Como tornar público o Arquivo Público?

ttttt
Foto: Lucas Caldas

A partir desse questionamento, a curadora-chefe da 3ª Bienal da Bahia, Ana Pato, promove o projeto Quinta na Quinta, que vai acontecer no Arquivo Público do Estado da Bahia, localizado na Baixa de Quintas, nº 50, a partir do dia 17 de julho. O objetivo é tornar o Arquivo Público um espaço de visitação para professores e alunos.

O projeto conta com uma equipe de artistas que irão expor seus trabalhos no entorno do Arquivo, compondo um mosaico de intervenções artísticas. Também será aberto ao público o acervo do antigo museu Estácio de Lima, conhecido como museu Nina Rodrigues. O acervo desse museu contém seções para estudos antropológicos, como objetos de rituais litúrgicos do candomblé que foram apreendidos pela polícia. Também contém objetos da cultura indígena e do Cangaço, especificamente sobre o grupo de Lampião. Assim, as portas do Arquivo Público estão abertas para os professores da rede estadual, que podem programar visitas guiadas através do telefone 3117-6141. Até a próxima!

Por Valdineia Oliveira e Telma Gonçalves.

Anúncios