I Semana do Professor – O ofício e o profissional

Olá, pessoal! Tudo bem?

A sua contribuição na formação dos sujeitos na sociedade é indiscutível.

Toda ação que desenvolvemos ao longo da vida é fruto de algum aprendizado, pois viver é um eterno aprender.

Esses(as) mestres(as) do saber não passam por nossas vidas sem deixar marcas importantes, que muitas vezes servem como exemplo em muitos momentos distintos.

Considerando que o(a) professor(a) é a chave para a engrenagem do motor que faz a sociedade girar, fomos conversar com profissionais da área a fim de saber mais sobre desse ofício.

Confiram:

Segundo Ana Cristina Castro, Prof.ª Dra. da Universidade do Estado da Bahia, “os professores tem um ofício singular, baseado em saberes essenciais à sua prática pedagógica. São saberes que são elaborados na formação (inicial e continuada) e nas vivências institucionais e relacionais estabelecidas na escola. Segundo Tardiff (2011) estes saberes são provenientes das instituições de formação, da formação profissional, dos currículos e da prática cotidiana, o saber docente é, portanto, essencialmente heterogêneo (p. 54). Esta especificidade requer do professor enfrentamentos de desafios da contemporaneidade, a exemplo, das TICs, da complexidade – da interdisciplinaridade – da relação ensino e pesquisa. Pois todos estes desafios estão explicitados na sala de aula, pois o ensino é ‘uma prática social complexa’. Realizado por seres humanos entre seres humanos, o ensino é transformado pela ação e relação entre os sujeitos (professores e estudantes) situados em contextos diversos: institucionais, culturais, espaciais, temporais, sociais. Por sua vez, dialeticamente, transforma os sujeitos envolvidos nesse processo (PIMENTA, 2012, p. 162).”

Já a bióloga formada pela Universidade Católica de Salvador, atuante no Colégio Estadual Rubén Dario a 21 anos, professora Ana Maria Santos de Menezes, em uma breve apresentação nos contou um pouco de suas vivências como educadora em uma excelente entrevista:

Entrei no Estado atuando na disciplina Biologia, porém, pela necessidade, estou ensinando Física a mais de 12 anos. Possuo minha primeira especialização em Gestão Ambiental e a segunda em Mídias Digitais. Sou também farmacêutica (UFBa-91) a 21 anos trabalhando em farmácia. Comecei atuando no ensino médio, hoje no 3º ano da E.J.A.( Educação de Jovens e Adultos ) e curso técnico em Alimentos (Proeja) no turno noturno.”

Equipe do Professor Web – Professora Ana Maria, como a senhora avalia o ofício do(a) professor(a)?

Ana Maria – Na verdade me sinto inserida em várias outras profissões, principalmente a de psicóloga. Lidamos com diversas personalidades, apesar da idade avançada da maioria de meus alunos, sinto que são carentes de atenção.

PW – Quais são os principais desafios enfrentados hoje pelos(as) professores(as)?

A.M – O professor de hoje, principalmente o de escola pública, tem enfrentado diversos desafios, que vão desde a falta de interesse dos alunos, da violência, até exigências descabidas da secretaria da educação, cobranças desnecessárias inseridas no nosso dia-a-dia.

PW – Como a senhora avalia a relação entre educadores(as) e discentes na sala de aula?

A.M – Minha relação é extremamente harmoniosa, sou tratada como “prózinha”, inclusive de alunos bem mais velhos do que eu, isso proporciona um bom trabalho de construção coletiva, de fácil interação e de fácil aceitação, tendo como consequência um bom aprendizado.

PW – Que mensagem a senhora deixaria para quem pretende ingressar na carreira de professor(a)?

A.M – Apesar de ser uma das mais antigas profissões, para ser professor tem que estar aberto às novas experiências, ter responsabilidade ao ensinar, estar antenado às novas tecnologias, ao mundo moderno, ampliar seus horizontes mas, principalmente, formar cidadãos conscientes, tentar construir um mundo mais alegre e por que não dizer, mais justo.

NÃO BASTA ENSINAR, TEM QUE GOSTAR DO QUE FAZ!

É isso, galera! Para quem pensa em trilhar os caminhos da educação, ficam aí as dicas.

Para quem já atua nessa estrada a mais tempo, deixamos nossos eternos parabéns!

Abraços!

Colaborou – Eurivaldina Dantas, professora e colaboradora da Rede Anísio Teixeira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s