Salvador e Sua História: Celebrar e Tornar Melhor como Necessidade Cotidiana

Salvador é a cidade mais velha do Brasil.

Algumas vilas se formaram antes, como São Vicente (1532) e Olinda (1535), mas no formato cidade (organizada como uma zona urbana e planejada para tal), a cidade de São Salvador da Baía de Todos os Santos é a mais antiga da colônia portuguesa que posteriormente se torna o país Brasil. O nome da cidade é uma referência cristã católica ao Salvador, Jesus Cristo, o que condizia com o projeto cristianizador das navegações que foram realizadas no sentido Europa/América, processo que originou a colonização das terras americanas ao sul do Equador por Portugal.

Fruto de uma ordem do Rei D. João III de Portugal, Salvador foi oficialmente fundada em 29 de março de 1549, quando o então nomeado Governador Geral do Brasil – Tomé de Souza – desembarcou no Porto da Barra dando início ao projeto de Luís Dias (Mestre da Fortaleza e Obras de Salvador), para construir a primeira capital da colônia, centro administrativo dos negócios econômicos do produto que ora se cultivava como riqueza principal nesta terra: a cana-de-açúcar.

Em 1763, a capital da colônia é transferida para a cidade do Rio de Janeiro, já no contexto das descobertas de metais preciosos na região do atual estado de Minas Gerais e Salvador perde sua relevância principal como centro político da América Portuguesa (que viria a ser o Brasil), ficando ao longo do tempo como referência dos primeiros tempos coloniais.

Em 2016, Salvador completa 467 anos de fundação e ao mesmo tempo em que se rememora sua trajetória como cidade, é importante pensar sobre problemas que precisam ser superados para que a vida nesse lugar seja melhor aproveitada. A desigualdade social, a violência urbana, a mobilidade e consequentemente os padrões de convivência social precisam ser revistos.

Com índices de desempregos altos e muitos subempregos que se apresentam, por exemplo, na economia informal (os camelôs), a desigualdade econômica é um grande desafio para que as comemorações de aniversário possam ser plenas. Com uma pequena malha de Metrô recentemente inaugurada, Salvador ainda possui muitas dificuldades no que diz respeito à mobilidade urbana. Ônibus que demoram muito a passar pelos pontos, frotas reduzidas em horários após 21h, domingos e feriados são questões que tornam difícil a vida do habitante dessa capital. Some-se a isso a crescente violência urbana que acomete essa zona urbana. Segundo dados de 2012, em torno de 42 mil adolescentes de 12 a 18 anos estão propensos a serem vítimas de assassinato em cidades com mais de cem mil habitantes. A projeção se refere ao período entre 2013 e 2019, tal como o gráfico abaixo aponta:

graficos-indice-de-homicidios-de-adolescentes-1422453561278_600x940

Dados: UNICEF, SDH (Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República ), ONG Observatório de Favelas e o LAV – UERJ (Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

Dessa forma, é importante que pensemos a cidade de Salvador como o local onde a comemoração deve vir junto à reflexão. Suas belezas naturais e culturais são bálsamos para olhos, ouvidos e demais sentidos humanos que se dão ao prazer de vivenciarem sua existência. Ter esse espaço como um lugar melhor para viver deve ser objetivo de todos nós que queremos uma sociedade mais humanitária e assim, mais viva!

Salve, Salvador!

Como sugestão de audiovisual sobre a temática desse texto, o episódio “Salvador” do Quadro Histórias da Bahia, do Programa Intervalo (Rede Anísio Teixeira) pode ser interessante para outros olhares acerca de nossa história.

Segue o link:

http://ambiente.educacao.ba.gov.br/tv-anisio-teixeira/programas/exibir/id/3873

Carlos Barros

Professor da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia.

 

One thought on “Salvador e Sua História: Celebrar e Tornar Melhor como Necessidade Cotidiana

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s