Espetáculo teatral interativo reflete sobre redes sociais

A peça Perfil estreia 02 de novembro e permanece em cartaz até 13 de novembro, no Teatro Martim Gonçalves, com entrada franca.

Conectar-se ou não às redes sociais, eis a questão problematizada no Espetáculo Perfil, que estreia na quarta-feira, 02, às 20h, no Teatro Martim Gonçalves. A peça permanece em cartaz até 13 de novembro, de quarta-feira a domingo, sempre às 20h. A entrada é gratuita e censura livre.

Perfil é um espetáculo interativo, tal qual um game de computador. São vários finais, inícios e meios possíveis. O desenrolar da trama será escolhido pelo público, fazendo com que haja uma peça diferente a cada dia de apresentação.

Para a autora e diretora Vida Oliveira, 21, a peça é um convite para refletir, de maneira lúdica, sobre o uso das redes sociais. “Com a popularização das mídias sociais, na atualidade, é importante questionar os status que elas ocupam ou podem ocupar na sociedade. Este espetáculo nos permite brincar com isso, ao contar a história de uma pessoa que, por não ter um perfil em uma rede social, torna-se um estranho”, diz, a jovem e premiada, que está montando o sexto espetáculo, e já teve, em 2010, o texto de sua autoria, Fragmento de Um Nada, citado pelo Jornal O GLOBO, como um dos “melhores textos do Festival do Rio”.

PERFIL – Conta a história do Sr. K, um indivíduo que ficou isolado da humanidade durante 15 anos, por não ter um perfil na rede social da qual toda a humanidade já faz parte. Ele é, então, convocado a julgamento, acusado de negar-se a conviver com a humanidade. A partir daí, tudo é possível, acusá-lo, absolvê-lo, conhecer o mundo humano, negá-lo, aceitá-lo.

Realizado pela Ilusória Cia., o espetáculo é encenado pelos atores Daniel Calibam (O futuro está nos ovosBarrelaAtire a primeira pedraOs Prequetés), Sara Jobard (Véu CarmimA gente canta PadilhaPrequetésComo AlmodóvarMetamorphos-inHamlet), Bruno Petronílio (A guerra mais ou menos santaBodas de SangueLabirintosO Bem Amado e Fernanda Beltrão(Vestir os Nus; Pavio Curto). O cenário é do carioca Carlos Augusto Campos e o figurino é assinado por Tina Melo.

Foto: Paulo Bittencourt

SERVIÇO:

O quê: Espetáculo Perfil
Onde: Teatro Martim Gonçalves (Rua Araújo Pinho 292- Canela, Salvador)
Quanto: Entrada Franca
Quando: de 2 a 13 de novembro (quarta a domingo, às 20h).

MAIS INFORMAÇÕES:

www.ilusoriacia.com.br

Assessoria de imprensa – Donminique Azevedo
e-mail:azevedo.dom@gmail.com

Direção – Vida Oliveira
e-mail: vidadeoliveira3@gmail.com

 

Fonte:http://www.cultura.ba.gov.br/2011/10/24/espetaculo-teatral-interativo-reflete-sobre-redes-sociais/

Anúncios

Bienal do Livro da Bahia

Olá turma, tudo  bem?                                                                                           

Começa hoje, e vai até o dia 06 de novembro a 10ª edição da Bienal do Livro da Bahia, no Centro de Convenções, em Salvador.

O evento contará com a presença de 385 expositores e cerca de 3,6 mil estudantes da rede estadual de 80 escolas de Salvador e Região Metropolitana, acompanhados de 400 professores, além do público externo.

E a equipe do Professor Web estará por lá, no stand da Secretaria da Educação da Bahia, junto com os educadores da Rede Anísio Teixeira, expondo os seus produtos e divulgando os projetos que são realizados pela Rede.

 

Saibam mais no Portal do Educador Baiano, e não percam a oportunidade de visitar a Bienal!

Site oficial da Bienal

 

“Um país se faz com homens e livros”

                                                               Monteiro Lobato

DOAÇÃO DE SANGUE: O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Zé bolsinha

Doação de sangue é o processo pelo qual um doador voluntário tem seu sangue coletado para armazenamento em um banco desangue ou hemocentro para um uso subsequente em uma transfusão de sangue. Trata-se de um processo de fundamental importância para o funcionamento de um hospital ou centro de saúde, além de ser um gesto de solidariedade!

Todo sangue doado é separado em diferentes componentes (como hemácias, plaquetas, plasma e outros), e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma doação. Os componentes são distribuídos para os hospitais e clínicas da cidade para atender casos de emergência, pacientes internados e pessoas com doenças hematológicas.

