ao colégio Dom Bosco), de 7 a 23 de novembro de 2016, exclusivamente no turno vespertino, das 14h às 18h. Todos os estudantes receberão certificado de participação no curso e na Cobertura Colaborativa 2016. A carga horária é de 68 horas, já incluindo a atuação no evento.

Cronograma

Período de inscrição: 26 de setembro a 23 de outubro de 2016

Divulgação dos pré-selecionados para a entrevista: 25 de outubro

Data, local e horário da entrevista: 27 de outubro de 2016, no Instituto Anísio Teixeira, às 14h

Divulgação do resultado: 31 de outubro de 2016

Período do curso: 7 a 22 de novembro de 2016

Realização do Inovatec: 29 e 30 de novembro de 2016

Observação: a Rede Anísio Teixeira se reserva no direito de alterar o planejamento da formação e, consequentemente, a participação dos estudantes na Cobertura Colaborativa 2016. Isso pode implicar em mudança de datas e local de realização das atividades. Caso aconteça, os selecionados serão previamente avisados.

Contatos – Rede Anísio Teixeira

E-mail: rede.anisio@educacao.ba.gov.br

Telefones: (71) 3116-9061/3116-1795

 

I Congresso Baiano de Inovação e Tecnologia na Educação

I Congresso Baiano de Inovação e Tecnologia na Educação (Inovatec) é uma realização do Instituto Anísio Teixeira (IAT), por meio da Diretoria de Educação a Distância (Dired), do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec) e do Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais – Rede Anísio Teixeira (Rede AT). A primeira edição do evento traz como tema Inovações e tecnologias na educação.

inovatec

O Inovatec é um espaço que vai reunir o II Simpósio de Inovação em EaD, o I Seminário de Intermediação Tecnológica do Emitec e III Seminário de Educação e Tecnologia da Rede AT, eventos que objetivam o debate sobre inovações nas práticas pedagógicas, a intermediação tecnológica na educação básica, produção e apropriação de mídias e tecnologias educacionais, formação de professores, além de proporcionar a oportunidade para socialização de pesquisas científicas na área e relatos de experiências com uso de tecnologias pela comunidade escolar.

O evento contará com a participação de educadores, estudantes, gestores representantes de universidades e órgãos públicos, que participarão das mesas redondas e palestras temáticas. Além disso, haverá uma programação cultural e um espaço dedicado ao compartilhamento de experiências com uso de tecnologias em sala de aula, por professores da rede pública baiana, que serão selecionados por meio desta chamada pública. O congresso terá cobertura multiplataforma, permitindo acesso virtual ao evento, com extensão para tablets, smartphones e plataforma Moodle.

A utilização das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTIC) na educação vem se consagrando no Brasil, especialmente no território baiano, com a expansão dos cursos da Universidade Aberta do Brasil (UAB), voltados para o ensino superior, ensino médio com intermediação tecnológica e a difusão das mídias e tecnologias educacionais livres da Rede AT.

Nesse sentido, é essencial proporcionarmos espaços em que profissionais da educação e demais interessados possam, não apenas avaliar as experiências e trajetórias já percorridas, mas também discutir a construção de novos caminhos, para que professores e estudantes se apropriem e utilizem, em nossas escolas, as tecnologias educacionais de forma crítica e inovadora.

As inscrições para participar do Inovatec vão até o dia 2 de outubro. Quem tiver interesse de submeter trabalho no evento, tem até o dia 25 de setembro para fazer isso. Para ler o edital, se inscrever e saber mais informações importantes, acesse o site www.educacao.ba.gov.br/inovatec.

Texto adaptado do site do Inovatec.

Compartilhando Saberes, Olhares e Fazeres…

Fala, rede!

