Radiola PW: Olhos Coloridos

Osvaldo Rui da Costa, o Macau, autor da música

Osvaldo Rui da Costa, o Macau, autor da música “Olhos Coloridos”. Foto: Victor Fernandes

Oi, pessoal! Tudo bem? A música Olhos Coloridos, composta por Macau e originalmente interpretada por Sandra de Sá, é o destaque da nossa Radiola PW! Antes de começarmos a falar da canção, vamos à letra:

Olhos Coloridos

(Macau)

Os meus olhos coloridos

Me fazem refletir

Eu estou sempre na minha

E não posso mais fugir…

Meu cabelo enrolado

Todos querem imitar

Eles estão baratinados

Também querem enrolar…

Você ri da minha roupa

Você ri do meu cabelo

Você ri da minha pele

Você ri do meu sorriso…

A verdade é que você

Tem sangue crioulo

Tem cabelo duro

Sarará crioulo…

Sarará crioulo

Sarará crioulo…

A música foi gravada por Sandra de Sá, no LP homônimo, lançado pela RGE, em 1982. Composta por Macau, nome artístico de Osvaldo Rui da Costa, Olhos Coloridos é resultado de uma situação de discriminação racial sofrida pelo autor. Em entrevista para a revista Raça Brasil, em agosto deste ano, o compositor falou sobre o episódio: “Olhos Coloridos surgiu de uma repressão policial que sofri em um evento escolar realizado pelo Exército, no Estádio de Remo da Lagoa. Eu e meu amigo Jamil estávamos vendo as crianças brincarem na roda-gigante, quando um policial militar veio até a mim e me obrigou a acompanhá-lo até a coordenação do evento. Me recusei porque não entendi o motivo pelo qual tinha que me afastar de onde estávamos. Acabei acompanhando o PM, que me levou até o Sargento e, a partir daí, sofri todos os tipos de discriminação: fui chamado de ‘nego abusado’, agredido com palavras e força física, zombaram da minha cor, da minha pele, do meu cabelo e de minha roupa, riram até do meu sorriso. O impressionante é que o policial também era ‘sarará crioulo’”.

A música

Olhos Coloridos é um clássico da chamada “black music brasileira”. De acordo com informações presentes no site oficial de Macau, a música foi gravada por cantores brasileiros e por artistas oriundos de outros países, como Inglaterra e França. Em programas de TV com foco em música, produzidos no Brasil, é muito comum ver Olhos Coloridos sendo interpretada.

A canção é uma espécie de hino da negritude, uma vez que contribui para o reconhecimento de uma identidade, bem como para autoestima dos negros. Os versos “Meu cabelo enrolado/Todos querem imitar” evidenciam isso. Tocando na miscigenção do povo brasileiro e reforçando a nossa formação, Olhos Coloridos diz: “A verdade é que você/Tem sangue crioulo”.

A frase “Todo brasileiro!”, comum na veiculação ao vivo da música e colocada após o verso “A verdade é que você”, não aparece na letra da gravação original.

O compositor e a intérprete

Macau nasceu no Rio de Janeiro e deu início à carreira artística ao participar, em 1969, do Primeiro Festival de Inverno do Teatro Casa Grande, no estado onde nasceu. Além de compositor, é cantor e integrou a banda Paulo Bagunça e a Tropa Maldita. Em 2012, lançou o CD Do jeito que sua alma entende.

Sandra Christina Frederico de Sá, a Sandra de Sá, também nasceu no Rio de Janeiro e começou a carreira em 1980. Participou de festivais de música e colocou voz em várias canções de sucesso, como Bye bye, tristeza (Marcos Vale/Carlos Colla) e Sozinha (Peninha).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s