Dia Mundial da Internet Segura 2015

Às vezes, a gente está navegando na internet, conversando com alguém nas redes sociais, postando fotos de momentos felizes e não temos ideia de quantas pessoas estão vendo aquele conteúdo. Ou quantas poderão ver. Na rede, há uma falsa ilusão de que estamos seguros, mas até os mais preocupados com exposição e cheios de cuidados podem sofrer as consequências de um uso irresponsável da internet.

Hoje, Dia Mundial da Internet Segura, é uma ótima razão para a gente pensar de que forma estamos nos comportando na internet. Algumas dicas podem parecer chatas, mas são importantíssimas para a nossa convivência no planeta Web. Então, nada de sair por aí fornecendo informações pessoais para desconhecidos, bem como preenchendo formulários em sites suspeitos. Outra dica importante é criar senhas que não sejam tão fáceis de deduzir. Data de aniversário, por exemplo, nunca deve ser usada para esse fim.

Os pais devem ficar atentos ao que os filhos fazem quando usam a internet. A lógica é a mesma da vida fora da tela: cuidado sempre! E, óbvio, o uso da rede mundial de computadores não deve atrapalhar a nossa vida. Se a gente deixa de estudar, ler um bom livro, sair com os amigos ou, simplesmente, conversar com a família, é sinal de que alguma coisa não está bem e precisamos de ajuda.

Alguns sites dão dicas e nos auxiliam a usar a internet de um forma inteligente e responsável. Clique nos links e comece a navegar. De forma segura, é claro!

Movimento Internet Segura (MIS): http://www.internetsegura.org/

Navegação Segura: http://www.ccbc.org.br/34/cooperacao.pdf

SaferNet Brasil: http://www.safernet.org.br/site/

PW-DIA-INTERNET-SEGURARA-2015

Anúncios

A Falta de Segurança nas Redes Sociais!

E aí, pessoal!

 

No ambiente virtual existem ferramentas que nos mantém conectados, sendo um facilitador na comunicação, um espaço de compartilhar ideias e uma forma de entretenimento. A rede social serve para conectar, diretamente através da internet, pessoas ou organizações que partilham do mesmo interesse, tornando-se bastante popular, já que as informações se propagam muito rápido pelas redes e conseguem alcançar uma grande quantidade de pessoas. Devido à facilidade de acesso, houve um crescimento considerável na popularidade das redes e, com isso, os riscos dentro delas também aumentaram.

Em razão da grande quantidade de informações postadas pelos usuários nas redes sociais, as pessoas se acostumaram a não prestar tanta atenção no que e como postar essas informações. Com um clique, você pode simplesmente acabar com a sua própria imagem ou até mesmo com a de alguém, já que uma vez que a informação vai parar na web é praticamente impossível de retirá-la de lá, e é através desse descontrole que os cibercriminosos agem. Você sabia que, mesmo que você exclua ou modifique qualquer dado (fotos, postagens, vídeos e conversas) das principais redes sociais, eles continuarão registrados nos servidores das empresas? Tem uma forma de você consultar isso no Facebook: indo em configurações gerais, na opção de baixar cópia de dados.

rsd

Para evitar transtornos como invasão de privacidade, uso indevido de informações, danos à reputação, recebimentos de spam ou até mesmo um sequestro, já que dados de localização e membros da família são muitas vezes publicados nas redes, os usuários devem ficar atentos a algumas medidas de segurança, tais como: não adicionar estranhos; evitar marcações em fotos públicas; proteger álbuns de fotos; evitar postar conteúdos privados e não expor seus dados pessoais. Essas são somente algumas das recomendações para que não se tenha dores de cabeça com a utilização das redes.

É isso aí pessoal, muito cuidado nas redes sociais! Para mais informações, vejam a cartilha sobre segurança nas redes sociais divulgada pela Safernet (clicando aqui). No site da ONG, você pode fazer denúncias de cibercrimes e encontrar outras dicas!

Já imaginou como seria a sua vida se você vivesse como em uma rede social? A Safernet divulgou alguns vídeos de educação e prevenção. (Assista aqui).

 

Fonte: http://www.safernet.org.br/site/

Licenças Livres

Olá, galera!!

O mundo digital interativo facilitou o acesso a recursos multimídia, facilitando e permitindo novas formas de relação social entre os(as) seus/suas usuários(as).

Com essas possibilidades ficamos cada vez mais fascinados(as) com a rapidez inovadora com que esse ambiente nos auxilia cotidianamente, sendo possível ouvir músicas, baixar filmes e imagens, fazer pesquisas escolares e compartilhar essas produções.

Contudo, precisamos ter bastante cuidado ao dispor desses conteúdos, pois nem todo(a) autor(a) autoriza o compartilhamento de suas obras, que de acordo com a lei do direito autoral – LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998 – só podem ser publicadas ou distribuídas com o consentimento do(a) mesmo(a) ou do(a) detentor(a) de tais direitos de propriedade. Isso vale, por exemplo, para quando fazemos uma pesquisa ou utilizamos um material para adaptá-lo.

