Independência da Bahia

Você sabia que uma das mobilizações mais importantes que garantiu a Independência do Brasil ocorreu aqui na Bahia?

Aspectos políticos, econômicos, sociais e militares contribuíram para a organização das lutas. Com reflexos que já vinham desde a Conjuração Baiana (1789), bem como conflitos de interesse entre grupos distinto resultaram na Independência da Bahia em 1823.

Porém é pertinente compreender que paralelo a esses acontecimentos que estavam acontecendo no Estado, em outras partes do país também havia grupos lutando para se desvencilhar das imposições de Portugal.

Havia uma grande tensão envolvendo as tropas brasileiras e portuguesas. Os brasileiros não aceitavam a forma com que eram tratados pelos lusitanos, que se viam como superiores. Assim, numa ação política os soldados baianos formaram uma junta militar na tentativa de depor o governo, mas foram neutralizados e enviados para Portugal. Mesmo sendo absolvidos, passaram a ser insultados recorrentemente tanto dentro dos quartéis quanto fora deles, a ponto da situação chegar a pontos extremos com enfrentamentos entre tropas.

Esse fato causou descontentamento entre os membros da Assembleia que partiram para o enfrentamento político e passaram a questionar as medidas de restrição econômica e comercial criadas por Portugal e que causavam a revolta de muitos brasileiros.

Os constantes confrontos entre os baianos e portugueses despertaram a atenção da metrópole que, preocupada com as consequências daquelas agitações, cuidou de nomear o general português Luis Ignacio Madeira de Melo, para por fim às manifestações que colocavam em evidência o desejo de independência da Bahia, em relação à metrópole.

Com a chegada de Luis Ignacio Madeira de Melo, houve uma reação imediata do partido brasileiro juntamente com as tropas nacionais tornando o conflito inevitável.

Os lusitanos obtiveram sucesso nas suas investidas e pensavam ter desarticulado a junta militar brasileira, contudo foi a partir desse fato que o desejo de formar uma república autônoma emergiu.

As elites escravistas baianas sentiam-se humilhadas e desmoralizadas diante do estado ditatorial que se instalou na capital. As relações sociais entre ricos, pobres, escravos e libertos sofreram alterações relevantes. Foi um momento em que os diversos setores da província compartilhavam o desejo de emancipação. Era a luta pela Independência da Bahia, mas para muitos negros e mulatos era também o momento de defender juntos um sonho de liberdade.

As sucessivas lutas entre baianos e portugueses, apesar de terem feito muitas vítimas, terminou com a vitória das tropas locais, num dia histórico em que não houve um herói, mas que o povo saiu vencedor – 2 de julho de 1823.

Quer conhecer a história da Independência da Bahia na íntegra?

Então, acesse o link da Biblioteca Virtual 02 de Julho – Clique aqui!

Lá você vai encontrar um grande acervo disponível para download e livros como 02 de julho: a Bahia na independência nacional. Escrito com muita riqueza de detalhes, pelo professor historiador Ubiratan Castro – diretor geral da  Fundação Pedro Calmon.


Anúncios

Inscrições abertas para o Concurso Jovem Senador 2012

Estão abertas até 31de agosto as inscrições para a etapa estadual do 5º Concurso de Redação do Senado, que escolherá 27 estudantes dos estados e do Distrito Federal para participar do Projeto Jovem Senador.  Neste ano, o texto deverá ser sobre o tema “Meu município, meu Brasil”. O trabalho deve ter entre 20 e 30 linhas, ser manuscrito com caneta esferográfica de tinta azul ou preta e estar no papel timbrado do Senado Federal, especialmente desenvolvido para o concurso.

Baixe a ficha de inscrição e a folha de redação!

Para participar, os jovens precisam ter de 16 a 19 anos e estar regularmente matriculados nos dois últimos anos do ensino médio das escolas públicas participantes. As secretarias de Educação estaduais escolherão as três melhores redações para encaminhar ao Senado até o dia 28 de setembro.