No mês de agosto, foi finalizada a 2ª formação de Produção de Mídias Estudantis, realizada pela Rede Anísio Teixeira (Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino).

raulino
Fig. 1: Professor Raulindo em plena produção textual. Captura Rodrigo Maciel

Essa formação é ofertada a estudantes e professores da rede pública estadual de ensino, o que possibilita uma vivência compartilhada entre esses atores, ampliando as relações professor-aluno. A formação em mídias estudantis é mais uma iniciativa de se discutir e problematizar as diversas metodologias educacionais mediadas pelas tecnologias, em especial a produção de  textos para blogs, a leitura e interpretação de imagens como novas formas de letramentos e a produção audiovisual como elemento de construção crítica e contextualizada de conteúdos curriculares.

marcus

Fig. 2: A turma na aula de roteiro como Professor Marcus Leone. Captura Rodrigo Maciel

A escola contemporânea deve possibilitar novos diálogos com as diversas formas de ler o mundo e suas transformações. O multiletramento possibilita que vejamos e interpretemos a dinâmica no espaço por meio de diversos instrumentos de leitura. O ato de ler está relacionado a diversas modalidades de leitura (s), seja ela um texto, uma música, uma imagem. A educação mediada pelas tecnologias, de forma colaborativa e livre, pode ser um caminho viável para esse nosso novo percurso. É com essa filosofia metodológica que os formadores da Rede Anísio Teixeira conduzem a formação, sempre procurando o “fazer junto, fazer com”.

peterson

Fig. 3: Aula de fotografia e leitura e interpretação de imagem com o Professor Peterson Azevedo. Captura Rodrigo Maciel

A professora de história, Sandra Barbosa, do Colégio Estadual de Vilas de Abrantes, no município de Camaçari, apontou a importância “de trabalhar e valorizar o uso das tecnologias na sala de aula, visando a ética e o respeito […] para mostrar aos nossos alunos que isso é importante, vai gerar autonomia, que vai gerar a possibilidade de novos olhares”. Comentou ainda sobre a metodologia de estarmos juntos, professores e alunos, como aprendizes: “Não poderia deixar de falar sobre a importância de trabalhar junto com os alunos. Eu aprendi muito com os fazeres tecnológicos deles”.

O estudante Nickson Lima, do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira, de Salvador, enfatizou: “Nunca imaginei que uma escola pública poderia me proporcionar uma formação que trabalhasse a tecnologia, como foi ofertado aqui. Meu intuito é aprender e levar para os meus colegas essa nova alfabetização”.

Um dos maiores objetivos da formação é estimular o empoderamento dos nossos professores e estudantes, principalmente no uso das tecnologias da informação e da comunicação; não como enfeites para as aulas, mas como processos na construção do conhecimentos para além da sala de aula, para a autonomia e protagonismos desses atores. Como relatou o professor e formador da Rede Anísio Teixeira, Raulino Júnior, “o mais importante desta formação é a possibilidade de dar autonomia para os participantes”.

É possível fazer com o estudante e não apenas para o estudante.

Até a próxima.

Peterson Azevedo

Fotógrafo e Professor da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia

I Encontro Baiano de Mídia Livre segue com programação até o dia 13

A palavra de ordem é liberdade. Liberdade para criar. Liberdade para interferir. Liberdade para comunicar. É com essa certeza que os participantes do I Encontro Baiano de Mídia Livre acompanham o evento, promovido pela rede de mídia livre Bahia 1798. O encontro, que se estenderá até 13 de agosto, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Biblioteca dos Barris), em Salvador, conta com uma programação que inclui atividades de formação, painéis, oficinas e trocas de experiência entre midialivristas.

Fig. 1: Pedro Caribé, coordenador geral do I Encontro Baiano de Mídia Livre, fala sobre os princípios do midialivrismo. Foto: Vitor Moreira

Fig. 1: Pedro Caribé, coordenador geral do I Encontro Baiano de Mídia Livre, fala sobre os princípios do midialivrismo. Foto: Vitor Moreira

Ontem, com o objetivo de estimular isso de forma efetiva, o evento já começou dando espaço para as pessoas falarem de suas iniciativas de mídia. A Roda de Apresentação, como foi denominado o momento, permitiu que coletivos de todos os lugares do estado, e de outras regiões do Brasil, expusessem os seus projetos, enfatizando os objetivos e planos de ação.

