Dia de Niemeyer

Salve, salve, turma!

Hoje comemoramos o Dia do Arquiteto, ou poderíamos dizer “Dia de Niemeyer”. Afinal, falar de arquitetura no Brasil é falar de Oscar Niemeyer.

Esse homem que mudou o conceito de arquitetura no nosso país e, ao incorporar curvas e contracurvas, colocou a beleza na edificação e levou a arquitetura para as classes populares.

“Fui sempre um revoltado. Da família católica eu esquecera os velhos preconceitos, e o mundo parecia-me injusto, inaceitável. A miséria a se multiplicar como se fosse coisa natural e inaceitável. Entrei para o partido comunista, abraçado pelo pensamento de Marx que sigo até hoje.” (Niemeyer)

Com um Escalímetro e um 6B, Oscar Niemeyer, Lúcio Costa e outros(as) milhares de brasileiros(as) ergueram Brasília no meio do Planalto Central.

“E ali ficamos durante vários anos. Longe de tudo. Cobertos dessa poeira vermelha que durante os períodos de seca se incrustava na pele e, na estação das chuvas, paralisados pelas águas torrenciais que caíam sem controle sobre essa terra sem defesa. À noite, era um silêncio total naquele fim de mundo. Mas o entusiasmo superava tudo e Juscelino Kubitschek a todos dava o exemplo com seu otimismo constante.” (Niemeyer)

Oscar Niemeyer é uma inspiração não apenas por suas obras que desafiam a criatividade e surpreendem o(a) espectador(a) ou pelos ideais comunistas que afrontaram o governo militar, mas sobretudo pela vontade de criar que desafiou a vida e o consagrou como um Mestre da arquitetura.

Fonte: niemeyer.org

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s