Procedimentos para a doação de sangue.

Condições básicas para doar sangue: 

  • Sentir-se bem, com saúde.
  • Apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.
  • Pesar acima de 50 kg.
  • Ter entre 16* e 67 anos de idade.

*Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos somente com o consentimento formal do responsável legal para cada doação.

Recomendação para o dia da doação:

  • Nunca vá doar sangue em jejum.
  • Repouso mínimo de 6 horas na noite anterior.
  • Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores.
  • Evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação.
  • Evitar alimentos gordurosos.

Quem não pode doar sangue? 

  • Quem teve diagnóstico de Hepatite após os 10 anos de idade.
  • Mulheres grávidas ou que estejam amamentando.
  • Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue, como AIDS, Hepatite, Sífilis e Doença de Chagas.
  • Usuários de drogas.
  • Aqueles que tiveram relacionamento sexual, com múltiplos parceiros, nos últimos 12 meses.

O que acontece depois da doação?

O doador recebe instruções referentes ao seu bem-estar e cuidados que deverão ser tomados, tais como:

  • Beber bastante líquido nas primeiras 6 horas e alimentar-se normalmente.
  • Não fumar nas primeiras 2 horas.
  • Não praticar esportes radicais ou atividades de risco.

Isso é importante:

Embora realizados exames no sangue coletado (Hepatites, Sífilis, Doença de Chagas, HIV e outros), há um período chamado janela imunológica – espaço de tempo entre a contaminação e a positividade do teste – isso significa que a pessoa pode ter sido contaminada por um agente infeccioso e este não ser detectado através dos exames realizados. Por isso, é fundamental que você seja sincero na entrevista. Honestidade também salva vidas. Diante de um teste positivo ou inconclusivo, o doador será convocado por meio de carta para realização de um novo exame.

Então, viu a importância e como é fácil doar sangue?

Para ser um doador, dirija-se ao hemocentro de sua cidade.

Aqui em Salvador, um dos principais postos da Fundação HEMOBA está localizado na Ladeira do Hospital Geral – Brotas.

Horário de Funcionamento da Coleta: Seg a Sex, das 07:30 às 18:30. Sáb, das 07:30 às 12:30.

Mais informações:  Tel: (71) 3116-5664/3116-5600.

Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Doa%C3%A7%C3%A3o_de_sangue

  http://fundacaohemoba.blogspot.com/2011/08/doacao-de-sangue-o-que-voce-precisa.html

Bienal do Livro: professores podem trocar vale-livros até hoje

Os 1.600 professores da rede estadual de ensino que se inscreveram on line para receber o vale-livro para a 10ª Bienal do Livro da Bahia devem se dirigir ao posto de troca na terça-feira (25) e quarta-feira (26), no Colégio Central (Av. Joana Angélica), das 9h às 17h.

Todos deverão levar a Declaração de Recebimento Vale–livros assinada, além do contracheque e um documento de identidade com foto.

Estão disponíveis, ainda, 1.400 vale-livros para os professores que não se inscreveram pelo portal. Eles devem imprimir, preencher e assinar a Declaração de Recebimento Vale-Livros e entregar em um dos três postos de troca disponibilizados pela Secretaria da Educação do Estado, na terça (25) e quarta (26), também no horário das 9h às 17h.

Acesse a programação dos postos de troca

Os professores deverão ficar atentos ao número de vale-livros disponíveis por dia, nos seguintes postos de trocas: Instituto Anísio Teixeira (IAT), na Paralela, com atendimento de 200 profissionais da educação a cada dia; Biblioteca Central da Bahia, nos Barris, atendimento de 250 profissionais por dia e Instituto Central de Educação Isaías Alves (Iceia), no Barbalho, com atendimento de 250 por dia. Os interessados deverão levar, também, o contracheque e um documento de identidade com foto.

Investimento – O Governo da Bahia investiu R$ 530 mil para contemplar estudantes e professores da rede estadual com vale-livros. Além do vale-livro dos professores, no valor de R$ 100, serão distribuídos vale-livros no valor de R$ 30, para 3,6 mil estudantes, possibilitando assim uma maior aproximação deles com o universo dos livros e colaborando para a criação do hábito da leitura.

