Parabéns Salvador!!

A primeira capital do país expõe no seu contexto histórico influências africanas que são marcantes nos seus aspectos culturais.

Reconhecida popularmente pela sua beleza e conjuntos arquitetônico tais como o Pelourinho, Elevador Lacerda e Farol da Barra e festas populares como a Lavagem do Senhor do Bonfimo carnaval, mas especialmente pela importância para a emancipação política e pelas suas lutas sociais.

PW-salvador-POST-2013

Confiram a postagem em homenagem a Salvador, feita pela equipe do Professor Web. Clique aqui.

Abraços!!

Anúncios

Cine PW: “O Circo”

Respeitável Público!

Inspirado pelo Dia do Circo e Mundial do Teatro, o Cine PW apresenta o “O Circo”, filme protagonizado, escrito, produzido, roteirizado e dirigido por Charles Chaplin.

Chaplin, melhor do que ninguém, conseguiu juntar o teatro e a arte circense com o cinema e dessa fusão realizar obras-primas como “Tempos Modernos” e “O Grande Ditador”.

É com mais uma produção de Chaplin que o Cine PW homenageia todos(as) os(as) artistas do teatro e do circo!

Sinopse

Vagabundo acaba indo parar em um circo enquanto fugia da polícia, que o confundira com um ladrão de carteiras. Ele sem querer acaba entrando no espetáculo e fazendo grande sucesso com o público, sendo logo contratado pelo dono, que irá se aproveitar dele. Ele ainda arranja tempo para se apaixonar pela acrobata, filha desse mesmo proprietário. 

(Fonte:Wikipedia)

 

Café Filosófico – CPFL Cultura: A criança em seu mundo

Salve, salve, turma!

O Brasil conta atualmente com mais de 190 milhões de habitantes de acordo com o Censo Demográfico de 2010. Segundo o IBGE (PNAD 2001), estima-se que 89 % dos lares brasileiros possuem televisão, enquanto 85% possuem geladeira, demostrando a importância que as famílias brasileiras atribuem a TV.

Em um país marcado pelas desigualdades econômicas e sociais, analfabetismo e um sistema de educação carente, a maioria dos jovens, crianças e famílias tem a televisão como principal fonte de entretenimento, informação e educação. “De acordo com os dados do Ibope de 2003, as crianças ficam em média 4 horas diárias assistindo TV”¹ e antes de iniciar sua vida escolar essas crianças terão assistido cerca de 5 à 6 mil horas, tendo visto todo tipo de programação, adequada e inadequada, para sua idade.

 “A mídia como corpo docente” é um dos desafios colocados no processo de educação, pois ao tempo que apresenta programas educativos, por outro lado estimula o consumismo, o modismo, uma sexualidade precoce e tantos outros problemas.

Tendo em vista esses desafios o Café Filosófico – CPFL Cultura convidou o Professor Mario Sérgio Cortella para falar sobre “A criança em seu mundo”.

Captura de tela em 2013-03-26 12:33:28

Ótima sessão e até a próxima!

¹ http://www.aliancapelainfancia.org.br/artigos.php?id_artigo=65

Dia Nacional do Orgulho Gay

Oi oi, gente boa!

É celebrada hoje, em todo território nacional, uma data muito significativa para toda a sociedade, em especial para aqueles(as) que trabalham e lutam todos os dias para a construção e consolidação de um país mais justo e democrático para todos(as): o Dia Nacional do Orgulho Gay. A data representa a necessidade de visibilizar as questões em torno da diversidade sexual e de gênero e marcar as conquistas e desafios enfrentados pela comunidade LGBTTTs no Brasil.

Sabemos que as identidades – entre elas a sexual e de gênero – são forjadas, cotidianamente, através da interação entre os atores e grupos sociais num processo de permanente tensão e negociação, no e pelo qual vão fazendo-se e afirmando o seu lugar de fala na sociedade, seu status. Prova disso é a enorme variedade de formas identitárias encontradas entre as culturas – e até dentro da mesma cultura – onde os papéis “masculino” e “feminino” assumem particularidades próprias aos seus ambientes sociais e cognitivos. Já na década de 1930, as pesquisas da antropóloga Margaret Mead entre três povos nativos da Nova Guiné demonstravam que tais papéis correspondiam justamente ao inverso dos estabelecidos no contexto mais geral das sociedades ocidentais: num dos grupos analisados, os Tchambuli, a pesquisadora observou que atributos como “delicadeza” e “vaidade” eram próprios dos membros do sexo masculino, que dedicavam-se a atividades de ornamentação e embelezamento corporal, enquanto os membros do sexo feminino estavam orientados para trabalhos mais práticos e braçais. A explicação para tal disposição de atributos nas personalidades de “meninos” e “meninas” seria a educação, ou seja, ser “homem” ou “mulher” varia de acordo com as normas e expectativas de conduta e comportamento estabelecidas por cada cultura e sociedade para seus membros. É o que se espera, em cada sociedade, que cada um(a) seja¹.