PW-DIA-INTERNET-SEGURARA-2013-LICENCA-POST

Mas como utilizar/reproduzir esses conteúdos sem essa preocupação? É por isso que existem as Licenças Livres, que possibilitam aos(às) usuários(as) utilizar e compartilhar obras e conteúdos, sem deixar de garantir os direitos de quem os produz – afinal, permitem que tais usos sejam previamente autorizados.

As licenças livres possibilitam a disponibilização da obra para que outras pessoas possam acessar, compartilhar e criar uma outra produção a partir da original, como por exemplo, uma poesia, uma peça teatral, um vídeo ou uma animação.

Diante da disponibilização do material fornecido, o(a) autor(a) não perde os seus direitos e ainda gera oportunidade para o surgimento de outras criações. Uma das licenças livres existentes é a Creative Commons.

Então galera, que tal criar produções a partir dessas licenças, que são ferramentas que nos beneficiam com a liberdade de aplicar conhecimentos adquiridos sobre outras obras?!

Abraços!

Dia da Internet Segura: conecte-se com o respeito!

Salve, salve, turma!

Os avanços proporcionados pelas tecnologias da comunicação nos últimos 15 anos alterou profundamente as relações humanas, permitindo com que nos comuniquemos com pessoas em países distantes através de e-mail, bate-papos e videoconferências. Ampliamos as nossas relações sociais por meio das redes sociais da internet e tivemos acesso a todo tipo de informação e, dessa forma, um novo mundo se mostrou para o homem: o mundo virtual.

Aparentemente tudo é lícito, permitido e pode ser feito impunemente no ciberespaço e por essa razão algumas pessoas pautam seus comportamentos na web de forma inadequada, esquecendo-se de que mesmo nas relações virtuais deve existir respeito aos direitos e deveres instituídos.

Uma vez que princípios essenciais para o bem estar social são ignorados, vemos diversas infrações poluindo o ambiente virtual e causando desconforto para seus/suas usuários(as), como ameaças, calúnias e difamações, chantagens, phishing e discriminação.PW-DIA-INTERNET-SEGURARA-2013-POST-2

Quando nos conectamos devemos ter em mente que estamos nos relacionando com milhares de pessoas e devemos manter o repeito ao próximo, afinal, como diz um ditado popular “a beleza do jardim está na diversidade da flores”. Certamente o que nos encanta no mundo virtual é a multiplicidade cultural que nela se encontra e por isso o respeito à diversidade deve ser garantido.

Conscientes da importância dos direitos e deveres on-line realizamos em nosso blog, em parceria com a Safernet Brasil, a Semana da Internet Segura, na qual pautamos discussões como “Direitos e deveres on-line”, o “Uso responsável da Internet”, “Mundo virtual e relações humanas”, a “Privacidade na Internet”, “Vírus”, “Como orientar aos estudantes sobre web?”.

É isso aí, turma: fica a dica de como mantermos uma relação saudável e segura na internet!

 Até a próxima!

Semana da Internet Segura – Privacidade na internet

Olá, turma!

É visível, na chamada era digital, que as pessoas estão cada vez mais conectadas aos ambientes virtuais, promovendo a comunicação, rompendo barreiras de tempo e espaço e expandido conhecimentos e formas de entretenimento, fazendo com que a cultura digital esteja cada vez mais presente em nossas vidas.

É enorme a praticidade que as ferramentas do ciberespaço nos trazem, com as quais podemos obter informações em segundos, por exemplo.

Porém, com tanta facilidade e diversão devemos ter cuidado com a exposição de informações nesse espaço, onde diversas pessoas se comunicam e participam de redes sociais, pois nesse meio público existem usuários(as) de várias faixas etárias e alguns(as) são pessoas mal-intencionadas, que podem acessar, compartilhar, manipular ou até mesmo invadir os nossos conteúdos e divulgá-los de forma indevida, causando constrangimentos para a vítima.

Para que isso não aconteça é necessário ter alguns cuidados, tais como: não divulgar dados pessoais para desconhecidos, não expor fotos, vídeos, endereços ou senhas, pois em um só clique todas as pessoas conectadas à rede mundial de computadores podem ter acesso a tais informações. Com essas precauções ajudamos a promover o uso da internet de uma forma segura e responsável.

É isso aí, galera: utilizando essas dicas e pedindo sempre orientação sobre tais riscos aos pais ou responsáveis – especialmente no caso dos menores de idade – dá para navegar, estudar e se divertir com mais segurança e tranquilidade!

Abraços e até a próxima!

Semana da Internet Segura – Uso responsável da internet

Salve, turma!

No nosso cotidiano procuramos ter o máximo de cuidado com a nossa segurança e a do próximo, evitamos companhias de desconhecidos, não fornecemos dados pessoais a qualquer pessoa, temos cautela ao andar por lugares perigosos ou procuramos ter comportamentos condizentes com as leis que regem as relações sociais.

