Is Brazil Sunstainable?

DeforestationinBrazil

Fig. 1: Deforestation in Brazil

Olá!

Você sabia que grande parte do vocabulário da língua inglesa tem a mesma origem que as palavras do nosso português? Pois é. Na Idade Média, a Inglaterra falava francês e, por meio desse idioma, as palavras de origem latina foram incorporadas ao inglês que veio a ser falado, mais tarde, na região. É por essa razão que compreendemos muitas palavras, principalmente se o tema estiver ligado às ciências e termos técnicos.

Por exemplo, o que o texto abaixo comunica?

Environmental issues in Brazil

Environmental issues in Brazil include deforestation in the Amazon basin, illegal wildlife trade, illegal poaching, air and water pollution, land degradation and water pollution caused by mining activities, wetland degradation and severe oil spills, among others. As the home to approximately 13% of all known species, Brazil has one of the most diverse collections of flora and fauna on the planet. Impacts from agriculture and industrialization in the country threaten this biodiversity.
As a developing or newly industrialized nation, Brazil is notable for taking a lead in environmentally friendly initiatives. In the field of biofuels, Brazil is the second-largest producer of ethanol in the world. It is also home to two sustainable cities. Nevertheless, environmental issues remain a major concern in Brazil.

In Wikipedia, the free encyclopedia

Sem muito esforço, é possível reconhecer muitas palavras, apenas passando os olhos pelo texto. Eu pus algumas em negrito, para facilitar. Assim, sem recorrer ao dicionário, dá até pra descobrir o que significa a palavra environmental. Muito bem! Ambiental! O contexto ajuda a compreender as demais palavras. Desse modo, conseguimos captar o sentido do título que está tratando das questões ambientais no Brasil. Acertou?

Com a competência que temos de falantes nativos do português, podemos transferir para outras línguas o que já sabemos do funcionamento da nossa. É assim que percebemos que as palavras deforestation, pollution, degradation, nation e industrialization têm o mesmo sufixo e que este equivale ao nosso -ção. Percebemos que o sufixo -ty da palavra biodiversity é o mesmo que está em city, necessity e sustainability, equivalendo ao nosso -dade. Já o sufixo -ly, das palavras approximately, environmentally e friendly, transforma tudo em advérbio, do mesmo modo que o nosso -mente.

Em meio a tantas notícias ruins sobre o Brasil, recentemente, pelo menos o texto em inglês da Wikipédia fala que lideramos em environmentally friendly initiatives. E aí? Você arrisca a tradução? Ou compreender já é o bastante?

Agora, se ficou muito curios@, copie e cole o texto no tradutor online de sua preferência e confira o quanto você acertou sobre essas iniciativas ambientalmente amigáveis, que ainda precisam avançar (ou serem, de fato, adotadas) no Brasil.

Abraços,

Geraldo Seara

Professor da Rede Estadual de Ensino da Bahia

Anúncios

Indústria da Beleza na RadiolaPW

Olá, pessoal!

Queremos com esse texto dialogar um pouco sobre a indústria da beleza, principalmente o que tange nossa cultura brasileira e os padrões impostos pela mídia, os quais invariavelmente condicionam a um consumo irresponsável. Segundo dados do Instituto Euromonitor, empresa mundial de pesquisa de mercado, o Brasil é, o terceiro maior consumidor de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos do mundo. Fica atrás apenas dos Estados Unidos e Japão.

É da natureza humana refletir que estar bem a partir de uma boa aparência física, essa temática nos conduz para uma abrangente discussão, onde aqui podemos destacar alguns pontos: a abertura global do comercio, onde proporciona a venda de um mesmo produto em lugares bem distintos do planeta, desconsiderando aspectos socioculturais e até financeiros; as sugestões das marcas para uso dos seus produtos e a sensação de status que imprimem em suas publicidades; o uso de animais em testes de cosméticos; o movimento pela diversidade cultural que está superando o clichê “padrão de beleza”; as diferentes áreas da indústria de cosméticos: maquiagem, higiene pessoal, dermocosméticos, dentre outros. Os ditos “padrões” são realmente impostos ou meramente copiados?.