Fonte:http://www.educacao.escolas.ba.gov.br/node/2872

Crianças experimentam diversas linguagens artísticas nos museus do IPAC

A partir da próxima terça, 25 de outubro, os espaços vinculados à Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/IPAC) promovem uma série de atividades voltadas para o público infantil. O projeto “Crianças criando” inclui a realização de oficinas de pintura, brinquedo, argila e origami e apresentação de teatro e circulará por cinco museus da capital, até 30 de novembro: Museu de Arte Moderna, Palacete das Artes Rodin Bahia, Museu de Arte da Bahia, Solar Ferrão e Palácio da Aclamação.

A ação, organizada pelo Núcleo de Ações Socioculturais e Educativas da Dimus (NASCE) em parceria com o Núcleo de Arte Educação do MAM e os Setores Educativos do MAB e Palacete das Artes, visa fortalecer a relação entre o público infantil e os espaços museais. Para a diretora de museus do IPAC, Maria Célia T. Moura Santos, há uma carência de atividades lúdicas voltadas para as crianças nos museus do Estado. “Esse projeto vem com o objetivo de ouvir e perceber as necessidades desse público, ressignificando junto a ele o conceito de museu e construindo a partir daí políticas culturais que incluam esse setor”, declarou.

As oficinas irão acontecer de terça a sexta e aos domingos, sempre das 14h às 17h. Cada dia da semana é dedicado a uma atividade específica. Nas terças, acontecem as oficinas de pintura, que serão ministradas pelo artista plástico Anderson Marinho. Nas quartas, a arte-educadora Eliete Teles promove oficinas de brinquedo. Nas quintas-feiras, a artista plástica Adriana Araújo trabalha com a criançada a modelagem em argila. Durante as sextas, o momento é de aprender a técnica de fazer origami, com a arte-educadora Carolina Vieira. E nos domingos, artistas da escola de Teatro da UFBA divertem a garotada no Palacete das Artes, Museu de Arte da Bahia e Solar Ferrão com a peça “Na trilha do sol”.

As ações não serão realizadas nos feriados de Finados (02.11) e da Proclamação da República (15.11), mas os museus estarão abertos à visitação, com exceção do Palácio da Aclamação, que está fechado para reformas. As cinco atividades foram escolhidas a partir da necessidade de trabalhar de forma lúdica e criativa com o universo infantil nos museus, valorizando o patrimônio cultural das crianças e suas formas de expressão.

Todas as oficinas serão gratuitas e têm como público alvo crianças entre seis e doze anos. As inscrições devem ser feitas através dos telefones: (71) 3116-6740 (para oficinas no Solar Ferrão e Palácio da Aclamação), (71) 3117-6986 (para oficinas no Palacete das Artes), (71) 3117-6994 (para oficinas no MAB) e (71) 3117-6141 (para oficinas no MAM).

Confira a programação:

Palacete das Artes Rodin Bahia
25 a 28 e 30 de outubro e 20 de novembro

Museu de Arte da Bahia

01, 03, 04, 06, 27 e 30 de novembro

Solar Ferrão
08 a 11 e 13 de novembro

Palácio da Aclamação
16 a 18 e 29 de novembro

Museu de Arte Moderna
22 a 25 de novembro

Gratuito

Fonte:http://www.cultura.ba.gov.br/2011/10/20/criancas-experimentam-diversas-linguagens-artisticas-nos-museus-do-ipac/

Gramática, Redação e História serão revisadas nesta quarta no “Aulão Solidário”

Dando continuidade a revisão dos assuntos cobrados para os vestibulares da UFBA e da UNEB, o Aulão Solidário promove nesta quarta-feira (26), aulas voltadas para as disciplinas de Gramática, Redação e História. O projeto é uma parceria entre a Ong Pierre Bourdieu e a Biblioteca Pública do Estado da Bahia.
Inscrições – é necessário comparecer à Ong ou à Biblioteca Pública (Núcleo Biblioteca Viva – 3º andar) e preencher a ficha de inscrição com nome e RG. Como ingresso, o estudante deve trazer um brinquedo novo ou usado para ser doado ao projeto “Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil”, que atende a creches infantis com crianças de 0 a 5 anos em Salvador.
As aulas são ministradas por professores que participam do curso pré-vestibular da Ong, sempre às 18h.
Onde: Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Barris (Auditório – 3º andar)
Quando: 21, 26, 27 de outubro e 09*,11 de novembro, sempre às 18h
Quanto: doação de brinquedo novo ou usado para o projeto “Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil”
Contato: (71) 3117-6041 (Biblioteca Viva), 3328-2801 ou 3491-0199 (Ong Pierre Bourdieu)
*A confirmar.

