Exposição comemora aniversário de Castro Alves

Em 14 de março, Dia da Poesia e aniversário de Castro Alves (14.03.1847 – 06.07.1871), a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC) e a Fundação Pedro Calmon (FPC), unidades da Secretaria de Cultura do Estado (Secult/BA), promovem uma comemoração festiva para marcar a passagem dos 166 anos de nascimento do trovador baiano. A atividade será realizada no Parque Histórico Castro Alves, unidade vinculada à DIMUS/IPAC situada na fazenda onde nasceu o poeta, em Cabaceiras do Paraguaçu, e tem como um de seus destaques a reabertura da exposição do acervo do museu. O evento conta com o apoio da prefeitura do município.

A mostra é dividida em quatro salas e apresenta objetos pessoais, como fotografias, cartões-postais, manuscritos, livros e indumentárias que levam o público a mergulhar no universo do mestre do romantismo brasileiro. No primeiro espaço, o visitante terá um panorama da vida e obra do poeta a partir do texto do professor Edivaldo Boaventura e de objetos que pertenceram a ele em vida. Dentre eles, se destaca o livro Espumas Flutuantes, única edição publicada com Castro Alves ainda vivo, em 1870. Suas musas inspiradoras também estão presentes na mostra, que traz fotografias de Eugênia Infante da Câmara, grande amor da vida do poeta baiano, e de Agnese Trinci Murri, sua última paixão.

castroalves1

Um ambiente descontraído, climatizado e confortável compõe a segunda sala, que tem a poesia como tema. O visitante poderá ler e ouvir alguns dos principais versos sociais e românticos de Castro Alves. Em outra sala, que também conta com um espaço para exibição de vídeos, a família do ilustre poeta é apresentada através da árvore genealógica, fotografias e objetos pessoais. O último espaço é uma homenagem póstuma, com releituras de poemas feitas em linguagem plástica por pintores da Geração 70 e telas produzidas em comemoração aos 150 anos de nascimento de Castro Alves. Condecorações, livros raros e um busto do trovador completam o ambiente.

A Festa – Durante as comemorações do dia 14, serão premiados os cinco primeiros colocados no 12º Festival de Declamação de Poemas de Castro Alves, que acontece no Parque Histórico no dia 09 de março, a partir das 13h. O evento reúne crianças, adultos e idosos que se deslocam de diferentes regiões do estado para fazer uma homenagem ao poeta baiano. Em 2013, os prêmios variam entre R$ 1.500 e R$ 600. A programação inclui ainda lançamento e distribuição do livreto comemorativo Tragédia no lar, de Castro Alves, publicado pela FPC, e a edição especial do Projeto Leituras Públicas com o poeta Marcos Peralta, que fará a leitura da publicação.

Ao longo do dia, os visitantes também poderão assistir a uma missa festiva, participar da maratona do poeta, uma realização da prefeitura do município, e se divertir com apresentações de grupos culturais. O FeiraMóvel, ônibus biblioteca da FPC, instalará, em frente ao Parque, uma pequena feira de livros que serão vendidos a preços módicos; promovendo, assim, a democratização do acesso ao livro. O cantor, compositor e sanfoneiro Gerri Cunha, que também integra o Bando do Velho Chico, encerra a festa cantandoconsagrados xotes e baiões de Luiz Gonzaga, a exemplo de Xote das Meninas, Asa Branca e Baião da Penha

Leia matéria completa e programação aqui.

Fonte: http://estudantes.educacao.ba.gov.br/noticias/exposicao-comemora-aniversario-de-castro-alves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s