Imagem: Mem Costa

Imagem: Mem Costa

Pois bem, apresentamos a musica e o videoclipe Nouveau Parfum ou Novo Perfume, da cantora húngara Boglárka Csemer, artisticamente conhecida como Boggie. Ela canta em francês e faz uma crítica ao monopólio mundial da indústria da moda e da ditadura da beleza, intencionalmente direcionada às mulheres e atualmente em franco crescimento no âmbito masculino. Na sequência do videoclipe, ela, numa edição de filmagem é completamente transfigurada para aquilo que os meios de comunicação condicionam como “expressão máxima do estilo, corpo e aparência ideal”.

Questionamos, qual o padrão de beleza ideal?. Até podemos sugerir uma resposta: Seja como você é, com a beleza que você tem, sem que seja produto de ninguém.

Segue letra da música na versão em francês e tradução para o português.

Nouveau Parfum

Soit Prada, Hugo Boss, Chanel, Giorgio Armani

Cartier, Azarro, Sisley, Escada, Gucci Naf Naf

Nina Ricci, Lancôme, Kenzo

Et encore en plus encore, encore

                    Soit Bruno Banani, La Bastidane,  Estée Lauder

Guerlain, Burberry et Thierry Mugler, Bourjois

Chloé, Jean-Paul Gautier, Valentino et je n’en sais plus

Lequel je choisis?

Pourquoi je choisis?

Qui veut que je choisisse?

Je ne suis pas leur produit

De beauté, d’préciosité

Ils ne peuvent pas me changer

Sans pareille, nonpareille Le nouveau parfum, c’est moi-même,le nouveau parfum, c’est moi

Nouveau parfum

Nouveau parfum

Soit Roberto Cavalli, Bulgari, Givengi

Dolce & Gabana, Paco rabana, soit Lacoste

Tommy Hilfiger, Yves Saint Laurent et je n’en sais plus

Lequel je choisis?

Pourquoi je choisis?

Qui veut que je choisisse?

Je ne suis pas leur produit

De beauté, d’préciosité

Ils ne peuvent pas me changer

Sans pareille, nonpareille Le nouveau parfum, c’est moi-même, le nouveau parfum, c’est moi

nouveau parfum

De beauté, d’préciosité

Ils ne peuvent pas me changer

Sans pareille, nonpareille Le nouveau parfum, c’est moi-même, le nouveau parfum, c’est moi

nouveau parfum

Nouveau parfum. (x2)

Novo Perfume

Sou Prada, Hugo Boss, Chanel, Giorgio Armani

Cartier Azarro, Sisley, Escada, Gucci Naf Naf

Nina Ricci, Lancôme, Kenzo

E ainda mais, mesmo

Sou de Bruno Banani, The Bastidane,            Estee Lauder

Guerlain, Burberry e Thierry Mugler, Bourjois

Chloe, Jean Paul Gautier, Valentino e eu não sei mais

O que eu escolho?

Por que eu escolho?

Quem quer que eu escolha?

Eu não sou seu produto

Da beleza, da preciosidade

Eles não podem me mudar

Incomparável, única O novo perfume sou eu mesma, o novo perfume, sou eu

Novo Perfume

Novo Perfume

Sou Roberto Cavalli, Bulgari, Givengi

Dolce & Gabana, Paco Rabana ou Lacoste

Tommy Hilfiger, Yves Saint Laurent e eu não sei mais

O que eu escolho?

Por que eu escolho?

Quem quer que eu escolha?

Eu não sou seu produto

Da beleza, da preciosidade

Eles não podem me mudar

Incomparável, única O novo perfume sou eu mesma, o novo perfume, sou eu

Novo Perfume

Da beleza, da preciosidade

Eles não podem me mudar

Incomparável, única O novo perfume sou eu mesma, o novo perfume, sou eu

Novo Perfume

Novo Perfume. (x2)

 
Fontes: