Cine PW – Que horas ela volta?

Foto: Janine Moraes/MinC

Fig. 1: Anna Muylaert no lançamento do filme no Cineclube Ambiente Cultural. Foto: Janine Moraes/MinC

Olá, cinéfilos!

Nesta semana, o blog vai indicar o filme brasileiro Que horas ela volta?, obra muito bem aclamada pela crítica e pelo público em 2015, recebendo algumas indicações como melhor filme estrangeiro no Critics’ Choice Award e também Satellite Award.

Sob direção de Anna Muylaert, que também roteirizou, em parceira de Regina Casé, o filme retrata de forma muito delicada a vida de Val, interpretada pela própria Regina, uma empregada doméstica pernambucana que trabalha em São Paulo há mais de uma década para uma família rica.

Nessa casa, Val se relaciona diferentemente com cada pessoa. Mas vale ressaltar a interação que ela tem com Fabinho, o filho dos patrões, que tem por Val uma afeição maternal, sentimento que não consegue enxergar na própria mãe, que, por sua vez, é uma pessoa conturbada e carregada de preconceitos.

O filme se desenrola com a chegada de Jéssica, filha de Val, que sai de Pernambuco para prestar vestibular em São Paulo. Nesse processo, ela fica hospedada temporariamente na casa onde Val trabalha. Tempo suficiente para Jéssica perceber as relações de poder que existem naquele lar . Por isso, Val é, a todo o tempo, questionada pela filha em relação à posição social que ocupa dentro daquele ambiente.

O filme consegue trazer à reflexão os micropoderes que coexistem na nossa sociedade, mostrando como alguns personagens podem ser, na mesma história, algozes e vítimas. Mostra também o quanto a sociedade ainda precisa se desgarrar dos diversos preconceitos e da mentalidade classista que ainda permeia muitos pensamentos.

Vitor Moreira

Colaborador da Rede Anísio Teixeira

Cine PW: Garoto-Barba e Swing of Change

Olá, pessoal!

O Cine PW de hoje convida a todos(as) para uma reflexão sobre como conviver com as diferenças. Sabemos que, quando não respeitadas e compreendidas, as diferenças de opinião, ideologia, etnia, religião, etc., podem gerar graves processos de preconceito e discriminação.

Trazemos hoje dois pequenos vídeos sobre o tema da diversidade. Confiram os curtas e discutam com seus(as) colegas e professores(as).

Garoto-Barba

O Garoto-Barba é um curta que fala sobre uma criança que, devido a uma rara doença, tem barba. Felipe gosta de ser como é, mas se sente deslocado porque as outras pessoas costumam olhar para ele de forma diferente. Quando seus pais resolvem submetê-lo a uma moderna cirurgia de remoção de pêlos, será preciso que o garoto tome uma decisão drástica, que mostrará a seus pais e a cidade inteira que às vezes vale a pena lutar pelo o que se é realmente.

Swing of Change (Balanço da Mudança)

 

Swing of Change from Swing of Change on Vimeo.

Nova York, década de 30: Harry é um barbeiro racista, mas um trompete mágico o faz rever seus conceitos.

Ótimos estudos e até a próxima!

Lampião em cena

Foi na aridez do sertão nordestino, entre mandacarus e carcarás que transitou um dos mais controversos personagens da história nacional, Virgulino Ferreira da Silva, mais conhecido como Lampião. Considerado criminoso por uns e herói para outros, até hoje “O Rei do Cangaço” divide opiniões.

Apesar de ter se passado mais de 70 anos da sua morte, Lampião ainda habita no imaginário popular, sendo retratado em filmes, novelas, livros e cordéis.

Confira algumas dessas produções:

Radionovela IRDEB

BailePerfumado

O filme conta a saga do libanês Benjamin Abrahão, mascate responsável pelas únicas imagens de Lampião, quando vivia no sertão brasileiro. Amigo íntimo de Padre Cícero, Benjamim mascateava pelo sertão e exercitou seu espírito mercantilista convivendo intimamente com o bando de Lampião. Infiltrou-se no grupo para colher imagens e vender os registros do bando de Lampião pelo mundo.