Assim é que, a partir da compreensão da importância da abordagem dos temas em torno das Diversidades – presentes inclusive nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), que orientam sobre os componentes curriculares a serem trabalhados pelos(as) professores(as) – indicamos hoje uma série de conteúdos que podem auxiliar educadores(as) e estudantes a debater e problematizar o tema dentro e fora da sala de aula, não só enriquecendo a compreensão sobre o assunto mas, sobretudo, fortalecendo o processo que nos levará a um estado de cidadania plena para todos(as).

Confiram a série Muito Prazer da TV Anísio Teixeira, que tem como objetivo “abordar a sexualidade nas dimensões biológica e sociocultural, a partir de orientações inseridas nos eixos Diversidade e Direitos Humanos, possibilitando à Comunidade Escolar uma percepção mais objetiva da relevância da sexualidade na construção da(s) identidade(s) dos indivíduos.”

Acessem ainda aqui e aqui algumas reflexões já realizadas no nosso blog sobre o tema.

Outra dica interessante fica por conta da Organização das Nações Unidas (ONU), que lançou recentemente uma nova cartilha, entitulada “Nascidos Livres e Iguais”, que orienta governos e sociedade civil sobre os direitos da comunidade LGBTTTs.

É isso aí, pessoal: juntos(as) somos mais!

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/LGBT; http://pt.wikipedia.org/wiki/Nova_Guin%C3%A9; http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12598:publicacoes&Itemid=859; http://www.onu.org.br/img/2013/03/nascidos_livres_e_iguais.pdf.

¹ MEAD, Margaret. Sex and temperament in three primitive societies. New York, William Morrow, 1935.

Álcool e adolescência – Eis a questão!

Olá, educadores(as) e amigos(as)!

Em grande parte do nosso cotidiano a sua presença, nada sutil, pode ser notada.

Desde eventos familiares, celebrações informais entre colegas de trabalho (o famoso happy hour)a outros acontecimentos sociais – a bebida alcoólica sem dúvidas tem sido uma das substâncias psicoativas mais consumidas por brasileiros(as) atualmente, seja de maneira esporádica ou regular.

Nos grandes meios de comunicação, a indústria publicitária movimenta enormes valores com comerciais, exercendo assim um papel difusor destes produtos. Existe também uma massiva e perceptível atuação das cervejarias em patrocínio e promoção de eventos culturais e até mesmo esportivos, mas sem que haja menção educativa sobre as formas seguras de uso de bebidas alcoólicas ou dos possíveis riscos nos seu consumo imediato (acidentes), bem como a longo prazo (dependência química e degradação da saúde).

Diante disso, fica a dúvida: a quem interessa a omissão de dados tão importantes para a sociedade?

Ao passo que o abuso do álcool, entre outras drogas (lícitas ou não), torna-se questão de saúde pública, há um fato alarmante nesse contexto – o consumo por parte dos jovens em idade escolar, que muitas vezes fazem uso da bebida alcoólica para sentirem-se integrados a um determinado grupo social.

Como educadores(as), precisamos voltar nossas atenções para questões que influem no convívio escolar e que vão além do seu espaço, pois ao buscarmos junto a família, por exemplo, as causas para comportamentos que destoam do perfil do(a) estudante, assim como da sua fase de aprendizado, como agressividade, baixo rendimento e evasão escolar, poderemos auxiliar de maneira mais integral e eficaz aqueles(as) que estão em situação de risco ou sofrimento.

Incluir na prática pedagógica conteúdos e atividades que remetam ao debate e à reflexão em sala de aula sobre este assunto pode ser uma forma de abrir um canal de confiança entre educadores(as) e educandos(as) e estimular a construção de novos conhecimentos.

Confiram nos links abaixo conteúdos didáticos disponibilizados pelo Portal do Professor, com pertinentes abordagens e um vídeo realizado na oficina do Programa “Cinema para todos”, com depoimentos de estudantes sobre o assunto.

Acessem:

– Alcoolismo e abuso do álcool na sociedade: informação e prevenção –  Cliquem aqui!

Bebidas alcoólicas e alcoolismo: conhecendo os riscosCliquem aqui!

Alcoolismo na Adolescência

alcoo

Abraços!

Fontes: http://portal.saude.gov.br/portal/aplicacoes/noticias/default.cfm?pg=dspDetalheNoticia&id_area=124&CO_NOTICIA=11457; http://portacurtas.org.br/filme/default.aspx?name=alcoolismo_na_adolescencia; http://portaldoprofessor.mec.gov.br/index.html

Estudantes têm até 31 para revalidar SalvadorCard

Os estudantes têm até o dia 31 deste mês para revalidar o SalvadorCard, cartão de meia passagem estudantil. Com isso, os cartões que ainda não foram regularizados em 2013 não poderão receber novos créditos. A revalidação foi iniciada em 1º de fevereiro e pode ser feita durante todo o ano, em qualquer um dos postos.

salvadorcard

De acordo com a gerente de Comercialização e Atendimento do SalvadorCard, Kátia Azevedo, de um total esperado de 300 mil alunos, apenas 30 mil fizeram a sua revalidação até o momento. Embora praticamente todas as escolas e faculdades já tenham enviado o cadastro atualizado de estudantes, antes de ir ao posto revalidar o benefício, o estudante deve consultar o site do SalvadorCard para se certificar de que está apto. Caso não esteja, deve procurar a secretaria da instituição em que está matriculado e solicitar a regularização.

