Hello, folks!

Fonte: https://pixabay.com/pt/compras-carrinho-gr%C3%A1fico-loja-650046/.

Vamos aprender sobre clothes? Antes, daremos um giro para entender duas palavras que têm tudo a ver. Que tal falarmos sobre consumo? Ou melhor, consumismo? Oxente! E não é a mesma coisa?

Bem… No consumo, as pessoas compram somente o necessário e está relacionado à sobrevivência presente ou futura. Ao passo que o consumismo é caracterizado pela aquisição daquilo que não é necessário ou não está intimamente ligado à sobrevivência.

Hoje vivemos numa aldeia global, onde o consumismo é a palavra de ordem para muita gente. Depois da Revolução Industrial, o mundo nunca mais foi o mesmo. A forma como as pessoas se vestiam foi alterada. Com o surgimento do capitalismo, a aquisição de produtos também foi modificada.

Consumir, na atualidade, tem sido um ato político, porque é preciso questionar sobre o que está comprando. Requer um posicionamento reflexivo sobre a origem do produto, a mão de obra que está por trás, se é resultado de um trabalho escravo ou até mesmo o impacto ambiental que ele causa.

Estamos sempre querendo algo novo! Um tênis novo, um jeans novo, uns shorts da moda! E por falar nisso, o que você acha de darmos uma revisada no vocabulário de clothes? Inclusive, existem muitos sites na Internet para venda de produtos dessa natureza. Be careful! Muitos sites não são confiáveis e exigem cadastros com informações pessoais! A internet tem seu lado perigoso também! E, às vezes, isso dá uma headache danada! A propósito, você é shopaholic? More or less?

A expressão shopaholic é um termo em inglês para designar uma pessoa altamente compulsiva em compras. Isso é caracterizado como um transtorno! Uma compulsão em que as pessoas precisam buscar ajuda. Que tal finalizarmos, então, com a nossa revisão sobre clothes?

Mônica Mota

Professora da Rede Estadual de Ensino

 

Anúncios

6 thoughts on “Hello, folks!

  1. Excelente texto! Vou usar em minhas aulas, pois traz o discurso (ideologia) por trás do código (língua). Os estrangeirismos chegam junto com o “american way”. Assim, um “shopping mall/center” é preferível ao possível “centro comercial”, este menos chique, ainda que possam competir com os “bróderes”. Lembro quando trocaram o nome do Centro Comercial da Baixa dos Sapateiros para Shopping da Baixa dos Sapateiros, por conta da baixa frequência do público esperado. Lembro, também, quando uma fábrica da Zona Franca de Manaus produziu aparelhos com teclas em português e tiveram que recolher os dispositivos para devolvê-los às lojas com “play”, “stop”, “eject”, “rec”, “in”, “out”, etc. Lembro que minha mãe, certa vez, me disse que o onófi do rádio estava com defeito. Confesso que não entendi, até ver o que era o tal “on/off”.

    Sim, é preciso refletir sobre consumismo, que vai muito além dos produtos!

    Keep going!

    Hug,

    Geraldo.

  2. Prof.ª Mônica,parabéns!

    Sua iniciação no PW foi excelente!

    O texto intitulado ” Hello, folks!”, de leitura leve, marcado por uma cadência,movimento, representada através do colorido alegre das palavras.De tema interessante e, pertinente para todos, muito especialmente para a nossa galerinha estudantil, no tocante ao “consumo e consumismo”. Nos traz o mistério contido em palavras do idioma inglês , que muito habilmente você revela o significado.

    Cheia de expertises! Parabéns!Muito bom tê-la como minha vizinha de bancada de trabalho.
    Aguardarei,curiosa,pelo próximo texto!
    Até breve,sucesso sempre!

    Ana Rita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s