Independência da Bahia

Você sabia que uma das mobilizações mais importantes que garantiu a Independência do Brasil ocorreu aqui na Bahia?

Aspectos políticos, econômicos, sociais e militares contribuíram para a organização das lutas. Com reflexos que já vinham desde a Conjuração Baiana (1789), bem como conflitos de interesse entre grupos distinto resultaram na Independência da Bahia em 1823.

Porém é pertinente compreender que paralelo a esses acontecimentos que estavam acontecendo no Estado, em outras partes do país também havia grupos lutando para se desvencilhar das imposições de Portugal.

Havia uma grande tensão envolvendo as tropas brasileiras e portuguesas. Os brasileiros não aceitavam a forma com que eram tratados pelos lusitanos, que se viam como superiores. Assim, numa ação política os soldados baianos formaram uma junta militar na tentativa de depor o governo, mas foram neutralizados e enviados para Portugal. Mesmo sendo absolvidos, passaram a ser insultados recorrentemente tanto dentro dos quartéis quanto fora deles, a ponto da situação chegar a pontos extremos com enfrentamentos entre tropas.

Esse fato causou descontentamento entre os membros da Assembleia que partiram para o enfrentamento político e passaram a questionar as medidas de restrição econômica e comercial criadas por Portugal e que causavam a revolta de muitos brasileiros.

Os constantes confrontos entre os baianos e portugueses despertaram a atenção da metrópole que, preocupada com as consequências daquelas agitações, cuidou de nomear o general português Luis Ignacio Madeira de Melo, para por fim às manifestações que colocavam em evidência o desejo de independência da Bahia, em relação à metrópole.

Com a chegada de Luis Ignacio Madeira de Melo, houve uma reação imediata do partido brasileiro juntamente com as tropas nacionais tornando o conflito inevitável.

Os lusitanos obtiveram sucesso nas suas investidas e pensavam ter desarticulado a junta militar brasileira, contudo foi a partir desse fato que o desejo de formar uma república autônoma emergiu.

As elites escravistas baianas sentiam-se humilhadas e desmoralizadas diante do estado ditatorial que se instalou na capital. As relações sociais entre ricos, pobres, escravos e libertos sofreram alterações relevantes. Foi um momento em que os diversos setores da província compartilhavam o desejo de emancipação. Era a luta pela Independência da Bahia, mas para muitos negros e mulatos era também o momento de defender juntos um sonho de liberdade.

As sucessivas lutas entre baianos e portugueses, apesar de terem feito muitas vítimas, terminou com a vitória das tropas locais, num dia histórico em que não houve um herói, mas que o povo saiu vencedor – 2 de julho de 1823.

Quer conhecer a história da Independência da Bahia na íntegra?

Então, acesse o link da Biblioteca Virtual 02 de Julho – Clique aqui!

Lá você vai encontrar um grande acervo disponível para download e livros como 02 de julho: a Bahia na independência nacional. Escrito com muita riqueza de detalhes, pelo professor historiador Ubiratan Castro – diretor geral da  Fundação Pedro Calmon.


Anúncios

6 thoughts on “Independência da Bahia

  1. O TEXTO ESTA ÓTIMO, MAS ESTOU PRECISANDO DE UM RESUMO, SERÁ QUE VOCÊ PODE RESUMIR PRA MIM? PF?

    • Olá, Esmellia, Ficamos felizes em saber que você se interessa pelo assunto, entretanto nosso texto já esta estruturado em formato de resumo. Mas você ainda tiver interesse pode acessar nossas fontes de pesquisa pra fazer o seu. E continue contando com esse canal sempre que precisar.A nossa rede é colaborativa.
      Boa sorte e bom trabalho!

    • Olá, Beatriz! Tudo bem?
      Que bom que gostou do texto, pois fizemos com muito empenho para que sirva como fonte de pesquisa à todos aqueles que se interessam pela nossa história.
      Sugiro que, a partir do que você entendeu desse texto e de outras pesquisas em livros e internet, elabore um resumo.ok?!
      Abraços e bons estudos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s