Refletir sobre o Rio + 20 e o Desenvolvimento Sustentável

E aí, galera!

Vocês estão acompanhando as informações sobre a Rio+20? Essa conferência lhe diz alguma coisa? Será que eles vão discutir algo do seu interesse? 20 anos depois da ECO 92 as pessoas perguntam, o que mudou de lá pra cá?

Talvez algumas destas respostas sejam dadas durante a Rio + 20, mas é difícil que existam consensos sobre a postura que os países devem adotar a partir dos resultados desta conferência. Muito se fala sobre desenvolvimento sustentável e na Rio + 20 não será diferente já que as duas temáticas principais trazem esse assunto. http://www.rio20.gov.br/sobre_a_rio_mais_20 

Até aí tudo bem, mas e o que seria esse tal de desenvolvimento sustentável? Afinal, todas as empresas colocam em suas propagandas que são sustentáveis. Bancos, escolas, indústrias, grandes latifúndios e tantos outros dizem praticar esse “ecodesenvolvimento”. Será?

Aí você se pergunta, como uma empresa pode ser sustentável? Será que eles estão falando do lucro que estão tendo ou das árvores que plantam nas horas vagas?

Ser sustentável em um conceito mais amplo está relacionado com o respeito a tudo e a todo(a)s que estão envolvido(a)s em determinada ação. Ou seja, não basta ter uma economia sólida e com lucro garantido ou plantar árvores. É necessário respeito a cada trabalhador(a), consciência sobre cada produto que é adquirido pela empresa e o que é feito com o produto quando deixa de ser útil. Pensando que, na maioria das vezes, você não sabe nem como foi produzido o que você comeu na última refeição e que muitas vezes você não sabe o que fazer com o plástico/isopor/papel/vidro/metal/… que embalava o produto da sua última compra, imagine como uma empresa conseguiria ser sustentável seguindo a lógica de obter o máximo de lucro… Bom, mas vamos voltar a falar do assunto central…

Vamos citar apenas um exemplo da Rio + 20 que deveria ser o espaço de horizontalização do debate socioambiental e de integração entre representantes de instituições, movimentos sociais e sociedade em geral. Contraditoriamente, a organização divide o evento em (1) momento preparatório, (2) diálogo para o desenvolvimento sustentável e (3) “Segmento de Alto Nível da Conferência”. Neste contexto, os outros momentos seriam de menor nível? E o que seria do desenvolvimento sustentável nessa relação claramente marcada pela diferença de nível de importância?

O que será discutido na Rio + 20 é do interesse de todo(a)s, mas pouco(a)s decidem. Por isso, é importante conhecer, ler e participar, pois é com movimento que se promove mudança. Alguns movimentos sociais aproveitam a data para realizar eventos paralelos como a Cúpula dos Povos (http://cupuladospovos.org.br/o-que-e/). Façam suas pesquisas sempre com um olhar crítico e reflitam sobre os conceitos que andam passeando pela mídia. Vamos participar dos espaços de discussão para não sermos governados pelos interesses de quem está disposto a estar lá.

Abraços!

Anúncios

3 thoughts on “Refletir sobre o Rio + 20 e o Desenvolvimento Sustentável

  1. Pingback: Temos a educação ambiental que queremos? | Professor Web

  2. Pingback: Temos a educação ambiental que queremos? | Diálogos Libertários

  3. Pingback: Estudantes baianos participam da Rio+20 « Professor Web

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s