Em seguida, foi a vez do painel Revolta dos Búzios e Liberdade de Expressão tomar conta das discussões. Antonio Olavo (historiador e cineasta) e Samuel Vida (advogado e professor de direito da Universidade Federal da Bahia e da Universidade Católica do Salvador) foram os debatedores. A jornalista Alana Reis, da Revista Afirmativa e do Coletivo de Cinema Tela Preta, fez a mediação.

Antonio Olavo (esquerda), Samuel Vida (centro) e Alane Reis durante o painel Revolta dos Búzios e Liberdade de Expressão. Foto: Vitor Moreira

Fig. 2: Antonio Olavo (esquerda), Samuel Vida (centro) e Alane Reis durante o painel Revolta dos Búzios e Liberdade de Expressão. Foto: Vitor Moreira

Antonio Olavo deu um depoimento exclusivo para o Blog do Professor Web e da Professora Online e reforçou o que discutiu durante o encontro, ao falar sobre a importância da Revolta dos Búzios para a nossa história:

Já Samuel Vida destacou a importância do debate sobre a democratização dos meios de comunicação:

Educação

Profissionais da educação e toda a comunidade escolar devem, mais do que nunca, se apropriar dos recursos da tecnologia da informação e da comunicação, a fim de interferir criticamente nos processos de discussão sobre a grande mídia e produzir seus próprios conteúdos.

Para o jornalista e pesquisador Pedro Caribé, coordenador geral do I Encontro Baiano de Mídia Livre, essa apropriação contirbui para um novo modelo de educação:

 A Rede Anísio Teixeira endossa o discurso de Pedro e oferece, com frequência, oficinas de produção de mídias. Até amanhã (12/8), por exemplo, estão abertas as inscrições para mais uma turma. Se você tem vontade de participar, não perca tempo! Leia com atenção a Chamada Pública e venha compartilhar o seu mundo com a gente. Quem sabe você não vira um (a) midialivrista?

Raulino Júnior

Professor da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia

Selecionados para a Oficina de Produção de Mídias Estudantis – 1ª fase

Oi! Você se inscreveu para participar da Oficina de Produção de Mídias Estudantis, promovida pela Rede Anísio Teixeira? Então, veja se o seu nome está na relação abaixo!

ATENÇÃO: os 40 selecionados participarão de uma entrevista, no dia 13/07/2016 (quarta-feira), às 14h, no auditório do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira (CEAAT). Todo devem reler o texto da Chamada Pública para participar desta fase. O CEAAT fica localizado na Estrada da Muriçoca, Avenida Paralela (Avenida Luís Viana Filho), Salvador – BA. Para esclarecimentos, entre em contato pelo e-mail rede.anisio@educacao.ba.gov.br ou pelo telefone (71) 3116- 9061.

Fig. 1: banner de divulgação. Imagem: Josymar Alves

Fig. 1: banner de divulgação. Imagem: Josymar Alves

1- Alcineide Moreira da Silva – Centro Noturno de Educação da Bahia (CENEB) Maria Quitéria/Alípio Franca

2- Alexandra Santo – Colégio Estadual Alípio Franca

3- André Luiz Lima Mello – Colégio Estadual Raphael Serravalle

4- Anderson José do Nascimento Santos – Colégio Estadual Democrático Jutahy Magalhães

5- Andrea Marques Cerqueira – Colégio Professor Hermes Miranda do Val

6- Antonione Antunes dos Santos – Colégio Estadual Marechal Castelo Branco

7- Áurea de Almeida Santos – Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon/Simões Filho