Até 11 de outubro, a comissão julgadora do Senado define primeiro, segundo e terceiro lugares da etapa nacional e anuncia o resultado quatro dias depois. Todos os finalistas serão convidados a viajar para Brasília com as despesas pagas pelo Senado, a fim de participar do Projeto Jovem Senador. Eles chegam à cidade no dia 19 de novembro, onde exercerão um “mandato” de três dias. Os estudantes também vão recebe um microcomputador portátil, além de certificado e medalha.

Em 2011, o primeiro lugar ficou com o representante de Passos (MG); o segundo de Vianópolis (GO); e o terceiro de São Sebastião (DF). Os títulos dos trabalhos vencedores foram “Beija-flores brasileiros”, “Viagem democrática rumo ao progresso” e “Direito irrevogável”, respectivamente.

Fonte: http://www.educacao.estudantes.ba.gov.br/node/3393

Dia Mundial do Orgulho Gay

Créditos imagem: David Galvão de Almeida – Web Designer

A equipe do Professor Web agradece aos colaboradores que nos enviaram a sugestão de postagem.

Participem vocês também, nos enviando textos para serem publicados aqui no blog, pois a nossa rede é colaborativa!

Leia mais: https://oprofessorweb.wordpress.com/2012/05/17/dia-mundial-de-combate-a-homofobia-respeito-a-diversidade/

                      http://pt.wikipedia.org/wiki/Orgulho_gay

Biblioteca Virtual 02 de Julho – preservando a memória da Bahia

Fala, pessoal!

Já pensou em ir à biblioteca sem precisar sair de casa?

Legal, não é? Imaginem então ter acesso a conteúdos históricos que ajudam a preservar a memória do povo baiano…

Estamos falando da Biblioteca Virtual 02 de Julho. Lá vocês vão encontrar um vasto acervo disponível, através do qual é possível conhecer melhor a História da Bahia, além de possibilitar um alcance maior no número de pessoas, o que é fundamental para que se tenha uma compreensão coletiva sobre acontecimentos memoráveis da nossa terra.

São materiais que estão sob o domínio público e podem ser baixados livremente.

A importância desta biblioteca é sobretudo porque ela contribui para preservar a memória do povo baiano, garantindo que este conhecimento esteja a disposição de todas as pessoas. O acesso a estes documentos é uma forma de conscientizar as pessoas e contribuir com reflexões sobre o seu passado, além de possibilitar uma ponte com o presente, de forma que haja sempre um legado histórico para as gerações futuras.

Estamos vivendo e construindo a história que as futuras gerações irão contar sobre o nosso tempo. Que história você quer escrever ou que seja escrita nos futuros livros?

É isso aí, galera: conhecer a nossa história é manter vivo nosso maior patrimônio, a memória de todos(as) nós!

Visitem a biblioteca e descubram o que ela tem pra contar sobre a Bahia e os(as) baianos(as).

Abraços!!

Cine PW 3D – Morte e Vida Severina em desenho animado

Olá, amigo(a)! Tudo em paz?!

Hoje o cine PW traz um clássico da literatura brasileira!

Escrito por João Cabral de Melo Neto, publicado em 1955, Morte e vida severina, retrata o sofrimento de um migrante do sertão nordestino em busca de melhores condições de vida no litoral.

Com tamanha riqueza de detalhes sobre a sofrida caminhada e vivências do retirante pernambucano Severino, o poema não ficou contido apenas nas páginas deste livro, chegando às telas e web, em uma excelente produção realizada pela TV Escola, a animação homônima estreou em abril do ano passado.

Se você vai prestar vestibular, Enem ou apenas não dispensa a companhia de uma distinta obra, temos certeza de que irá gostar também da nossa indicação esta semana.

Morte e vida severina – Animação em 3D: clique aqui!

Captura de tela da animação Morte e Vida Severina – TV Escola

Enriquecedor, não é mesmo?

Abraços!