Exercício de inclusão social – Olimpíada Desportiva das Apaes

Com o tema ‘Olimpíada Desportiva das Apaes: exercício de inclusão social’ será realizada desta segunda-feira (24) até sexta (28), no Hotel Resort Cana Brava, em Ilhéus, a VIII Olimpíada das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado da Bahia. O evento, que conta com apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), terá a participação de 600 atletas, na faixa etária de 12 a 40 anos.

A Olimpíada será realizada em oito modalidades esportivas – atletismo, handebol, futsal, ginástica rítmica, capoeira, judô, tênis de mesa e natação. Serão 34 provas e os vencedores se qualificarão para disputar a etapa nacional da competição, prevista para 2012.

De acordo com a diretoria da Federação das Apaes no Estado da Bahia, somente a Rede Apae tem cerca de 10.300 alunos com deficiência intelectual e múltipla assistidos nas suas unidades. Por meio do evento, a entidade pretende sensibilizar a sociedade, chamando a atenção para as necessidades das pessoas com deficiência. A integração, participação e competitividade nas atividades esportivas contribuirão para a melhoria do seu desenvolvimento e ajustamento biopsicosocial.

A pessoa com deficiência tem no esporte uma oportunidade de elevação da sua autoestima, provando o seu valor como atleta e cidadão. Para eles, participar e competir numa modalidade esportiva os levará à aquisição de mais destreza, formação de novas amizades, além de proporcionar um relacionamento familiar mais saudável e a sua aceitação como ser integrante de uma comunidade.

Fonte:http://www.comunicacao.ba.gov.br/noticias/2011/10/23/olimpiada-das-apaes-do-estado-da-bahia-acontece-em-ilheus-com-apoio-da-sudesb

IAT apresenta pesquisas inovadoras em educação

Com o objetivo de incentivar a produção de conhecimento nas unidades escolares da rede estadual de ensino, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia, por meio do Instituto Anísio Teixeira (IAT), realiza, entre os dias 24 e 26 de outubro, das 8 às 17h, o I Seminário de Pesquisa Universidade – Escola. A ideia é socializar experiências voltadas à produção de conhecimento de modo a contribuir para a qualidade da educação pública no Estado.

O seminário, que acontece no auditório do IAT, em Salvador, vai apresentar as novas experiências realizadas por pesquisadores de instituições de ensino superior com entidades de pesquisa na rede pública de ensino do Estado, instituições de ensino superior e entidades de pesquisa para o desenvolvimento de projetos experimentais e inovadores.

Durante o I Seminário de Pesquisa Universidade – Escola serão lançados materiais, frutos dos projetos de pesquisa, tais como livros, softwares e jogos didáticos e, ainda, uma apresentação dos estudantes da Escola Parque.

O projeto, destinado aos pesquisadores em educação, é uma parceria entre Instituto Anísio Teixeira e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb).

Fonte:http://www.educacao.escolas.ba.gov.br/node/2869

Tempos de Arte e Literatura – TAL

O projeto Tempos de Arte Literária (Tal) é uma experiência pioneira, de caráter educativo, artístico-literário e cultural, que vem sendo desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, desde março de 2009.

O Tal foi concebido para envolver os estudantes da 5ª série do ensino fundamental à 3ª série do ensino médio e equivalentes (EJA – Educação de Jovens e Adultos, Ensino Normal e Tecnológico), assim como os profissionais da educação – os professores (língua portuguesa, artes e disciplinas afins), os coordenadores pedagógicos, os técnicos e diretores das escolas e das Diretorias Regionais de Educação (Direc), em um clima de integração e de participação.
Em 2009, o Tal foi desenvolvido em 362 municípios do Estado da Bahia. 718 escolas participaram efetivamente do projeto, produzindo obras de arte literária estudantis, realizando os Saraus Escolares e o Sarau Estadual.
Tal regional de Feira de SantanaO projeto, além de estimular o hábito da leitura, incentiva a produção literária nos ambientes escolares com os objetivos de:
  • Estimular a produção literária no ambiente escolar e a valorização das manifestações culturais regionais.
  • Contribuir para a formação da intelectualidade abrir caminhos literários para a participação social.
  • Compreender a arte literária como objeto de ampliação do conhecimento e do saber.
  • Promover um ambiente educacional prazeroso, no qual a cultura, a arte literária e a educação se expressem em sintonia.
  • Estimular o gosto pela leitura e literatura, a arte de ler, de interpretar e de escrever, respeitando os distintos gêneros e os estilos.
  • Construir pontos de encontro e rodas literárias nos ambientes escolares.
  • Promover, através da linguagem literária, valores essenciais para a motivação do viver e para o rompimento com o modelo rígido de ensino e de aprendizagem ainda presentes na educação.

