Zózimo Bulbul: vida e resistência!

Olá, turma esperta!

Faleceu ontem, 24/01, o ator, diretor de cinema e um dos maiores militantes da cultura negra do Brasil: Jorge da Silva, conhecido artisticamente como Zózimo Bulbul. Zózimo lutava contra um câncer no intestino desde meados de 2012 e foi enterrado no início da tarde desta sexta-feira, 25/01, no Rio de Janeiro, sua cidade natal.

Tendo iniciado sua carreira no Centro Popular de Cultura (CPC) da UNE – União Nacional dos Estudantes – participou de mais de 30 filmes, sendo um dos principais atores do Cinema Novo, em produções de diretores como Glauber Rocha, Cacá Diegues e Leon Hirzman e o primeiro protagonista negro em uma novela brasileira, quando atuou em Vidas em Conflito (1969), da extinta TV Excelsior, o que fez dele um dos ícones negros dos anos 1960.

Como realizador cinematográfico dirigiu filmes importantes, como o curta “Alma no olho”, que faz uma metáfora sobre a escravidão e “Abolição”, seu filme mais famoso como diretor, que marcou o centenário da Abolição da Escravatura no Brasil, descrevendo várias situações enfrentadas pelos afrodescedentes brasileiros até hoje.

O ator e diretor também teve papel importante como fomentador da cultura afrodescendente e na luta contra a desigualdade. Nas palavras do também cineasta Joel Zito “Ele foi pioneiro ao registrar no cinema a temática de seu povo”.

Confiram abaixo um dos destaques da carreira cinematográfica de Zózimo Bulbul, o filme Compasso de Espera (1973), onde ele fazia par romântico com uma branca rica, interpretada pela atriz Renèe de Vielmond. O personagem era um poeta negro que convivia com problemas existenciais por causa do preconceito do qual era constante vítima.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=Gjns-TgMQCU]

Deixamos aqui o nosso “salve!” a este que, como tantos(as) outros(as), foi um grande pensador e realizador da cultura negra e afrodescendente brasileira.

Aquele abraço!

Fontes: http://correionago.ning.com/profiles/blog/show?id=4512587:BlogPost:319895&xgs=1&xg_source=msg_share_post

http://racabrasil.uol.com.br/Edicoes/106/artigo38900-1.asp

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s