Oxe! Forró é For all?

FOR-ALL-FORRO

Fig. 1: Ilustração feita por Josymar Alves

Oxente! É São João! Vou aquecer essa indagação no calor de uma fogueira, ao som da zabumba do Rei do Baião! Aliás, assim ele já cantava a composição de José Batista e Antônio Barros:

“ Reinado, coroa
Tudo isso o baião me deu
Estrelas de ouro
No meu chapéu
Roupa de couro e gibão
Como um milagre caído do céu…”

selo_luiz_gonzaga-02Fig.2 Selo produzido pelos Correios em homanagem a Luiz Gonzaga no ano de 2012

Mas, a propósito! De onde vem a expressão for all? Bem… muitos tentam explicá-la, até mesmo Geraldo Azevedo em sua canção “For All Para Todos”, mas a verdade é que, segundo a pseudoetimologia a palavra forró resultaria da expressão inglesa for all (para todos). Seria essa a explicação? Ficou curioso(a) para saber mais? Segundo estudiosos, é resultante da corruptela da palavra francesa faux-bourdo. De acordo com o gramático e filólogo Evanildo Bechara é a redução de “forrobodó” ou, simplesmente, forró. Originário das festividades europeias, acabou sendo incorporado à cultura brasileira na qual o Nordeste é sua maior manifestação.

De onde veio ou não, o que importa é que muito do nosso forró veio do Gonzagão! Aliás, você sabia dessa? Assista ao vídeo e confira:

E não há forró que se preze, sem ele. Portanto, convido a todos para fazer um retorno ao passado com o saudoso Luiz Gonzaga, “The King of Baião”. Enquanto aprendemos sobre a vida dele, vamos revisar o Simple Past (Regular Verbs) tempo verbal bastante utilizado na língua inglesa. Esse ícone da cultura nordestina cuja “Asa Branca” alçou voo ganhou versão em inglês com o Forro in the Dark / David Byrne. Busque o vídeo e tire suas conclusões!

Here we go!

A formação do Simple Past (Regular verbs) é muito simples. Vejamos algumas regras! É necessário acrescentar o ED ao final do verbo sempre que ele for regular na forma afirmativa. Essa é a regra geral!

Luiz Gonzaga learnED to play accordion at very early age.

The singer mentionED different rythms and musical fusions like xote, baião, xaxado and others.

Gonzaga recordED Baião in 1946.

Com os verbos terminados em “E”, acrescentamos apenas o “D” :

The King of Baião admireD his people and his culture.

He promoteD northeastern music throughout Brazil.

Luiz Gonzaga and Humberto Teixeira composeD “Asa Branca” in 1947.

The King of Baião receiveD the Shell prize for Brazilian Popular Music in 1984.

He died in 1989.

Remember! Para negar ou interrogar é necessário utilizar o verbo auxiliar DID e manter o verbo principal na sua forma original. Vejamos um exemplo na forma interrogativa!

Luiz Gonzaga createD a new style of Brazilian folk music.

DID Luiz Gonzaga create a new style of Brazilian folk music?

Então… So easy! Não é mesmo? Para aprender mais veja no nosso Ambiente Educacional Web, acessando o link:

http://ambiente.educacao.ba.gov.br/conteudos-digitais/conteudo/exibir/id/4242

Well… Forró or For all, enjoy yourself! Porque sendo inglês, francês ou  português  o bom mesmo é a comemoração e : Viva São João!

 Mônica Mota

Professora da Rede Pública de Ensino da Bahia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s