Visite o site do Tal: clique aqui!

F0nte: http://www.educacao.estudantes.ba.gov.br/node/114

TAL apresenta novos poetas da rede estadual de ensino

O 3º Sarau Estadual do projeto Tempos de Arte Literária (TAL), realizado na quinta-feira (20/10), no Largo de Pedro Archanjo (Pelourinho), apresentou novos autores, escritores e poetas baianos. Dos 35 estudantes finalistas de 19 Diretorias Regionais de Educação (Direc), representando 33 criações literárias, foram vencedores os estudantes: Jefferson Costa Sousa (Guerra “sem porquês”), Geraldo de Oliveira (A história de João Melado) e Ênyo Ribeiro Novais Santos (Senzala de Palavras). Além dos três primeiros colocados, foi selecionado o estudante destaque John Cleiton Santos, com a obra “Itiúba: exemplo de Bahia”.

O TAL marca o pioneirismo baiano e o compromisso da Secretaria da Educação do Estado da Bahia na construção de políticas culturais com a juventude, como ressaltou o secretário Osvaldo Barreto, entusiasmado com a expressividade da poética estudantil. “Esse projeto, que tem o objetivo de divulgar a produção de arte do Estado, teve a participação de 1.200 escolas de 400 municípios baianos. Estou bastante emocionado com o resultado dessa produção literária, que tem o sentido de fortalecer a escola pública e resgatar a sua autoestima, contribuindo para promover uma escola de qualidade que valoriza o direito de aprender do estudante”.

No palco, como mestres de cerimônia, os atores Zéu Brito e Luciana Souza comandaram a plateia e apresentaram as 33 obras de arte literária dos finalistas do projeto que, este ano, homenageou o escritor Jorge Amado. “Boa tarde, Bahia! É com muita honra que celebramos o Sarau do Tal, evento cheio de significados no universo juvenil”, disse Zéu Brito.

Antes de chamar o primeiro concorrente, Luciana Souza convidou o grupo musical  formado por Fabrício Rios (bandolim/violão), Amadeu Alves (violão), Joaquim Carvalho (voz/percussão) e Cuca (percussão) para tocar Aquarela do Brasil, uma das mais populares canções brasileiras de todos os tempos, do compositor  Ary Barroso.

Estrutura – O Sarau foi estruturado em seis partes: Bahia, Brasil, nacionalismo, crítica (1º ato), Sobre si mesmo, sua vida, sonhos e sentimentos (2º ato), Histórias pessoais ou de personagens (3º ato), Cidade, trabalho, família (4º ato), Vida violência, crítica social (5º ato) e Sobre poesia, poeta, escrever (6º ato).

Clareza textual, criatividade, estética e originalidade foram os critérios de avaliação das obras do TAL, que teve como padrinho, o ator, cineasta, diretor teatral e amante incondicional do TAL, Caco Monteiro’.

Veja mais fotos do Sarau

Bastidores – No camarim, incrementados com figurinos que traziam elementos cenográficos e remetiam a personagens da literatura brasileira como Gabriela, de Jorge Amado, os concorrentes já se mostravam satisfeitos por terem conseguido ser finalistas. “Independente do resultado final, já me considero um vencedor ter chegado aqui. Estou tão emocionado que perdi as palavras para expressar minha felicidade e emoção de estar participando da final do TAL”, dizia, compenetrado, Valnei Cardoso de Jesus, 18 anos, estudante do colégio estadual Professor Rômulo Galvão, no município de Elísio Medrado.“Vestido de poeta, com uma flor amarela na lapela do paletó para jogar para as meninas”, como disse o próprio, Valnei estava pronto para recitar Segredo imortal, um poema seu que fala de amor.

A dupla de estudantes Rafael e Mariana Rios, que são parentes próximos, 16 e 17 anos, do município de Pé de Serra, também estava vestida a caráter para representar a Bahia. “Vamos recitar Nossa terra Bahia, uma poesia que fala do nosso orgulho de sermos baianos”, disse Rafael Rios. A estudante Sara de Melo Bonfim, 12 anos, do colégio Rotery de Itabuna, no município de Itabuna, pintou o rosto de branco e colocou, em cada bochecha, o símbolo da interrogação em alusão ao seu poema Podemos saber, que questiona as injustiças sociais. “É a primeira vez que estou participando, estou muito feliz, é muito bom ter chegado até aqui”.

Fonte:http://www.educacao.estudantes.ba.gov.br/node/2863