Linhas para a eternidade

No dia 25 de julho, comemorou-se o Dia Nacional do Escritor. Por uma triste coincidência, apenas naquele mês, o Brasil ficou órfão de três importantes contadores de histórias através das linhas: João Ubaldo Ribeiro, Rubem Alves e Ariano Suassuna.

João Ubaldo deixou o povo brasileiro no dia 18 de julho, aos 73 anos. Autor de obras emblemáticas da nossa literatura, como Sargento Getúlio e Viva o Povo Brasileiro, Ribeiro eternizou o Brasil nos seus livros. Ele falou de nossos costumes, de nossa história e de nossa irreverência, como fica evidente na narrativa de A Casa dos Budas Ditosos. João Ubaldo Ribeiro atuou na imprensa e se formou em Direito, apesar de nunca exercer a atividade. O que ele sabia fazer direito mesmo era escrever e, certamente, seus leitores constatavam isso a cada página virada. Na entrevista abaixo, concedida ao programa Roda Viva, da TV Cultura, em julho de 2012, João Ubaldo fala sobre suas produções, literatura e faz uma breve análise do Brasil.

De Ubaldo para Rubem. O Alves. O pedagogo, poeta e filósofo afirmava: “Gosto de brincar com palavras. Por isso sou escritor”. Deixou de brincar com elas no dia 19 de julho, aos 80 anos. Rubem Alves escrevia sobre teologia e o cotidiano, mas foi falando de educação que se destacou. Autor de livros como A Alegria de Ensinar, Por Uma Educação Romântica e A Escola com que Sempre Sonhei sem Imaginar que Pudesse Existir, Alves era um educador apaixonado pelo ofício. Não temia a morte, só tinha pena de morrer. “Eu não tenho medo de morrer… Só tenho pena. A vida é tão boa…”. Que pena! Em dezembro de 2011, Rubem participou do Programa 3 a 1, da TV Brasil. Confira!

No dia 23 de julho, aos 87 anos, Ariano Suassuna tratou de se encontrar com “o único mal irremediável”, como um de seus personagens costumava falar. Teatro, literatura e política estavam na vida e na obra do autor. Criador de tipos inesquecíveis, Ariano era, acima de tudo, um agitador cultural. Desde sempre. Quem nunca ouviu falar de suas aulas em forma de espetáculo? E do Movimento Armorial? Suassuna levou o Nordeste para o mundo através de suas obras, que foram traduzidas para o alemão, o espanhol, o inglês; só para citar alguns. Uma Mulher Vestida de Sol, O Auto da Compadecida e O Santo e a Porca ficarão para sempre na memória dos leitores. Cada escritor citado aqui também! Para sempre!

Anúncios
This entry was posted in Artes, Homenagem, Linguagens e códigos, Literatura, Português, RSCJ and tagged , , , , , , , by Raulino Júnior. Bookmark the permalink.

About Raulino Júnior

Raulino Júnior é professor de língua portuguesa da rede estadual de ensino da Bahia, especialista em Estudos Linguísticos (UEFS, 2008), jornalista e produtor cultural. Formou-se em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS, 2006) e em Jornalismo (2014) e Produção em Comunicação e Cultura (2016) pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Facom/UFBA). Compõe desde a adolescência e, com a música "Mudanças", ficou em 3º lugar no 1º Festival de Música do Servidor Público, promovido pela Secretaria da Administração do Estado da Bahia (SAEB), em 2013. É autor do "Desde que eu me entendo por gente", blog de experimentações jornalísticas com ênfase em jornalismo cultural, integrante da produtora "Contramão Comunicação e Cultura", idealizador e apresentador do "Monotemático", programa de entrevistas com autores de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs). Desde 2013, integra a equipe de professores da Rede Anísio Teixeira, programa de difusão de mídias e tecnologias educacionais da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s