8- Bruno Alberto Lopes dos Santos – Colégio Estadual Raymundo de Almeida Gouveia

9- Carlos Augusto de Oliveira Santana – Colégio Estadual Anfrísia Santiago

10- Claudia Ribeiro dos Reis – Colégio Estadual Cesare e Casale

11- Danilo dos Santos Rodrigues – Colégio Estadual Luiz Eduardo Magalhães

12- Dilton Pires Lima – Colégio Estadual Sete de setembro

13- Edgar Cerqueira – Colégio Estadual de Praia Grande

14- Ércio da Silva – Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães

15- Erick Barbosa dos Santos – Colégio Estadual Raymundo de Almeida Gouveia

16- Estefane Correia de Souza – CENEB- Maria Quitéria

17- Fábio Rothmans Marinho Batista

18- Filipe de Souza Da Silva – Colégio Estadual Professor Edson de Souza Carneiro

19- Iara Miranda Silva – Colégio Estadual Reitor Miguel Calmom

20- Iris de Souza de Jesus – Colégio Estadual Leopoldo dos Reis

21- Irma Délia Teixeira Ramos – Instituto de Educação Gastão Guimarães

22- Joane Machado dos Santos – Colégio Estadual Manoel Devoto

23- Jorge Bugary Teles Junior – CENEB – Maria Quitéria

24- Jufania Conceição – Centro Educacional e Profissionalizante do Leste Baiano

25- Lucas Lima Teles – Colégio Doutor Ailton Pinto de Andrade

26- Luciana Assis dos Santos – Colégio Estadual Sete de Setembro

27- Luzânia Fonseca Imperial – Colégio Estadual Dorival Passos

28- Marcelo Santos da Silva – Centro Estadual de Educação Profissionalizante Luiz Navarro de Britto

29- Marcos Luiz Dias dos Santos – Colégio Estadual Luiza Mahin

30- Maria Luiza Freitas dos Santos Silva – Colégio Estadual Edvaldo Brandão Correia

31- Mateus Antonio Morais de Miranda – Colégio Estadual Clériston Andrade

32- Mirela Gonçalves Conceição – Colégio Estadual Almirante Barroso

33- Naynara Tavares Moreira – Colégio Estadual Henriqueta Martins Catharino

34- Nickson Lima Teles – Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira

35- Preceliano Jesus de Souza – Colégio Estadual Constantino Catarino de Souza

36- Ruan Barbosa Cabral dos Anjos – Colégio Estadual Cidade de Candeias

37- Samuel Nunes de Santana – Colégio Estadual Edilson Souto Freire

38- Sandra Barbosa de Jesus Santana – Colégio Estadual de Vila de Abrantes

39- Stefano Couto Monteiro – Colégio Estadual Professora Terezinha Scaramussa

40- Thays Victor Pereira – Colégio Estadual Democrático Jutahy Magalhães

 

Local e período da formação

O resultado final da seleção será divulgado no dia 15 de julho. A formação ocorrerá no Instituto Anísio Teixeira (IAT), no período de 18 de julho a 1º de agosto de 2016 (exclusivamente no turno vespertino, das 14h às 18h).

Resultado da seleção para a Oficina de Produção de Mídias Estudantis

Oi, pessoal! Tudo bem? Segue, abaixo, a relação dos estudantes e professores selecionados para participar da Oficina de Produção de Mídias Estudantis. Os nomes estão em ordem alfabética:

Fig. 1: banner de divulgação

Fig. 1: banner de divulgação

  • Estudantes

1. BEATRIZ FORTUNATO DOS SANTOS – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

2. CLAUDIO DE JESUS PEREIRA – COLÉGIO ESTADUAL DE MONTE GORDO

3. GABRIEL VITOR B. SANTANA – COLÉGIO ESTADUAL DA BAHIA (CENTRAL)

4. GABRIELA DE SOUZA – COLÉGIO ESTADUAL SENHOR DO BONFIM

5. GABRIELLE SANTANA DE OLIVEIRA – COLÉGIO ESTADUAL SENHOR DO BONFIM

6. GEORGE DE JESUS SANTOS – COLÉGIO ESTADUAL SENHOR DO BONFIM

7. IBSON ALBERTO DO AMOR DIVINO OLIVEIRA – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

8. JOÃO VICTOR SANTOS BARRETO COUTINHO – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

9. KEILA AZEVEDO DE JESUS – COLÉGIO ESTADUAL DA BAHIA (CENTRAL)

10. LICYANE KETELYM RAMOS DOS SANTOS – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

11. LUCIANA DOS SANTOS GOMES – COLÉGIO ESTADUAL SENHOR DO BONFIM

12. LUARA REBELO LARA FONTES – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

13. MAYLA DOS SANTOS SOUZA – COLÉGIO ESTADUAL DE MONTE GORDO

14. MICHAEL ANDERSON RIBEIRO SILVA – COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR


15. TALITA DE ALMEIDA SANTIAGO SANTOS – COLÉGIO ESTADUAL DA BAHIA (CENTRAL)

16. THAMIRES DOS SANTOS FERREIRA – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

  • Professores

1. ADILSON SOARES TRINDADE – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

2. ALESSANDRA SOARES BORGES SANTOS – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

3. CLAUDIA MARIA MARTINS DA SILVA – COLÉGIO ESTADUAL RAPHAEL SERRAVALLE 

4. ROSÂNGELA LARANJEIRAS – COLÉGIO ESTADUAL MÁRIO AUGUSTO TEIXEIRA DE FREITAS

Os selecionados vão passar por um curso de formação voltado para a produção multimídia, ministrado pelos colaboradores da Rede AnísioTeixeira (Rede AT). A atividade acontecerá no período de 16 a 31 de maio de 2016 (exclusivamente no turno vespertino, das 14h às 18h), no Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), localizado no Colégio Central. A instituição está situada na Avenida Joana Angélica, no bairro de Nazaré, em Salvador – BA. A carga horária é de 56 horas.

OBSERVAÇÃO: o deslocamento para o local da formação, Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), será de responsabilidade dos cursistas.

Mais informações podem ser adquiridas pelo e-mail rede.anisio@educacao.ba.gov.br ou pelo telefone (71) 3116-9061.

Sejam bem-vindos! A nossa Rede é colaborativa!

Rede Anísio Teixeira abre inscrições para Oficina de Produção de Mídias Estudantis

Fig. 1: banner de divulgação

Fig. 1: banner de divulgação

A Rede Anísio Teixeira – Rede AT (Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino) está com inscrições abertas para a Oficina de Produção de Mídias Estudantis. O objetivo da oficina é formar estudantes e professores da rede pública de ensino para atuarem como produtores e gestores multimídia, além de estimular o uso de softwares livres nas unidades escolares.

Inscrição

Para participar da seleção, é muito fácil: basta ler na íntegra a chamada pública e preencher a ficha de inscrição, respondendo atentamente a cada item. Professores e estudantes do ensino médio da rede pública de ensino da Bahia têm até o dia 6 de maio para se inscrever na atividade de formação. O curso tem carga horária de 56 horas e disponibilizará 20 vagas, sendo 4 para professores e 16 para estudantes.

O resultado será divulgado no dia 9 de maio de 2016, no Portal da Educação, aqui no Blog do Professor Web e também através de contato via e-mail e/ou telefone.

Local e período da formação

A formação ocorrerá no Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), localizado no Colégio Central (Avenida Joana Angélica, no bairro de Nazaré, Salvador – BA). A oficina vai acontecer no período de 16 a 31 de maio de 2016 (exclusivamente no turno vespertino, das 14h às 18h).

Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail rede.anisio@educacao.ba.gov.br ou pelo telefone (71) 3116- 9061.

Vem compartilhar o seu mundo com a gente!