Se tomamos todos esses cuidados no dia a dia, por que não adotá-los no uso da internet?

Saibam que as ações no mundo virtual também estão subordinas a leis previstas pelo código penal brasileiro e seus infratores estão sujeitos a penas.

Confiram alguns dos crimes praticados no mundo virtual:

  • Ameaça – É crime escrever ou mostrar uma imagem que ameace alguém, avisando que a pessoa será vítima de algum mal ainda que seja em tom de piada ou brincadeira. Mesmo se isso é feito de maneira anônima, é possível para a polícia e para o provedor descobrir quem foi o autor da ameaça.

  • Difamação, injúria e calúnia – São crimes contra a honra. Podem ocorrer nas redes sociais, por exemplo, se alguém divulgar informações falsas que prejudiquem a reputação de outra pessoa, ofendam a dignidade do outro ou maldosamente acusem alguém de criminoso, desonesto ou perigoso.

  • Discriminação –Escrever uma mensagem ou publicar uma imagem que seja preconceituosa em relação a raça, cor, etnia, religião ou origem de uma pessoa. Isso acontece mais frequentemente em redes sociais – é só lembrar das comunidades do tipo “Eu odeio…” .

  • Estelionato – Ocorre quando o criminoso engana a vítima para conseguir uma vantagem financeira. Pode acontecer em sites de leilões, por exemplo, se o vendedor enganar o comprador recebendo o dinheiro da transação sem entregar a mercadoria.

  • Falsa identidade– Ocorre quando alguém mente seu nome, idade, estado civil, sexo e outras características com o objetivo de obter alguma vantagem ou prejudicar outra pessoa. Pode acontecer numa rede social, por exemplo, se um adulto mentir de má fé e se fizer passar por um adolescente para se relacionar com usuários jovens.

  • Phishing– É quando informações particulares ou sigilosas (como número do CPF, da conta bancária e senha de acesso) são capturadas para depois serem usadas em roubo ou fraude. Em inglês, pronuncia-se “fíchin”.

  • Pirataria– É copiar ou reproduzir músicas, livros e outras criações artísticas sem autorização do autor. Também é pirataria usar softwares que são vendidos pelas empresas, mas o usuário instalou sem pagar por eles. A pirataria é um grande problema para quem produz CDs, filmes, livros e softwares. Na área de informática, aproximadamente 41% dos softwares instalados em todo o mundo em 2009 foram conseguidos ilegalmente.

Crimes realizados através da internet podem levar a punições como pagamento de indenização ou prisão. As punições para menores de 18 anos são diferentes, mas elas existem – pode ser prestação de serviços à comunidade ou até internação em uma instituição.

Fonte: internetresponsavel

Dia da Internet Segura 2013 – Direitos e deveres on-line

Olá, pessoal!

 

Meios de interação atrativos, praticidade que em muitos casos proporciona conforto e funcionalidades que fascinam a cada novidade oferecida pela evolução tecnológica.

É, a internet de fato mudou a dinâmica social desta geração, que tem livros, músicas, filmes, documentos, milhares de informações ePW-DIA-INTERNET-SEGURARA-2013-portal quase tudo que se pode imaginar, ao dispor em um clique.

Porém, em meio a esses cliques, é preciso atenção para as possíveis armadilhas que permeiam o ciberespaço, pois, a ideia de que neste espaço a responsabilidade pelas ações nele praticadas é desnecessária, leva muitos de seus usuários a agirem de maneira inadequada, gerando situações tão danosas e constrangedoras quanto as que acontecem fora da web.

Um exemplo disto é o cyberbullying, que ocorre quando alguém constrange, humilha ou usa imagens que ridicularizam os outros, por meio das tecnologias da informação e comunicação. Por isso, é preciso que a cada dia estejamos mais conscientes de, ainda que virtualmente, a convivência requer respeito aos direitos e deveres por parte de todos.

E direitos e deveres online é o tema central da ação promovida pela ONG baiana Safernet Brasil – que este ano, no dia 05 de fevereiro, celebra o Dia da internet segura, campanha idealizada pela Rede INSAFE, que através de ações conscientizadoras sobre o uso responsável da internet mobiliza atualmente mais de 85 países com o Safer Internet Day.

Então, para fortalecer ainda mais essa corrente, sejam também aliados na promoção e conscientização dos direitos e deveres virtuais. Confiram no hotsite da campanha os materiais de divulgação, jogos, desenhos, etc., que nos orientam sobre como podemos contribuir com a segurança ao navegar – Cliquem aqui!

Dia da Internet Segura – Direitos e deveres on-line

Pois é, pessoal! Como esse assunto merece uma abordagem focada e diferenciada, desejamos que acompanhem e participem da Semana da Internet Segura aqui no blog.

Abraços!