TAL apresenta novos poetas da rede estadual de ensino

O 3º Sarau Estadual do projeto Tempos de Arte Literária (TAL), realizado na quinta-feira (20/10), no Largo de Pedro Archanjo (Pelourinho), apresentou novos autores, escritores e poetas baianos. Dos 35 estudantes finalistas de 19 Diretorias Regionais de Educação (Direc), representando 33 criações literárias, foram vencedores os estudantes: Jefferson Costa Sousa (Guerra “sem porquês”), Geraldo de Oliveira (A história de João Melado) e Ênyo Ribeiro Novais Santos (Senzala de Palavras). Além dos três primeiros colocados, foi selecionado o estudante destaque John Cleiton Santos, com a obra “Itiúba: exemplo de Bahia”.

O TAL marca o pioneirismo baiano e o compromisso da Secretaria da Educação do Estado da Bahia na construção de políticas culturais com a juventude, como ressaltou o secretário Osvaldo Barreto, entusiasmado com a expressividade da poética estudantil. “Esse projeto, que tem o objetivo de divulgar a produção de arte do Estado, teve a participação de 1.200 escolas de 400 municípios baianos. Estou bastante emocionado com o resultado dessa produção literária, que tem o sentido de fortalecer a escola pública e resgatar a sua autoestima, contribuindo para promover uma escola de qualidade que valoriza o direito de aprender do estudante”.

No palco, como mestres de cerimônia, os atores Zéu Brito e Luciana Souza comandaram a plateia e apresentaram as 33 obras de arte literária dos finalistas do projeto que, este ano, homenageou o escritor Jorge Amado. “Boa tarde, Bahia! É com muita honra que celebramos o Sarau do Tal, evento cheio de significados no universo juvenil”, disse Zéu Brito.

Antes de chamar o primeiro concorrente, Luciana Souza convidou o grupo musical  formado por Fabrício Rios (bandolim/violão), Amadeu Alves (violão), Joaquim Carvalho (voz/percussão) e Cuca (percussão) para tocar Aquarela do Brasil, uma das mais populares canções brasileiras de todos os tempos, do compositor  Ary Barroso.

Estrutura – O Sarau foi estruturado em seis partes: Bahia, Brasil, nacionalismo, crítica (1º ato), Sobre si mesmo, sua vida, sonhos e sentimentos (2º ato), Histórias pessoais ou de personagens (3º ato), Cidade, trabalho, família (4º ato), Vida violência, crítica social (5º ato) e Sobre poesia, poeta, escrever (6º ato).

Clareza textual, criatividade, estética e originalidade foram os critérios de avaliação das obras do TAL, que teve como padrinho, o ator, cineasta, diretor teatral e amante incondicional do TAL, Caco Monteiro’.

Veja mais fotos do Sarau

Bastidores – No camarim, incrementados com figurinos que traziam elementos cenográficos e remetiam a personagens da literatura brasileira como Gabriela, de Jorge Amado, os concorrentes já se mostravam satisfeitos por terem conseguido ser finalistas. “Independente do resultado final, já me considero um vencedor ter chegado aqui. Estou tão emocionado que perdi as palavras para expressar minha felicidade e emoção de estar participando da final do TAL”, dizia, compenetrado, Valnei Cardoso de Jesus, 18 anos, estudante do colégio estadual Professor Rômulo Galvão, no município de Elísio Medrado.“Vestido de poeta, com uma flor amarela na lapela do paletó para jogar para as meninas”, como disse o próprio, Valnei estava pronto para recitar Segredo imortal, um poema seu que fala de amor.

A dupla de estudantes Rafael e Mariana Rios, que são parentes próximos, 16 e 17 anos, do município de Pé de Serra, também estava vestida a caráter para representar a Bahia. “Vamos recitar Nossa terra Bahia, uma poesia que fala do nosso orgulho de sermos baianos”, disse Rafael Rios. A estudante Sara de Melo Bonfim, 12 anos, do colégio Rotery de Itabuna, no município de Itabuna, pintou o rosto de branco e colocou, em cada bochecha, o símbolo da interrogação em alusão ao seu poema Podemos saber, que questiona as injustiças sociais. “É a primeira vez que estou participando, estou muito feliz, é muito bom ter chegado até aqui”.

Fonte:http://www.educacao.estudantes.ba.gov.br/node/2863

2 respostas para “TAL apresenta novos poetas da rede estadual de ensino”

  1. Foi incrível participar do TAL 2011, eu como uma das poetas dessa edição em Salvador acho que um dos momentos mais emocionantes foi o momento em que recitamos o poema que fizemos todos juntos, o “TAL Imortal”, que ficou perfeito, uma ideia genial juntar em um só todos os poemas de todos. Foi uma das melhores experiências da minha vida. Parabéns a todos os organizadores do evento!

    1. Olá, Taynara!
      Parabéns pela participação, é muito bom poder vivenciar momentos como este! Parabéns a vocês pela criatividade e democracia explicitada na construção do poema. Continue interagindo conosco!
      Um forte abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s