Novembro Negro em pauta

Como vocês já sabem, em novembro, o blog dedica todas as suas postagens para tratar de temáticas que envolvem a história e cultura africana. Isso porque, 20 de novembro é o Dia Nacional da Consciência Negra, dia em que se homenageia a memória de Zumbi dos Palmares e toda a luta do povo negro ao longo da história. A Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) realizará uma série de atividades, em Salvador e em outras cidades baianas, para marcar o Novembro Negro. A abertura será na próxima sexta, 6 de novembro, no Museu de Arte da Bahia (que fica no Corredor da Vitória, em Salvador), a partir das 18h.

Falar de negritude é falar da formação do povo brasileiro, da nossa origem. É refletir sobre a sociedade excludente, que insiste em dizer que somos “minoria”, mesmo a realidade comprovando o contrário. É se posicionar diante de casos de racismo, que cotidianamente acometem negros e negras. É mostrar que todo preconceito tem como origem a ignorância, a falta de informação. É pensar e repensar sobre o nosso papel no mundo, no país, na cidade, no bairro. Enfim, falar de negritude é mobilizar-se o tempo todo, para que a evolução seja fruto de nossos atos, e não de fatos intencionalmente criados para impedir o nosso progresso.

Raulino Júnior

Professor da Rede Pública de Ensino da Bahia

Anúncios
This entry was posted in Consciência Negra, História, História e Cultura Africana, Humanas, Pluralidade Cultural, RSCJ, Sociologia, Temas Transversais and tagged , , , , , , , by Raulino Júnior. Bookmark the permalink.

About Raulino Júnior

Raulino Júnior é professor de língua portuguesa da rede estadual de ensino da Bahia, especialista em Estudos Linguísticos (UEFS, 2008), jornalista e produtor cultural. Formou-se em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS, 2006) e em Jornalismo (2014) e Produção em Comunicação e Cultura (2016) pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Facom/UFBA). Compõe desde a adolescência e, com a música "Mudanças", ficou em 3º lugar no 1º Festival de Música do Servidor Público, promovido pela Secretaria da Administração do Estado da Bahia (SAEB), em 2013. É autor do "Desde que eu me entendo por gente", blog de experimentações jornalísticas com ênfase em jornalismo cultural, integrante da produtora "Contramão Comunicação e Cultura", idealizador e apresentador do "Monotemático", programa de entrevistas com autores de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs). Desde 2013, integra a equipe de professores da Rede Anísio Teixeira, programa de difusão de mídias e tecnologias educacionais da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s