Dica do Professor Web – 200 Anos da Associação Comercial da Bahia

Olá Pessoal Tubo Bem?

A Dica de hoje é sobre os 200 Anos da A

Então vamos conhecer um pouco de sua história?

Há 200 anos atrás, exatamente no dia 15 de julho de 1811 o então Príncipe Regente D. João VI, o VIII Conde dos Arcos D. Marcos de Noronha Associação Comercial da Bahia.e Britto e um grupo de comerciantes fundaram a Associação Comercial da Bahia, sendo está a primeira associação comercial do Brasil, da América Latina e da Peninsular Ibérica. Localizado num dos principais bairros de Salvado, o Comércio, o palácio da Associação foi construído sobre as ruínas do Forte São Fernando. O Forte nunca exerceu sua função, pois a seu redor foram construído casas, sendo praticamente impossível disparar um tiro de canhão que não atingisse um transeunte.

A Associação foi fundada com os seguintes objetivos: Um local onde os comerciantes pudessem se reunir regularmente e aí realizar seus negócios, como já vinham fazendo há anos, na própria Cidade Baixa; fomentar o desenvolvimento da colônia e da província baiana, que possuía no século XIX o maior porto do hemisfério sul, já aberto, desde 1808 às “nações amigas”.

Com sua arquitetura e decoração influenciado pela cultura francesa, os bailes salão da Associação era frequentado pelas famílias tracionais do estado. Um fato curioso, as mulheres como não era de “bom tom” consumir bebidas alcoólicas em locais públicos, estas eram convidadas a tomar um copo de água.

Ao longo de anos a Associação Comercial tem atuado na vida comunitária da Bahia, destacando-se os eventos mais marcantes:

1846 – instituiu um “Curso de Contabilidade por Partidas Dobradas e Geographia”, dirigido especificamente aos comerciantes, seus filhos e empregados, suprindo uma falta aguda de guarda-livros e elementos treinados em administração comercial;
1849 – importou, da Inglaterra, a primeira bomba contra incêndio em Salvador, com mangueiras e escada de molas, encarregando-se, ela mesma, da sua operação, até transferi-la para a Sociedade de Voluntários Contra Incêndios, uma companhia independente, à qual doou o equipamento;
1855 – teve atuação marcante na epidemia de “cólera-morbus”, tomando a frente das ações comunitárias em favor das vítimas e oferecendo sua própria sede para seu atendimento;
1865 – liderou as ações humanitárias para socorrer as famílias dos militares perecidos ou mutilados na Guerra do Paraguai, promovendo uma subscrição entre os negociantes da Praça, sem distinção de nacionalidade;
1874 – adquiriu na França e fez erguer um monumento em comemoração das vitórias conquistadas na Guerra do Paraguai na Praça Riachuelo, custeando toda sua urbanização, juntamente com a Praça Conde dos Arcos e a Praça Deodoro da Fonseca, cuidando da sua manutenção e conservação;
1902 – voltou a auxiliar a corporação dos bombeiros, transformando-a em guarda noturna, assumiu seus débitos e re-equipou-a com uniformes e todo o material adequado, doando-lhe duas novas bombas, compradas na Europa;
1905 – patrocinou a fundação da Escola do Comércio da Bahia e defendeu os interesses da nova instituição perante o governo e a classe empresarial.
1911 – no ano da comemoração do primeiro centenário da sua fundação, financiou a reconstrução total da Praça Deodoro da Fonseca;
1917 – em reconhecimentos da sua atuação em defesa de causas da sociedade e dos interesses das classes empresariais, foi declarada de utilidade pública pela Lei Federal no. 3.330;
1941 – foi considerado Órgão Técnico Consultivo do Poder Público pelo Decreto Federal no. 8.130;
1970 – liderou o movimento da iniciativa privada, somando esforços com o Governo do Estado, para a implementação do Polo Petroquímico de Camaçarí, cujo ato de constituição foi assinado em solenidade realizada no seu Palácio sede, em outubro de 1971.

Gostaram da Dica? Então não deixe de visitar a Associação comercial, onde vocês podem consultar a Biblioteca além do acervo histórico e artístico, composto de 114 objetos e obras de arte, entre elas telas de personalidades e eventos históricos, pintadas em sua maior parte no século XIX, de grande valor histórico.

Um abraço e até a próxima dica!

Fonte: http://www.acbahia.com.br/

Nos vemos no Orkut, Twitter, Facebook ou no blog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s