Fonte: http://tvescola.mec.gov.br/tve/videoteca/serie/interprograma-morte-e-vida-severina , https://oprofessorweb.wordpress.com/2011/04/01/estreia-dia-4-de-abril-22-h-na-tv-escola-morte-e-vida-severina-do-poema-de-joao-cabral-de-melo-neto/

DOCSETOQUE – DENGUE

Olá, pessoal!

Vocês já ouviram falar no projeto DOCSETOQUE***? Que tal conhecer essa proposta de utilização do audiovisual para promover discussões sobre temas relacionados à saúde e meio ambiente?

Aos interessados, desejamos boas discussões… Com a palavra, a equipe do projeto…

DOCSETOQUE

Os temas saúde e meio ambiente cada vez mais têm circundado a esfera da arte e da educação, haja vista, a quantidade de vídeos documentários que apontam desequilíbrios ambientais e crueldades proferidas aos animais. A forma com que seres humanos se relacionam com o meio ambiente e com outras espécies de animais é determinante para o estabelecimento das condições culturais, sociais e ambientais que influenciam diretamente a qualidade de vida humana e das demais espécies.

Tendo isso em mente, estruturou-se o projeto DOCSETOQUE com objetivo de criar um espaço para reflexão crítica sobre temas relacionados à Saúde e Meio Ambiente. As sessões do DOCSETOQUE têm início com a exibição de filmes documentários, seguida de debate com a participação de convidados especialistas no tema abordado pelo documentário. Na próxima sessão, que ocorre nesta quinta-feira (28/06), às 17 horas no auditório da Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFBA (Av. Ademar de Barros, nº 500, Ondina, Campus da UFBA), o alvo das nossas discussões será a Dengue, doença que para ser controlada, necessita ampla discussão e envolvimento de todos os setores da sociedade, dentro e fora das nossas escolas.

Mais detalhes: http://docsetoque.blogspot.com.br

DOCSETOQUE - DENGUE


***O
DOCSETOQUE é parte das iniciativas promovidas pelo LAVSAMB – Laboratório de Audiovisual em Saúde e Meio Ambiente da Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFBA, o qual se dedica à pesquisa na área de comunicação em saúde e meio ambiente, à produção de documentários nessas áreas, bem como, a estimular o interesse dos estudantes na utilização do audiovisual como ferramenta complementar à reflexão e difusão do conhecimento científico, fomentando uma educação que contribua para a transformação da nossa sociedade, tornando-a capaz de respeitar outras formas de vida e o ambiente que a todos abriga e alimenta.

Física, câmera, ação!

Olá, amigos(as)!

Em dezembro de 1895, os Irmãos Lumière exibiram publicamente um invento que até os dias de hoje é um dos mais envolventes e acessados por grande público em todo o mundo. Explorado pelo comércio multibilionário do entretenimento, o fato é que o cinema, é uma das mais instigantes formas de arte para a humanidade.

Quem nunca se envolveu de maneira tão intensa com a história de um filme a ponto de chorar ou rir sem parar? Difícil, não é verdade?!

Mas o que mais surpreende nisto tudo, é a física que está presente nesse invento, sabiam?

Pois é! Como em boa parte do que nos rodeia, na 7ª Arte, como também é conhecido, não poderia ser diferente. Queremos convidá-los, para descobrirmos um pouco mais sobre de que maneira as imagens são formadas no cinema, TV, monitor de computador e compreendermos o que é e como funciona a persistência da visão humana, estudando de maneira lúdica a óptica.

Então, esperamos que igual a nós, estejam preparados para mais uma aventura do site A Física e o Cotidiano, hoje no laboratório virtual “O cinema”.

Para acessar o conteúdo clique aqui ou na imagem abaixo:

Revelador, não é mesmo galera?!

Bom, hasta la vista pesso……ops até mais pessoal!


Fonte:http://ambiente.educacao.ba.gov.br/fisicaecotidiano/conteudos/info/cinema_info.html; http://pt.wikipedia.org/wiki/Cinema; http://pt.wikipedia.org/wiki/Irm%C3%A3os_Lumi%C3%A8re