Graffiti: a arte nas ruas – Expressão e liberdade!

Olá, amig@s!

Nas grandes cidades, torna-se cada dia mais difícil apreciar belas paisagens ao longo do caminho que percorremos. Seja no trajeto para o trabalho ou em direção à escola, somos bombardeados com um turbilhão de informações e publicidades, que tentam moldar a nossa interpretação sobre a vida.

Deste modo, a expressividade contida em cada um de nós, vai dando lugar ao silêncio e embrutecimento, divagando o nosso olhar do que é belo, sobre o que é arte e o quanto esta tem valor em nosso cotidiano e na relação com o mundo.

Mas é possível, em meio a tudo isso, romper determinadas amarras e conceitos, contemplar e promover arte urbana, poesia e expressão – com um spray na mão e muitas, centenas de ideias na cabeça. Estamos falando do Graffiti, um dos 4 elementos básicos da cultura Hip Hop, que é composta também pelo MC, DJ e o Break.

E todo esse poder de comunicação e talento artístico, podem ser vistos nas paredes das cidades, onde grupos organizados por jovens, geralmente oriundos das periferias, alimentam as nossas almas e encantam os nossos olhos com o retrato social daquilo que convivem diariamente.

Esse é o caso do artista plástico Marcos Costa, que desde a adolescência despertou o interesse e talento pelas artes visuais, dedicando a sua vida a essa causa, o que o levou das carteiras da escola pública, à Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia.

Junto com amig@s e o seu “Spray Cabuloso”, tem contribuído e participado da consolidação da identidade juvenil, por meio da liberdade de expressão, como pode ser conferido nas paredes de diversas instituições e colégios públicos estaduais, como exemplos recentes, podemos citar o Instituto Anísio Teixeira (*IAT), Colégio Bolívar Santana e Escola de Aplicação Anísio Teixeira, fortalecendo no espaço escolar o protagonismo da cultura e arte livre, dando lugar ao talento e rechaçando a marginalização imposta por anos de exclusão do ativismo popular e juvenil.

Em um breve bate papo com a equipe do PW, Marcos salientou o impacto dessa arte para a sociedade:

– “O Graffiti é uma linguagem Artística que valoriza o espaço urbano e dialoga igualitariamente com todos os cidadãos, sem discriminação. É para mim o maior expoente de pintura contemporânea resignificando os ambientes e levando Arte para todo mundo.”

E contou ainda, que acredita na importância desse trabalho para a juventude, em especial a da periferia, pois: “através do Graffiti, do Break ou do RAP pode contribuir bastante no incentivo aos estudos, na diminuição do Bullying e preconceitos raciais, na elevação da autoestima da juventude negra e principalmente na construção e solidificação da Cultura da Paz.”

Valorizando a iniciativa e convite do Instituto, o artista falou também da necessidade da inserção do Graffiti como elemento de estudo em disciplinas como educação artística, bem como na customização das fardas escolares

Acho que as Escolas precisam de Arte Graffiti não somente nas disciplinas, mas, no design das fardas, do material escolar, nas paredes das escolas, etc.” disse.

Confiram, algumas belíssimas fotos da fachada da Escola Estadual de Aplicação Anísio Teixeira – Cliquem aqui!

21

*Participaram também da Intervenção no IAT, os Artistas: Trigo (Geferson Santos) e Thito Lama.

Além da força e da estética desse movimento multicultural, Marcos reflete também sobre a possibilidade de colaboração, nos diversos espaços sociais, com profissionais que desejam dar resignificação a estes:

Escolas, Associações de Bairros, Empresas e Cooperativas podem resignificar suas fachadas ou ambientes internos tornando-os mais originais e com toque especial através do Graffiti, que é uma Arte popular, mas é de valor inestimável. Quando grafitamos um muro damos a ele o Status de uma Obra de Arte Original.”

Quanta arte e expressão, não é mesmo pessoal?!

Saibam mais sobre a intervenção urbana por meio desta arte – Acessem o blog – Spray Cabuloso

Diretores (as), estudantes, professores (as) e comunidade escolar, podem convidar Marcos Costa, através dos contatos – Cliquem aqui!

Abraços!

Fonte: https://oprofessorweb.wordpress.com/2012/11/13/dia-internacional-do-hip-hop/

Fotos: Marcos Costa.

Colaborou: Roberta Rodrigues – Jornalista da Unidade de comunicação do Instituto Anísio Teixeira.

Anúncios

One thought on “Graffiti: a arte nas ruas – Expressão e liberdade!

  1. Pingback: Arte perigosa! | Professor Web e Professora Online

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s