Cordel: Lampião o Capitão do Cangaço

 

Saiba mais sobre Lampião no site: http://usuarioweb.infonet.com.br/~LAMPIAO/index.htm

Mostra de filmes “As Mulheres de Jorge” na Biblioteca Pública do Estado

Nas sextas-feiras, a partir do dia 09/03, é a vez do cinema invadir a Biblioteca, como parte da programação do projeto Mulher em Cena 2012. O público terá a chance de assistir a 04 filmes nacionais inspirados nas obras de Jorge Amado. Uma forma de pensar sobre a representação da mulher baiana na obra do escritor, integrando também as homenagens ao seu centenário. Confira a programação:
Dia 09 – Gabriela (1983)*
Dia 16 – Dona Flor e seus dois maridos (1979)

Dia 23 – Tieta do Agreste (1996)
Dia 30 – Capitães da Areia (2011)
GABRIELA (1983)
Ficha técnica
Título Original: Gabriela, Cravo e Canela
Gênero: Comédia, Romance
Direção: Bruno Barreto
Roteiro: Bruno Barreto, Flávio R. Tambellini, Jorge Amado, Leopoldo Serran
Sinopse
Bahia, 1925. Uma das maiores secas da história do Nordeste leva para Ilhéus Gabriela (Sônia Braga), uma bela retirante que com sua beleza e sensualidade conquista a todos, principalmente Nacib (Marcello Mastroianni), dono do bar mais popular da cidade, que emprega Gabriela para trabalhar em sua casa e com quem tem um caso. O relacionamento dos dois fica tão intenso que eles se casam, mas tudo parece desmoronar quando Gabriela lhe é infiel com o maior conquistador da cidade. Paralelamente, um “coronel” vai ser julgado por ter matado sua mulher com o amante. Os outros “coronéis” acham que ele tem de ser inocentado, pois houve um forte motivo para o crime, mas os tempos mudaram e determinados conceitos do passado estão sendo presentes.
Quando: dia 09, às 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar
Quanto: Gratuito
APOIO: Locadora Vídeo & Cia – Site: http://www.locadoravideoecia.com.br

Sugestão de filmes para uso pedagógico – 1

Tem novidades na área: recebi a contribuição da professora Carla D’Almeida e agora toda sexta-feira teremos sugestões de filmes do circuito comercial como recurso pedagógico.

Eu e a equipe do Condigital da SEC-BA agradecemos a colaboração e consideramos que este é um exemplo de que todos podem contribuir com o blog. Vamos nessa!!

Capa de Diários de Motocicleta1. DIÁRIO DE MOTOCICLETA
Título original: (The Motorcycle Diaries)
Lançamento: 2004 (EUA)
Gênero: Drama/Biografia
Temática:
Biografia de Ernesto Che Guevara ( ano de 1952);
Período que antecede a sua posição  questionadora e atuante a favor da autonomia das Américas.

 

 

Capa de Cruzada2. CRUZADA
Título original: (Kingdom of Heaven)
Lançamento: 2005 (Espanha, EUA, Inglaterra)
Gênero: Aventura /Histórica
Temática:
Idade Média;
Cruzadas;
Questionamento sobre o objetivo das Cruzadas.

 

 

capa de A LISTA DE SCHINDLER 3. A LISTA DE SCHINDLER
Título original: (The Schindler’s List)
Lançamento: 1993 (EUA)
Gênero: Drama/Histórico; Baseado em fatos reais
Temática:
Nazismo;
Extermínio de Judeus

 

 

Gostaram da dica? Além de reforçar o conteúdo e debates da sala de aula, também serve como uma boa dica para este fim de semana, heim? Sexta que vem tem mais!!