Você já pensou em ser cientista?

Ainda tem quem ache que o cientista é um ser louco, de jaleco branco, rodeado de vidros num laboratório, explodindo as coisas até.  Também há quem pense que é uma carreira glamourosa, só pra quem estudou muito. Na verdade estudar pouco não leva ninguém a lugar nenhum, mas a  Ciência não é um bicho de sete cabeças…

2630665_albert_einstein

Fig. 1 – Caricatura de Einsten, de Marina Braga.

Atualmente existem programas que incentivam o desenvolvimento e popularização das ciências e aqui na Bahia, você já deve ter tido contato com o Ciência na Escola, não é?  Mas quando falemos de pesquisa, existem muitas coisas envolvidas. Recurso é uma delas. Para isso existem agencias de fomento, ligadas ao Ministério da Ciência e Tecnologia e às respectivas secretarias estaduais.  Elas fornecem apoio financeiro para pesquisadores e cientistas brasileiros por meio de bolsas de estudo e editais. Entre as fundações de Amparo à Pesquisa estão o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e  Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Só que a CAPES é ligada ao Ministério da Educação (MEC), que dentre outras ações também avalia o ensino superior no Brasil.

Mas é muita coisa e muita sigla junta, não é? É porque educação e pesquisa estão intimamente ligados. No entanto, no nível básico da educação ainda precisamos avançar muito, popularizando as ciências. E como são os cientistas? Ora, são pessoas assim como eu e você! Professores, estudantes, gente de todas as profissões!14068343_1316036491747431_3093812957867747766_oFig. 2 – Professora Mison Costa, pesquisadora do IFBAIANO e o  diretor de Inovação da Fapesb, Dr. Lázaro Cunha. Fonte: Guel Pinna

Só para vocês terem uma ideia, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FABESB), nossa agência estadual de fomento, tem apenas 15 aninhos de existência! Jovem, não é? E no dia 26 de agosto, estivemos presentes na celebração deste momento tão importante! A programação levou o dia todo e teve palestra, mesas de debate e entrega do Prêmio Roberto Santos de Mérito Científico. E ele, Roberto Santos, estava lá, dentre outras personalidades do meio acadêmico e científico.

O evento foi muito interessante e  destacamos o case apresentado pela da diretora da Sinergia Games, Cristhyane Ribeiro.

cxa0ubxwaaaf86r

Fig. 3 – Cristhyane Ribeiro. Fonte: Ascom Fapesb

A finalidade desses jogos é “unir entretenimento com a promoção de experiências de desenvolvimento pessoal aos usuários.” Eles se  “utilizam de linguagem pertinente ao universo do público jovem e adolescente e game play semelhante aos de jogos populares das redes sociais.”

Numa cidade como a nossa, onde as tradições culturais africanas são tão presentes, ficamos encantados com os projetos desenvolvidos pela equipe da Sineragia, especialmente o jogo Histórias da Terra,  que conta as Lendas de Origem presentes na mitologia das Religiões de Matriz Africana. Mas são muitas opções, incluindo Histórias em Quadrinhos e RPG!!

sinergia

Fig. 4 – Projetos desenvolvidos pela Sinergia Games

Percebeu como a ciência, a tecnologia e a educação se entrelaçam? E é claro que esse encontro serviu também para conversarmos sobre nosso Ambiente Educacional Web, que você sabe que tem também muito material bacana para se aprender! Então, veja o vídeo ” “Se plantando…tudo dá certo!”da série Cotidiano, que entre outras coisas mostra os estudantes realizando um projeto científico para a escola e contando com o apoio dos professores e gestores! Não é difícil!  Inspirem-se! E vamos fazer da nossa escola um lugar de mais pesquisa também!

banner-aap

Guel Pinna

Professora da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s