Estudantes apresentam experiências na I Feira de Ciência e Tecnologia

A I Feira de Ciências e Tecnologia: a pesquisa científica desenvolvendo conhecimento, realizada pelo Centro Territorial de Educação Profissional da Região Metropolitana de Salvador (CETEP da RMS), em Camaçari, mudou a rotina do Centro nos últimos dias 28 e 29 de maio. Experiências até então desenvolvidas nos laboratórios de química, a exemplo da produção de sabão, foram apresentadas à sociedade, numa demonstração de como os futuros técnicos estão sendo preparados para adentrar no mundo do trabalho.
A proposta pedagógica dos cursos técnicos da Educação Profissional da Bahia trabalha com a formação integral, articulando conteúdos de educação básica e educação profissional. Neste caso, a Feira trabalha as bases científicas da tecnologia. Deste modo, os estudantes não apenas aprendem a “fazer”, mas por que “fazer”. Com tais conhecimentos são capazes de compreender e atuar em situações distintas e não apenas seguir prescrições, superando o “adestramento” que sempre caracterizou a educação profissional tradicional.
Participaram da atividade, estudantes dos cursos em Eletromecânica, Controle Ambiental, Petroquímica, Química e Segurança do Trabalho. Divididos em grupos, expuseram, em estandes, o passo a passo das etapas da reciclagem de papéis, o processamento das sementes para obtenção de biocombustível, as formas de obtenção de energia eletromagnética e os tipos de equipamentos de proteção individual utilizados na área de segurança. Também ministraram oficinas para os visitantes e à própria comunidade estudantil.
Como forma de interagir com outros estudantes da Rede Estadual de Educação Profissional, a I Feira Ciências e Tecnologia do CETEP da RMS contou com a participação de estudantes do curso técnico em Segurança do Trabalho, do Centro Estadual de Educação Profissional em Serviços e Processos Industriais Irmã Dulce, instalado em Simões Filho.
A diretora do CEEP da RMS, Nancy Bulcão, disse que a Feira de Ciência e Tecnologia foi uma ação pedagógica estratégica. Além de demonstrar à sociedade um pouco das atividades desenvolvidas pelos estudantes e promover a integração dos mesmos com diferentes atores sociais, a Feira cumpre um papel importantíssimo no sentido de promover o amadurecimento dos futuros técnicos. “Tudo isso aqui é uma resposta à sociedade dos investimentos feitos pelo Estado na qualificação e formação profissional da nossa juventude que fica ainda mais motivada com esse tipo de experiência”, ressalta.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s