Cine PW – Produção de Panela de Barro

Por: Fátima Coelho

Olá,

Já sabemos que o mês de abril é dedicado aos Povos Indígenas. Sendo assim, o vídeo que foi realizado em Salgado, município de Andorinha / Bahia, na Associação Mãe Arte D’arte do Salgado, uma associação ligada à cultura e à arte, trará D. Orzelita, nos dias de hoje, confeccionando suas panelas de barro.

Orzelita da Silva Roxa, artesã, utiliza expressões características da região, para exemplificar a feitura desta arte milenar…  descreve, didática e minuciosamente, cada etapa: bater o barro, molhar, peneirar a areia, confeccionar as peças, partindo de várias “tirinhas” e unindo-as umas com as outras. Utiliza “capuco” 2 para unificar as tiras, “coiteba” (feito de cabaça) para alisar o objeto que está sendo produzido e, por fim, a semente de mucunã3 faz o acabamento antes dos objetos serem cobertos para secagem… O barro que hoje é utilizado – vermelho, amarelo… – vem de uma localidade chamada Terreirinho, perto de Sr. do Bonfim / Bahia. O barro preto que faz as panelas para cozinhar, vem de uma serra a  4 km de Andorinha.

Clique na imagem para ver o vídeo.

Clique na imagem para ver o vídeo.

Assim como Orzelita, que perpetua a sua arte através de objetos de barro, outras tribos da Bahia também! Exemplifico com o texto de Vilma Lizete da tribo Pankararu4 :

 Minha mãe, Lizete Maria da Silva, aprendeu a fazer louça com a minha avó, Fernandina Maria de Araújo, que criou todos os seus sete filhos trabalhando com o barro, afirmando que essa atividade era o seu meio de vida. Como era daquele barro que vinha o nosso alimento, minha mãe seguiu minha avó dizendo: – Barro é vida!”

[…]

(…) Faço a arte do cuscuzeiro, da quartinha, da panela, do pote, pratos. Os objetos são utilizados diariamente em nossas casas, na lida doméstica, mas também tem significado importantíssimo nos rituais sagrados. Mantemos nossa tradição cultural sabendo que essa arte indígena é feita da nossa própria terra.

Dica de como preparar uma 5panela de barro nova:
Unte a panela de barro, sem uso, com 2 colheres de óleo de cozinha;
Leve-a ao fogo e deixe queimar até o óleo acabar;
Em seguida, coloque a panela para esfriar e lave-a;

Está pronta para usar…!

REFERÊNCIAS
 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm
Lei nº 11.645 de 10 / 03 / 2008. Acessado dia 18 de março 2015
http://ambiente.educacao.ba.gov.br/tv-anisio-teixeira/programas/exibir/id/3910 : Acessado dia 18 de março 2015
 Capuco – dicionário – http://www.priberam.pt/dlpo/capuco
 Mucunã – dicionário –  http://www.dicio.com.br/mucuna_2 –
http://belezadacaatinga.blogspot.com.br/2012/01/mucuna-mucuna-pruriens.html: Acessado dia 14 de abril 2015
 http://www.thydewa.org/wp-content/uploads/2012/07/memoria.pd
Acessado dia 14 de abril 2015
 Panela de barro – http://www.aquinacozinha.com/dica-para-usar-a-panela-de-barro-pela-primeira-vez/ Acessado dia 06 de abril 2015
 http://www.programaartebrasil.com.br/hist_artesanato/hist_arte.asp
Acessado dia 18 de março 2015
 http://pib.socioambiental.org/pt/povo/kaapor/1739
Acessado dia 30 de março 2015
 http://www.educacao.ba.gov.br/culturasindigenas
Acessado dia 06 de abril 2015
Anúncios