Para revalidar basta comparecer a um posto levando o RG (carteira de identidade) e o comprovante de matrícula. A taxa cobrada é de R$5,60, o equivalente a duas tarifas de ônibus.

Fonte: Redação do Itapoan On Line

Fonte: http://estudantes.educacao.ba.gov.br/noticias/estudantes-tem-ate-31-para-revalidar-salvadorcard

Estudantes baianos são premiados na Febrace 2013

A produção científica está consolidada nas escolas da rede estadual da Bahia. Em 2013, quatro projetos foram premiados durante a 11ª Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), dos cinco que participaram do evento, entre os dias 12 e 16 de março, em São Paulo.  “A produção e investigação científica nas escolas estaduais é estimulada pelo projeto Ciência na Escola, que chega a todos os estudantes da rede”, afirma o Secretário da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto, explicando que o projeto inclui a formação de professores, realização anual da Feira de Ciências e, também, a edição de livros e matérias didáticos focados na realidade baiana.

Um dos destaques da Febrace 2013 foi o projeto “Ciência Virtual: modelagem de laboratórios didáticos através da realidade aumentada, sensores de movimento (kinect) e comandos por voz”, do estudante Igor Gomes da Costa dos Santos (Colégio Estadual Odorico Tavares – Salvador), vencedor de três prêmios: Milset Internacional; 2º lugar em Ciências Humanas (Individual) e Inovação em Acessibilidade e Inclusão da Pessoa com Deficiência.

Confira aqui a relação dos projetos baianos premiados na Febrace 2013

Em setembro, Igor Gomes, 19 anos, e o seu professor orientador, Jorge Lúcio Rodrigues, irão representar a Bahia no Milset Internacional (Expo-Sciences International), em Abu Dhabi – United Arab Emirates.  O estudante desenvolveu o projeto Ciência Virtual, durante o ensino médio. Atualmente, ele cursa engenharia elétrica e garante não ter dúvidas quanto ao sucesso da experiência também no exterior. “Nosso projeto vai ajudar muito na educação. Colégios que não têm laboratórios de ciências agora poderão realizar experimentos na sala de aula”.

O Colégio da Policia Militar, no bairro do Lobato, em Salvador, também foi contemplado com o prêmio American Psychological Association Outstanding for Behavioral Sciences, pelo projeto A Rádio na Escola: como a educação pode atuar na transformação e integração da Sociedade”dos alunos Luiza Vitória dos Santos Souza e Danilo Rodrigues Brito.

Escolas do InteriorDa Escola Estadual Coronel Jerônimo Rodrigues Ribeiro, do município de Uauá (438 Km de Salvador), saiu o ganhador do 3ª lugar na categoria Ciências da Saúde. Os estudantes Ana Karolina de Morais, David Gabriel de Morais e Denis dos Santos, orientados pela professora Edna dos Santos, desenvolveram o projeto A cura da gastrite através de plantas da caatinga”.

FEBRACE 2013

Para David Gabriel de Morais, que integra a equipe do projeto, o resultado vai servir de estímulo. “Vamos continuar a trabalhar com este projeto. Sempre gostei de trabalhos científicos, e uma oportunidade como esta só faz com que a gente procure,   ainda mais, esse caminho”, considera o estudante.

Já o estudante Arismário de Araújo Lima Júnior, do Colégio Estadual César Borges, no município Valente (a 238 km de Salvador), recebeu o prêmio Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, com o projeto “Guitar Control: uma alternativa lúdica para incentivar a prática de instrumentos”.

Tramontina aproveita projeto – Em 2012, os projetos científicos elaborados por estudantes da rede estadual também foram premiados na Febrace. Entre eles, o Sistema de Segurança para Fogões contra Acidentes Domésticos”, desenvolvido pelo estudante Lucas Borges, do Colégio Nossa Senhora de Fátima, no município baiano de Fátima (a 319 km de Salvador). Hoje, o projeto está no setor de desenvolvimento da empresa Tramontina.

Veja o video sobre a experiência de Lucas Borges

O estudante Lucas, filho de mecânico, afirma que desde criança teve a criatividade aguçada. “Eu sempre tive esse desejo de inventar, descobrir soluções para os problemas. Só que eu nunca tive incentivo por parte de determinado evento, quando surgiu a proposta da I Feira de Ciências da Bahia, do Ciência na Escola, eu pude colocar as idéias em prática”.

Fonte: http://estudantes.educacao.ba.gov.br/noticias/estudantes-baianos-sao-premiados-na-febrace-2013