Dica Cultural: Feira Mensal de Livros

 

No próximo domingo (02), acontece a Feira Mensal de Livros, das 9h às 17h no Largo do Campo Grande, com estandes de editoras e livreiros, vendendo obras de todos os gêneros a preços acessíveis. Instalada sempre no primeiro domingo de cada mês, a Feira já está integrada à rotina do baiano que comparece e aproveita para comprar livros e saber das novidades literárias.

Realizada pela Diretoria do Livro e da Leitura (DLL), da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, a Feira de Livros tem o objetivo de disseminar a cultura da leitura e ser um espaço aberto a autores, editores e livreiros.

Quando: dia 02/12, das 9h às 17h

Onde: Praça Dois de Julho / Largo do Campo Grande

Quanto: Gratuito

Fonte: http://bibliotecapublicafpc.blogspot.com.br/2012/11/dica-cultural-feira-mensal-de-livros.html

Anúncios

Onde está o PW? (História)

E aí Galerinha,

O que acham de conhecer um pouco mais a História da cidade do Salvador?

Vocês conhecem o desenho “Onde está Wally?”. Seguindo esta linha, a pergunta é: Onde está o Professor Web?
Na foto, temos o registro de um bairro da cidade no século XVIII e XIX. Então, descubram que bairro é este.
Confiram ainda um pouco da história que a foto traz e as mudanças que ocorreram nesta região.

Mandem suas respostas nos Comentários.

*

*

*

*

*

*

*

*

Então, acharam?

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

Vou esperar um pouco mais.

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

E aí?

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

A resposta é…

*

*

*

*

*

*

*

O Campo Grande é um bairro de Salvador. Surgido no início do século XIX em torno da Praça de mesmo nome, sofreu uma série de transformações urbanas no decorrer da sua história. Constitui-se em um dinâmico centro cultural, nomeadamente devido à presença de instituições como o Teatro Castro Alves (TCA) e o Teatro Vila Velha, de importantes colégios e de associações como a “Casa d’Itália” na sua área.

HistóriaA sua origem está relacionada, no contexto da transferência da corte portuguesa para o Brasil, com a passagem da Família Real Portuguesa a Salvador (1808). Diferentemente de bairros mais antigos, neste, as casas foram construídas distantes dos lotes vizinhos e das vias públicas.

A praça do Campo Grande, primitivamente denominada como Campo de São Pedro, viria a ser palco de aguerridos combates durante os eventos que precederam as lutas pela independência da Bahia, já em 1821, dada a vizinhança com o forte de São Pedro, praça disputada pelas vertentes em conflito no seio das tropas: brasileiros e portugueses.

Cortada ao meio por um profundo vale, foi somente ao final do século XIX, no governo republicano de Rodrigues Lima, que a praça foi ricamente ornamentada e recebeu a configuração que hoje ostenta, com monumentos grandiosos encomendados na França, evocando os heróis das lutas pela Independência da Bahia.

No início da década de 1980 o Campo Grande viu-se novamente transformado em palco de batalhas campais, desta feita entre os estudantes, contestando o aumento das passagens de ônibus, ocasião em que foram reprimidos pelas tropas da Polícia Militar, enviadas pelo então governador Antônio Carlos Magalhães (1981). Desde então, tem sido palco das grandes manifestações populares e reivindicatórias – como a gigantesca passeata do “Fora Collor”, dez anos depois.

Características

Com árvores centenárias, situa-se após o chamado “Corredor da Vitória” (parte da Avenida Sete de Setembro, que atravessa o bairro), o Vale do Canela e o Canela, centralizando boa parte dos acessos que conduzem à “Cidade” – como é chamado o antigo centro de ruas comerciais.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Campo_Grande_(Salvador)

Não deixem de participar e ajudar com idéias e dicas.